Controle financeiro do casal: dicas para se organizar no dia a dia

  • 01/02/2022
Página inicial - Blog - Controle financeiro do casal: dicas para se organizar no dia a dia

Quando se vive em união, manter o controle financeiro do casal é uma tarefa que pode ser bastante difícil, principalmente quando não há conversas sobre o assunto. 

Dialogar sobre finanças e ter um planejamento financeiro a dois é um passo importante no relacionamento, pois evita desconfortos e brigas desnecessárias. 

Pensando nisso, criamos este artigo com dicas para iniciar o controle financeiro do casal e se manter organizado no dia a dia. 

Importância do controle financeiro do casal

Compartilhar a vida em casal não significa dividir apenas as alegrias e os bons momentos. Viver a dois exige muito respeito, diálogo e planejamento, principalmente quando o assunto é dinheiro. 

Por isso, o controle financeiro do casal deve ser feito de forma cuidadosa e transparente, evitando atritos com o orçamento e que problemas financeiros estremeçam a relação. 

Infidelidade financeira

A chamada infidelidade financeira acontece quando um – ou os dois – cônjuges esconde informações financeiras do outro, ou ainda, mesmo sem esconder, realiza compras que comprometem o orçamento familiar

Às vezes, atitudes desse tipo podem parecer pequenas, insignificantes e ter um impacto financeiramente mínimo num primeiro momento, mas ao longo do tempo comprometem a confiança do casal.

Exemplo de infidelidade financeira é realizar uma compra e dizer para o cônjuge que comprou em uma liquidação, por metade do preço, ou que ganhou de alguém. Ou ainda fazer alguma compra escondida. 

Outro exemplo desse tipo de infidelidade no casamento pode ser algo ainda mais sério, como ocultar por muito tempo uma dívida que compromete as finanças e o futuro financeiro da família ou manter economias e contas bancárias escondidas de seus cônjuges. 

Os efeitos da infidelidade financeira podem gerar muito estresse, brigas, desavenças e até mesmo provocar o fim do relacionamento. Por isso, separamos algumas dicas para o controle financeiro do casal, para que o assunto finanças não seja um empecilho na vida a dois. 

Dicas para o controle financeiro do casal

1. Conversem sobre dinheiro

Este assunto não deve ser tabu entre casais. Não tenham medo, pois vocês só vão se conhecer financeiramente falando abertamente sobre o assunto. 

2. Mesada do casal

Estipulem um valor igual para os dois tirarem todo mês – como uma mesada mesmo – para gastar com o que bem entenderem. Ou se preferirem, paguem as contas da casa juntos – valores iguais ou percentuais – e o que sobrar cada um aproveita como quiser.

3. Tenham um controle financeiro

Comecem a anotar onde e como gastam o dinheiro. Desta forma, vocês sabem para onde o dinheiro está indo e evitam muitas brigas desnecessárias.

4. Não se esqueçam dos imprevistos

Imprevistos acontecem e alguns podem representar grandes gastos, afetando diretamente o dia a dia do casal. Por isso, tenham uma reserva de emergência e guardem um valor de três a seis vezes o valor dos seus gastos mensais para isso.

5. Tenham uma reserva para sonhos

Economizem um pouco a cada mês para realizar os sonhos. O valor pode ser definido pelo casal, o importante é não comprometer o orçamento. Essa dica é legal até para casais que ainda não moram juntos. Definam um objetivo e façam uma “caixinha” de vocês. Não tenham medo de se planejar.

6. Formalizem

Se vocês já moram juntos e não tem nenhum documento que formalize a união, cuidado! Não é preciso casar, mas um contrato de união estável pode ser uma boa alternativa, pois ele garante que ambos tenham segurança jurídica e patrimonial. É importante que o casal esteja formalmente preparado para evitar constrangimentos e embaraços em situações indesejadas, como a morte e o divórcio, por exemplo.

7. Encontrem o equilíbrio

É difícil encontrar duas pessoas que pensam exatamente igual, então vocês vão precisar encontrar um equilíbrio entre a forma como cada um lida com o dinheiro. Para isso é preciso se conhecer, ter muita parceria e objetivos comuns.

8. Tenham consciência do padrão de vida que levam

É comum cada um ter um padrão de vida diferente enquanto moram separados, desde a quantidade até como cada um gasta o dinheiro. Quando o casal decide morar junto, o padrão dos dois vai ser igual e vocês vão precisar conviver com isso.

9. Orçamento para lazer

Procurem discutir e estipular previamente um valor máximo que vocês podem gastar com lazer por semana ou por mês e não passem disso. Esse valor não deve atrapalhar a reserva para sonhos, o colchão de segurança e nem o futuro de vocês.

10. Não se esqueçam do futuro

Se vocês estão juntos é porque pretendem manter a união por mais tempo. Então, já comecem a planejar o futuro agora. A forma mais fácil de alcançar os objetivos é juntando um pouquinho todos os meses e investindo, no final, vocês vão ver como valeu a pena.

Conclusão 

Manter o controle financeiro do casal não é uma tarefa simples, pois exige disciplina, paciência, empatia e planejamento. 

Muitos casais não conversam sobre dinheiro, o que pode acarretar em desconfortos ou até mesmo o fim do relacionamento. 

Por isso, citamos neste artigo algumas dicas para ajudar no controle financeiro do casal, para facilitar a organização financeira sem brigas. 

Seguindo essas dicas e criando o hábito de conversar abertamente sobre dinheiro, certamente a relação com o seu parceiro será muito mais tranquila e feliz.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações