O que é CDI (Certificado de Depósito Interbancário)?

  • 12/04/2017
O que é CDI

Para saber o que é CDI (Certificado de Depósito Interbancário) você não precisa obrigatoriamente estar acostumado com investimentos. Este artigo vai explicar esta sigla para que qualquer pessoa possa entender. Assim como a taxa SELIC, CDI se refere a uma taxa de juros que serve como indexador para alguns investimentos de renda fixa e é também um benchmark, uma referência para comparar rentabilidades. A variação do CDI acompanha a da Selic e representa as condições de liquidez do mercado.

O que é CDI?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer: o CDI é um indexador de investimentos, e não se refere a um investimento propriamente dito. A taxa é estabelecida diariamente com base nas operações de emissão de depósitos entre bancos.

Funciona assim: no final de todos os dias úteis os bancos precisam zerar o caixa. É uma regra do sistema de compensação bancária. Na somatória de todas as movimentações dos correntistas em cada dia – cheques, TEDs, DOCs, depósitos etc -, há instituições que ficam com a conta no vermelho, e outras no azul.

Então, para fechar a conta, os bancos em que “sobrou” dinheiro emprestam para aqueles em que “faltou”. A taxa de juros cobrada nestas operações entre bancos é semelhante à SELIC. Na verdade, o termo técnico para esta taxa é DI over, e a sigla CDI se refere aos títulos emitidos para que estas operações ocorram, mas convencionou-se chamar de CDI também as taxas adotadas.

Acesse o nosso guia e entenda como funciona o mercado financeiro.

O que é CDI em comparação à taxa SELIC?

Historicamente, o CDI é próximo à taxa SELIC. No gráfico abaixo comparamos as duas taxas. Fica, inclusive, difícil de identificar a existência das duas linhas.

O que é CDI

Para entender o que é CDI e o que é taxa SELIC, é fundamental estabelecer o seguinte: CDI é o indexador para títulos privados, como LCI, LCA, CDB e fundos de renda fixa, assim como a SELIC é para títulos públicos.

Quer saber mais sobre investimentos em renda fixa? Clique aqui e saiba mais no nosso guia.

Para que serve o CDI

Agora que está claro o que é CDI e de onde a sigla se origina, é importante compreender também o que esta taxa significa na prática. A sigla representa uma taxa base de referência que um investidor deve usar para avaliar a rentabilidade do seu investimento. É uma meta a ser ultrapassada.

Siga este exemplo de como usar o CDI como benchmark para investimentos financeiros. Suponhamos que a taxa SELIC ficou definida em 12,25% ao ano e, em função das operações de empréstimos entre bancos, o CDI está em 12,13% ao ano. Portanto, se um banco oferecer um investimento que remunera 80% do CDI, o rendimento bruto aproximado será de 9,7% ao ano.

Investimentos que seguem o CDI

Recapitulando: CDI não é investimento. Você vai investir, na verdade, em CDB, LCI ou LCA, entre outras aplicações financeiras, que rendem, conforme suas respectivas condições de contratação, um percentual do CDI. Assim, ele funciona como um indexador para renda fixa.

Embora o CDI seja base para a maioria dos investimentos em renda fixa, é essencial ter atenção com o rendimento de cada operação específica. Por exemplo, é possível que o CDB em um grande banco pague um percentual abaixo de 100% do CDI, enquanto outro CDB, em bancos médios, distribuídos por corretoras de valores, pague acima de 100%.

Pela lógica, o ideal é que um investimento renda o mais próximo possível, ou acima, dos 100% do CDI. Isso indica uma melhor rentabilidade, pois assim o produto garante um pagamento semelhante ou superior à taxa básica de juros da economia – a SELIC.

Tenha atenção: na prática, a grande maioria dos investimentos pós-fixados no Brasil são indexados ao CDI. Sendo assim, para avaliar um investimento desse tipo, é necessário saber qual a rentabilidade em relação ao CDI. É comum que gerentes de banco informem uma taxa nominal de rentabilidade (“no mês rendeu 0,92%”, por exemplo). Essa informação não é útil e não poderá ser usada como base para avaliar se é um bom investimento ou não.

Investimentos que tentam superar o CDI

Além dos investimentos que acompanham a taxa do CDI, como os de renda fixa, há outros que tentam chegar a um rendimento superior a ela, como os fundos multimercado. Como o próprio nome sugere, eles atuam em diferentes mercados, com políticas de investimento que envolvem diferentes tipos de ativos financeiros.

Desta forma, os fundos multimercado têm liberdade para combinar, por exemplo, ativos de carteiras de diversas maneiras, comprando ações, títulos públicos, cotas de fundos cambiais, entre outros. Eles costumam ter, no entanto, uma volatilidade alta, podendo apresentar períodos de rentabilidade baixa ou até negativa.

Ficou interessado em saber como investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e confira as nossas dicas.

Conclusão: o que é CDI

O artigo explica que, para entender o que é CDI, primeiro é importante saber que ele não se refere a um investimento, mas a um indexador para tipos de investimento. É o benchmark que serve de referência para diversos investimentos em renda fixa oferecidos pelos bancos.

O CDI (Certificado de Depósito Interbancário) representa a taxa de juros média que os bancos e instituições financeiras usam para emprestar dinheiro uns para os outros, que historicamente é semelhante à Taxa SELIC. Como indexador, o CDI é referência para produtos como CDB, LCA e LCI, debêntures, fundos de renda fixa em geral, alguns fundos multimercado, entre outros.

Geralmente, cada um destes investimentos remunera um percentual sobre a taxa do CDI. Por isso, ele serve para avaliar a rentabilidade de produtos de renda fixa. Ainda há investimentos que tentam superar o CDI, como os fundos multimercado. A escolha da melhor opção dependerá do perfil do investidor e dos objetivos pessoais e familiares.

 

Quer saber qual é o seu perfil como investidor? Clique aqui e descubra.

Veja como alcançar seus objetivos financeiros. Clique aqui.

Resumo
O que é CDI (Certificado de Depósito Interbancário)?
Nome do artigo
O que é CDI (Certificado de Depósito Interbancário)?
Descrição
Entenda o que é CDI – Certificado de Depósito Interbancário –, referência para investimentos de renda fixa.
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe um comentário