Previdência privada ou poupança: qual a melhor opção para investir no futuro dos filhos?

  • 05/02/2021
Página inicial - Vida financeira - Previdência privada ou poupança: qual a melhor opção para investir no futuro dos filhos?

O desejo dos pais em garantir um futuro financeiro mais seguro e confortável para os filhos é motivação para buscarem nos investimentos essa garantia. E é bastante comum as principais opções serem a previdência privada ou a poupança pelas características e facilidades que oferecem. Mas será que previdência privada e poupança são as melhores opções?

Neste artigo, vamos falar sobre as opções de investimentos para o objetivo de poupança para os filhos e como escolher a melhor para alcançar seu objetivo.

Defina um objetivo para o investimento

Quando falamos de investimentos, a escolha da melhor estratégia está diretamente ligada aos objetivos. Por isso, a primeira pergunta a ser feita é: o que você espera com esse investimento para o seu filho?

Muitos pais possuem o desejo de garantir recursos para a universidade e estudos dos filhos, ou ainda, juntar uma quantia para ajudá-los no começo de uma carreira profissional, como por exemplo, montar um consultório ou custear o começo de uma profissão no exterior.

Um ponto de atenção antes de definir o investimento é a titularidade da previdência privada ou poupança, ou seja, se será feito no nome dos pais ou no nome da criança. Caso a opção seja fazer o investimento no nome da criança, é preciso estar ciente que, ao completar 18 anos, os pais não poderão mais movimentar a conta e o filho se torna responsável pelos recursos.

Esse ponto é importante pois, quando o seu filho tiver acesso ao dinheiro, é possível que ele deseje usufruir dos recursos guardados de forma diferente do que você esperava.

Portanto, reflita: como você lidaria se seu filho gastasse todo o dinheiro que você guardou para a universidade em uma viagem turística?

Essa pergunta é fundamental para você definir se o dinheiro é do seu filho e livre de qualquer condição ou se é seu para gastar com seu filho naquilo que tem valor para você.

Onde investir: previdência privada ou poupança?

Previdência privada

Geralmente, as previdências privadas surgem com muita evidência para atender a demanda de guardar dinheiro para os filhos.

Entretanto, a opção pela contratação da modalidade de previdência privada deve conversar com a situação financeira dos pais. Isso porque as vantagens tributárias devem se sobrepor às taxas cobradas pela grande maioria dos planos. Fique atento, pois altas taxas podem fazer com que esse investimento perca seu apelo de longo prazo.

Saiba mais: como escolher o fundo de previdência privada ideal?

O VGBL, uma das modalidades existentes de previdência privada, costuma ser uma boa alternativa para investimentos com prazos acima de 10 anos. Porém, no atual cenário de taxa de juros baixos, se o investimento for muito conservador, a rentabilidade pode ficar muito próxima da inflação e não haver ganho real do capital investido.

Entenda as diferenças entre PGBL e VGBL

Poupança

A poupança é a preferida dos brasileiros, pois é um investimento bastante seguro. Porém, com o cenário atual de juros baixos no Brasil, seu rendimento está negativo. A inflação também tem influência direta no rendimento da caderneta de poupança, fazendo com que o investidor perca seu poder de compra quando ela está alta.

Dessa forma, é interessante buscar por opções mais rentáveis, pois não adianta você se esforçar para poupar e, por uma decisão errada de investimento, perder poder de compra do valor investido.

Nos dias de hoje, com um mercado de capitais mais maduro e acessível, encontramos uma variedade de produtos mais rentáveis e adequados para cada objetivo. Em investimentos de longo prazo, optar por investimentos mais agressivos é uma boa opção, pois o prazo maior permite tomar mais riscos.

Outras opções além de previdência privada ou poupança

A postura da ParMais no que diz respeito às opções para investir no futuro dos filhos e netos é orientar os nossos clientes a considerarem esse investimento como um dos objetivos da sua própria carteira de investimentos.

Ao investir, uma pessoa procura investimentos com uma boa relação entre risco e retorno, gestores qualificados, taxas condizentes com as do mercado, entre outras questões. Essa deve ser a mesma premissa utilizada para os investimentos da próxima geração.

Busque maximizar a rentabilidade da reserva dos seus filhos e netos da mesma forma que você busca maximizar a sua. O ideal é separar os objetivos em “caixinhas” e buscar a opção adequada, que trará a rentabilidade para cada um deles.

Riscos nos investimentos

Entre as opções, está investir em NTN-Bs, ações e fundos mais arrojados, como os multimercados, pois o risco maior tende a valer a pena no longo prazo. Além disso, nenhum desses investimentos tem taxa de carregamento, resgate ou outros abatimentos que podem penalizar o seu rendimento caso você decida buscar outra alternativa.

Se você é avesso a riscos e prefere investimentos menos voláteis, existem alternativas viáveis como o Tesouro Selic, fundos de renda fixa, CDBs e LCIs. Esses são investimentos de baixo risco e baixa volatilidade que, em muitos casos, têm rendimento mais atrativo do que planos de previdência privada.

Caso você tenha preferência pela previdência privada, é importante saber escolher um bom fundo, que não trará impactos para o seu bolso e seus planos. Para isso, o primeiro passo é conhecer a sua BIO Financeira, para saber qual o nível de risco que você pode correr, considerando seu perfil comportamental, momento de vida e situação financeira. Depois, você terá basicamente dois caminhos:

  • Sozinho: estudar sobre previdência e entender minimamente sobre mercado financeiro e investimentos, a ponto de conseguir escolher a melhor opção e acompanhar no dia a dia para fazer as mudanças necessárias (trocar de um fundo para outro, de acordo com as mudanças da economia).
  • Com ajuda profissional: ter uma empresa de confiança que entenda seus objetivos, escolha os fundos mais adequados a eles e monitore seus investimentos ao longo da jornada.

Aqui na ParMais, temos dois fundos de previdência com estratégia de gestão ativa, o que possibilita acesso a um portfólio diversificado em ativos e gestores. Escolhemos os melhores produtos de previdência do mercado, além de manter a gestão continuada e realizar as movimentações necessárias para que seu recurso de longo prazo tenha uma rentabilidade maior e adequada aos seus objetivos ao longo da jornada.

Clique aqui para saber mais detalhes dos nossos fundos de previdência.

Como saber qual o montante de investimento necessário?

Muitos pais iniciam um investimento para os filhos pensando em um futuro de estudos no exterior, por exemplo, mas geralmente não sabem o montante que deve ser acumulado para viabilizar este objetivo.

Tivemos na ParMais o caso de um médico que havia acumulado por 15 anos a quantia de R$50 mil para pagar os estudos da filha nos Estados Unidos. Entretanto, esse valor convertido ao câmbio de R$5,26, não chegaria a U$10 mil, não sendo suficiente para custear nem três meses das despesas da filha nos EUA.

Por isso, ao começar a investir, é importante definir o montante de investimento necessário. Para isso, elabore um orçamento aproximado com base no país de destino e reveja essa meta anualmente. Após isso, é necessário buscar um bom investimento, com boa rentabilidade.

Exemplo

Para exemplificar, elaboramos uma planilha com um orçamento simples para estudar nos Estados Unidos por seis meses:

EUA 6 MESES
Mensalidade da Faculdade U$30.000 R$157.800
Moradia U$24.000 R$126.240
Passagens – Avião U$9.000 R$47.340
Passeios U$3.000 R$15.780
Despesas pessoais U$3.000 R$15.780
Margem de segurança U$7.200 R$37.872
Total em reais U$76.200 R$400.812
Média de gastos por mês U$12.700 R$66.802

Neste exemplo, vemos que o orçamento para seis meses de estudos, contemplando mensalidade da faculdade, despesas com moradia e até despesas pessoais, é de U$12.700 por mês, convertidos a um câmbio de R$5,26, totalizando mais de R$400 mil em seis meses.

Considerando que neste mesmo exemplo, os pais possuam a capacidade de destinar R$150.000 de seus investimentos para iniciar o objetivo e deixar rendendo até sua filha atingir a maioridade, temos o seguinte cenário:

Estudar no exterior Cenário Inicial Poupando Maior Rentabilidade
Aplicação inicial (R$) 150.000 150.000 150.000
Poupança mensal (R$) 0 500 0
Prazo (anos) 18 18 18
Rendimento real líquido (ao ano) 3,40% 3,40% 6,80%
Valor acumulado para objetivo (R$) R$273.817 R$419.485 R$490.201

Em um primeiro momento, vemos que R$273 mil aplicados em um investimento conservador não será suficiente para alcançar a meta. Dessa forma, os pais possuem duas alternativas: poupar R$500 por mês até os 18 anos da filha ou procurar um investimento que ofereça um retorno maior.

É importante lembrar que, por ser um objetivo de longo prazo, devemos revisar com frequência o orçamento planejado, pois muitas coisas podem mudar neste período, até mesmo o objetivo inicial que deu origem ao e investimento.

Conclusão

A preocupação com o futuro faz com que os pais pensem em formas de garantir uma vida tranquila e segura para os filhos. Pensando nisso, juntar dinheiro para investir na previdência privada ou poupança é bastante comum, por serem investimentos mais conservadores e seguros. Porém, existem outras opções de investimentos que podem ser consideradas para conseguir alcançar o objetivo.

Como vimos no artigo, no atual cenário econômico, com as taxas de juros baixas e inflação alta, a poupança não é uma boa opção, pois está com o rendimento negativo.

A previdência privada pode ser uma boa opção de investimento, mas é necessário escolher fundos que estejam adequados aos seus objetivos, observar as taxas e buscar por uma gestão ativa, que faça as movimentações necessárias para alcançar a rentabilidade desejada.

Também existem outras opções no mercado, mais arrojadas como NTN-Bs ou mais conservadoras, como Tesouro Selic, fundos de renda fixa, CDBs e LCIs.

Independentemente do ativo, é importante pesquisar e avaliar se ele está de acordo com seu objetivo, alinhado às suas necessidades e se trará o retorno esperado no longo prazo.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações