Corretora, gestora, custodiante: entenda os papéis no mercado financeiro

  • 01/12/2020
Página inicial - Investimentos - Corretora, gestora, custodiante: entenda os papéis no mercado financeiro

No mundo dos investimentos, existem inúmeras instituições que fazem parte do processo e desempenham importantes papéis no mercado financeiro. Elas possuem responsabilidades distintas, que podem ser imprescindíveis ou que possibilitam aumentar a eficiência nos resultados e qualidade de atendimento.

Neste artigo, vamos detalhar a função das corretoras, das gestoras e das custodiantes e falar da importância de cada uma em relação aos seus investimentos.

Papéis no mercado financeiro

Algumas instituições importantes do mercado financeiro são as corretoras, as gestoras e as custodiantes. Embora nos dois primeiros casos as terminações de seus nomes sejam similares, suas funções são distintas e podem gerar certa confusão de qual é a responsabilidade e meio de atuação de cada uma. Mas fique tranquilo! Todas essas figuras são regulamentadas e fiscalizadas pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o que torna sua existência e as atividades realizadas mais seguras. Vamos detalhar os papéis de cada uma no mercado financeiro.

Corretoras

As corretoras servem de prateleira de ativos de mercado, tendo variados tipos de investimentos para escolha do investidor dentro da plataforma e podem realizar indicações de investimentos. A escolha da corretora deve ser sempre em linha com o perfil do investidor e também com os objetivos de investimento.

Saiba mais: Realmente existe risco em investir fora do banco?

Essas instituições são responsáveis apenas pela intermediação e possuem a custódia dos ativos, ou seja, elas não são as donas dos investimentos, mantendo as aplicações em nome do investidor ou da empresa.

É sempre muito importante analisar as informações disponíveis da corretora na CVM ou até mesmo na B3, a bolsa brasileira, avaliar os feedbacks de familiares e amigos, assim como indicações de terceiros para entender a funcionalidade e a entrega dos serviços prestados.

Gestora

Conhecidas também como wealth managementgestão de patrimônio – são responsáveis por administrar o patrimônio das pessoas de maneira inteligente e adequada ao perfil de investidor de cada um. O maior objetivo das gestoras é a administração do patrimônio das pessoas no formato de fundos de investimento – com características bem definidas para cada público alvo – e/ou carteiras administradas, onde o investidor aplica o recurso e a gestora realiza a análise e a alocação nos melhores investimentos, buscando o melhor retorno, de acordo com o perfil e estratégia do cliente.

A gestora tem também o papel de acompanhamento desses investimentos e, se necessário, pode rebalancear os ativos de acordo com o momento do mercado ou mesmo do cliente, reduzindo ou tomando riscos.

Saiba mais: Conheça o nosso modelo de negócios

Importante reforçar que o patrimônio do cliente nunca passa por dentro da gestora. Esse recurso está sempre em plataformas de investimentos, com o cadastro realizado com os dados do investidor. A gestora possui apenas permissão para gerir esses recursos de acordo com a estratégia já construída e validada com o cliente, sendo todo o processo auditado pela CVM.

Custodiante

Na estrutura do mercado de capitais brasileiro, a intermediação entre os clientes finais (investidores) e o depositário central (atualmente prestado pela Central Depositária da B3, que disponibiliza a plataforma Canal Eletrônico do Investidor, ou CEI) é realizada pelos prestadores de serviço de custódia de valores mobiliários, ou custodiantes.

A custodiante é responsável por deter a custódia dos investimentos – como ações e ativos de fundos – e assegurar que eles estejam registrados em nome do investidor junto ao depositário central. Ou seja, a custodiante “guarda” os ativos, proporcionando segurança aos investidores.

Ela garante as operações realizadas nos fundos e também realiza o acompanhamento da aplicação do investimento, além de outras atividades como ordens de compra e venda, depósitos e retiradas e o recebimento e pagamento de recursos e ativos.

O serviço de custódia de valores mobiliários pode ser realizado por bancos comerciais, múltiplos ou de investimentos, caixas econômicas, sociedades corretoras ou distribuidoras de títulos e valores mobiliários, e entidades prestadoras de serviços de compensação e liquidação e de depósito centralizado de valores mobiliários.

Conclusão

Falamos sobre as corretoras, gestoras e custodiantes e vimos que cada uma delas tem importantes papéis no mercado financeiro e para os investimentos.

Se você investe, independentemente do tamanho do seu patrimônio ou tipo de ativo, você possui, direta ou indiretamente, contato com essas instituições que fazem parte do dia a dia de todo investimento.

Quanto maior conhecimento de cada uma delas, maior clareza você terá das responsabilidades que cada instituição possui e maior confiança poderá sentir pelo investimento realizado.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações