Onde investir em 2022? Confira cenários e opções

  • 11/01/2022
Página inicial - Blog - Onde investir em 2022? Confira cenários e opções

Decidir onde investir em 2022 certamente será um grande desafio para os investidores brasileiros, pois estamos passando por um período adverso e incerto e o ano promete ser bem mais intenso do que o ano que passou. 

A Covid-19, o aumento da taxa Selic, o processo eleitoral em outubro, as eleições legislativas e aumento na taxa de juros nos EUA e as projeções de inflação e PIB devem adicionar mais volatilidade no cenário à frente.

Considerando esses fatores, nosso time de especialistas comenta sobre cada um dos cenários e apresenta um material com as melhores opções de investimentos e sugestões de onde investir em 2022.  

Covid-19

A nova variante Ômicron da Covid-19 parece ser mais contagiosa do que as outras cepas do coronavírus, mas com letalidade menor. 

Ainda que em um primeiro momento os impactos dela pareçam não estar nem próximos dos impactos do início da pandemia, ainda devemos prestar atenção nos danos que ela pode causar na economia mundial no ano de 2022. 

Produção e crescimento

Os últimos dados de produção e crescimento foram desapontantes e refletem crescimento econômico praticamente estagnado desde o primeiro trimestre de 2021. As famílias têm dificuldade em consumir em razão do avanço da inflação e mais recentemente a queda brutal do agronegócio apontou um quadro de recessão técnica. Tudo isso aliado a um ciclo de alta de juros e queda na renda da população.

Taxa Selic

Falando em taxa Selic, se por um lado 2021 iniciou com ela em 2% ao ano, gerando uma taxa de juros real menor que a dos países europeus, 2022 começa com um juros de 9,25% ao ano com final do ciclo de alta esperado em 11,75%.
Isso indica que o CDI volta a ser um bom “colchão” de segurança para todas as carteiras, inclusive para aquelas que desejam tomar mais riscos, mesmo que o fraco desempenho do Ibovespa se repita em 2022.

Inflação

De acordo com nossas análises econômicas, é muito provável que vejamos a inflação ceder no segundo semestre de 2022 e que o índice se mantenha em alta nos seis primeiros meses do ano. As projeções de mercado estimam cerca de 5% de Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), enquanto nossas análises econômicas sugerem um IPCA de 5,50% para o ano, considerando aspectos como:

  • Restrição de oferta com a dificuldade de recomposição de estoques e preços ainda elevados nos insumos na indústria, ao menos no curto prazo
  • Apesar do ritmo de contração da política monetária, temos o pé no acelerador da política fiscal 
  • Inflação interna ainda superior à inflação externa
  • Aumento de juros nos EUA, drenando liquidez dos mercados, fortalecendo o dólar frente ao resto do mundo.

Atividade econômica

Em termos de atividade econômica, pela ótica da oferta, a indústria vem perdendo sua participação estrutural na composição da economia brasileira, tendo sido fortemente impactada pela pandemia e com difícil recuperação. 

PIB

Também de acordo com nossas estimativas econômicas, esperamos um PIB (Produto Interno Bruto) de 0,20% em 2022, com um viés de baixa. Não esperamos um consumo elevado em função da persistência da inflação, nem tampouco grandes resultados na indústria, dos quais não enxergamos nem capacidade de produção e nem aumento de investimentos. 

Onde investir em 2022?

Considerando todos os fatores que podem impactar o mercado financeiro neste ano, nosso time de especialistas criou um material com as opções de investimentos para 2022. 

O material é uma abordagem geral sobre as classes de ativos e o que podemos esperar delas com as informações que temos hoje. 

Lembrando que o mercado financeiro é muito dinâmico e você deve investir de acordo com seus objetivos e sempre respeitando o seu perfil de investidor. 

Preencha o formulário abaixo e saiba “Onde investir em 2022”

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações