Como lidar com a volatilidade nos investimentos

  • 08/02/2022
Página inicial - Investimentos - Como lidar com a volatilidade nos investimentos

A volatilidade está relacionada com a variação além do normal – para cima ou para baixo – dos preços dos ativos em um curto intervalo de tempo. 

Fatores políticos, econômicos, juros, bolsa e câmbio têm bastante variação e, como consequência, grande parte dos investimentos também se tornam voláteis por causa dessas influências.

Entenda neste artigo o que é e como lidar com a volatilidade nos investimentos. 

O que é volatilidade

A volatilidade é uma medida de risco que mostra quanto um ativo, título ou índice de mercado pode variar em um determinado período de tempo.

Quanto mais o valor variar neste tempo determinado, maior o risco de obter lucro ou prejuízo na negociação deste ativo.

Risco e volatilidade, qual a relação?

O risco é a probabilidade que o investidor terá de sofrer alguma perda com a operação ou ativo escolhido. 

A volatilidade e o risco geralmente estão associados e os dois devem ser observados na hora de tomar decisões sobre investimentos. 

Isso porque a volatilidade é utilizada para mensurar os riscos, considerando que ela mostra a intensidade e frequência de variação dos preços dos ativos. 

Quando falamos sobre investimentos, por mais seguro que ele pareça, sempre vai existir algum risco envolvido.

Impactos da volatilidade nos investimentos

A volatilidade é um fator importante para considerar na hora de comprar ou vender ativos e conseguir bons resultados. 

Isso porque estudando a volatilidade, é possível entender a variação dos preços dos ativos e saber quando entrar ou sair para lucrar com as operações. 

Ao escolher um ativo com bastante volatilidade, você está tomando mais riscos, o que pode proporcionar um ganho maior no longo prazo. Quando se escolhe um ativo com menos volatilidade, você está optando por tomar menos riscos e consequentemente, pode ter menores rendimentos.

Volatilidade e longo prazo 

Como falamos acima, geralmente em investimentos de maior risco, haverá mais volatilidade.

Isso significa que no longo prazo você provavelmente ganhará mais dinheiro com esse tipo de ativo, mas no meio do caminho certamente terá períodos (dias ou até anos) rodando no negativo, dependendo da volatilidade dos ativos escolhidos.

Fatores que influenciam a volatilidade

Alguns fatores do mercado financeiro influenciam diretamente a volatilidade dos investimentos.  

É o caso das divergências políticas, dos fatores econômicos – como as crises – da alta ou baixa da taxa de juros – que podem influenciar até mesmo em investimentos de baixo risco –  das oscilações da bolsa de valores por causa de problemas com as empresas listadas ou do mercado em geral e do aumento e diminuição das taxas de câmbio. 

Tudo isso tem impacto direto nos investimentos e geralmente são fatores que estão fora do controle dos investidores.

Importância da diversificação

Ao montar uma carteira de investimentos, opte sempre pela diversificação da carteira, escolhendo bons ativos de diferentes nichos de mercados. Além disso, tenha também uma gestão ativa, acompanhe de perto os investimentos e adeque a carteira ao seu perfil de risco, momento atual e objetivos futuros.

Importante ressaltar que é preciso também prestar atenção na correlação dos ativos na construção de estratégias de investimento, para ajudar a diminuir o risco da carteira.

Por isso, busque sempre ativos descorrelacionados pois, quanto menor a correlação entre eles, menor será a volatilidade desses investimentos combinados e maior será o retorno composto da sua carteira.

Como lidar com a volatilidade

Lidar com a volatilidade está muito ligado ao seu perfil de investidor, a sua tolerância a riscos e também ao seu controle emocional sobre o assunto. 

Vamos usar como exemplo o bitcoin, que é um ativo altamente volátil e com grandes oscilações de preços. 

Suponhamos que você tenha começado a investir em bitcoin e logo nos primeiros dias perdeu dinheiro com o ativo. Porém, se olhar no longo prazo, vai perceber que o ativo teve valorização média de 200% por ano nos últimos 13 anos. 

Ou seja, se você comprar bitcoin, você precisa estar preparado para a instabilidade e para ganhar ou perder dinheiro com facilidade e rapidez. 

Tão importante quanto buscar por melhores rentabilidades dos ativos é saber como você vai reagir a volatilidade deles. 

Portanto, se o seu perfil for arrojado e sua visão de longo prazo, provavelmente conseguirá lidar melhor com as oscilações do mercado.

Agora, se o seu perfil é conservador e você entra em desespero a cada oscilação do ativo, é melhor optar por investimentos menos arriscados e com retornos mais previsíveis, mas que vão deixar você mais confiante e seguro em relação às suas escolhas.  

Conclusão

Para obter melhores ganhos, os investidores precisam assumir mais riscos e, consequentemente, lidar com mais volatilidade. 

A volatilidade está relacionada com a variação além do normal dos preços dos ativos em um curto intervalo de tempo. 

Ela é um fator importante para considerar na hora de comprar ou vender ativos e conseguir lucrar com as operações. 

Você não precisa ter medo, mas sim aprender como lidar com a volatilidade para obter os melhores resultados. 

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações