Sua conta
  • 05/04/2019

As 10 principais Bolsas de Valores do mundo

Início / Investimentos / As 10 principais Bolsas de Valores do mundo
bolsas de valores do mundo

As bolsas de valores são ambientes de negociação no qual os investidores podem comprar ou vender títulos emitidos por empresas com capitais públicos, mistos ou privados.

É o lugar onde acontece grande parte das negociações de ativos financeiros no mundo. Elas têm um papel importantíssimo por criar um ambiente regulado e com regras definidas para que os investidores possam negociar, principalmente, ações.

Listamos as 10 maiores bolsas de valores do mundo:

1 – New York Stock Exchange

NYSE

Maiores empresas negociadas – Berkshire Hathaway, Alibaba, Johnson & Johnson, JPMorgan Chase, Visa
Principais Índices – S&P 500, Dow Jones Industrial, NYSE Composite.

A Bolsa de Valores de New York, também conhecida como NYSE, é de longe, a maior bolsa de valores do mundo. A sua capitalização de mercado (somatório do valor de todas as empresas que nela são negociadas) supera os 30 trilhões de dólares e ela tem uma movimentação mensal de cerca de1,5 trilhão de dólares.

Ela surgiu em maio de 1972, quando 24 corretores assinaram o Buttonwood Agreement, estabelecendo taxas e preferências de negociação de capitais entre eles. As primeiras ações a serem negociadas na NYSE foram as do Bank of North America, First Bank of the United States e Bank of New York. Hoje em dia a sua sede física ainda fica na Wall Street, em New York.

2 – NASDAQ

NASDAQ

Maiores empresas negociadas – Microsoft, Apple, Amazon.com, Alphabet, Facebook.
Principais Índices – S&P 500, Dow Jones Industrial, NASDAQ Composite

A NASDAQ é a segunda maior bolsa de valores do mundo e também tem sede em New York, na Broadway. Ela tem 10,8 trilhões de dólares de capitalização de mercado e volume mensal negociado de 1,3 trilhão de dólares.

Ela foi fundada em fevereiro de 1971 por uma associação americana de corretores e foi o primeiro mercado de ações eletrônico do mundo. Por ter as suas cotações denominadas eletronicamente, ela ajudou a diminuir o spread entre compras e vendas nesse mercado. Ela também foi pioneira nas negociações pela internet e ajudou a modernizar o processo de IPO (Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial em português).

Justamente pela sua modernidade, ela atraiu a abertura de capital de empresas de tecnologia que iriam se tornar verdadeiros gigantes mundiais, como a Microsoft, Apple, Cisco, Oracle e Dell. Isso deu volume e tornou-a o segundo principal mercado acionário do mundo.

3 – Tokyo Stock Exchange

Tokyo Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – Toyota Motor, Softbank, Nippon Telegraph & Telephone, Keyence, NTT Docomo

Principal Índice – Nikkei 225

A Bolsa de Tokyo é a maior bolsa de valores fora dos Estados Unidos, com uma capitalização de mercado de 5,6 trilhões de dólares e um volume de aproximadamente 481 bilhões de dólares de negociação. Ela foi fundada em junho de 1878 pelo então ministro das finanças, Okuma Shigenobu e pelo advogado capitalista Shibusawa Eiichi, que investiram em diversas empresas japonesas existentes até hoje. Nessa época, a principal empresa negociada era a própria Tokyo Stock Exchange.

Em 1943 outras 10 bolsas de valores japonesas foram unificadas com a TSE. A bolsa parou de funcionar em 1945, após a queda da bomba atômica em Nagasaki, reabrindo somente em 1949, no seu formato atual.

4 – Shanghai Stock Exchange

Shanghai Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – ICBC, Ping An Insurance, Petrochina, Agricultural Bank of China, Bank of China

Principal Índice – SSE Composite

A Bolsa de Shanghai é a maior bolsa da China em capitalização de mercado, com aproximadamente 4 trilhões de dólares e um volume negociado de 536 bilhões. A maioria das bolsas do mundo são instituições privadas, no entanto a Bolsa de Shanghai é controlada pelo equivalente da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) na China. A Bolsa de Shanghai não é completamente aberta aos investidores estrangeiros devido ao estrito controle de capitais realizado pelo governo chinês.

O Tratado de Nanking, que terminou a primeira Guerra do Ópio, abriu algumas cidades chinesas para o comércio internacional, entre elas Shanghai. O contato com investidores estrangeiros fez com que a negociação de valores mobiliários iniciasse no final dos anos 1860, sendo que a primeira bolsa da china foi fundada em Shanghai em 1891.

Ela foi fechada durante a invasão japonesa que ocorreu na Segunda Guerra Mundial e, apesar de ter sido brevemente reaberta, voltou a ser fechada depois da Revolução Comunista de 1949. A bolsa no formato atual foi aberta em novembro de 1990.

5 – Hong Kong Stock Exchange

Hong Kong Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – Tencent, China Mobile, AIA, CNOOC, Sun Hung Kai Properties

Principal Índice – Hang Seng Index

A Bolsa de Hong Kong é a terceira maior bolsa da Ásia, com 3,9 trilhões de dólares de capitalização de mercado e volume mensal negociado de 182 bilhões de dólares. A negociação de valores mobiliários em Hong Kong data de 1866, mas a sua bolsa só foi estabelecida em 1891.

Por ser uma colônia inglesa, a sua dinâmica sempre foi diferente da Bolsa de Shanghai, sendo muito mais independente do governo e mais aberta ao investidor estrangeiro. Até 1980 haviam quatro bolsas independentes em Hong Kong, que foram unificadas no formato atual em 1986.

6 – Euronext

Euronext

Maiores empresas negociadas – LVMH, Anheuser-Busch InBev, Total, L’Oréal, Sanofi

Principais Índices – Euronext 100, CAC 40

A Euronext é a maior bolsa de valores da Europa, tendo uma capitalização de mercado de 3,9 trilhões de dólares e 174 bilhões de volume mensal negociado. Diferentemente de todas as bolsas anteriores, essa é uma bolsa de múltiplos países, tendo sede em Amsterdam, porém com negociação de ações também em Bruxelas, Paris, Lisboa e Dublin e futuros em Londres.

Essa bolsa foi formada em 2000 pela unificação das bolsas de Amsterdam, Bruxelas e Paris, buscando tomar vantagem da harmonização dos mercados financeiros europeus após o estabelecimento da União Europeia.

Pouco tempo depois, a bolsa de futuros de Londres e a bolsa de Lisboa foram adquiridas e fundidas, criando uma grande bolsa. Em 2007 a Euronext se fundiu com a NYSE, sendo subsequentemente comprada em 2012 pela Intercontinental Exchange (ICE), uma bolsa de commodities de energia que até hoje é a dona da NYSE. Em 2014 foi feito um IPO da Euronext, que foi apoiado por um consórcio de bancos europeus, separando-a da estrutura da ICE.

7 – London Stock Exchange

London Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – Royal Dutch Shell, BHP Billiton, HSBC, Unilever, BP
Principal Índice – FTSE 100

A segunda maior bolsa europeia é a de Londres, com capitalização de mercado de 3,7 trilhões e 219 bilhões de dólares de volume mensal negociado. Ela é uma das bolsas mais antigas do mundo, iniciando lá em 1571, sendo fundada por Thomas Gresham e aberta pela rainha Elizabeth I. Curiosamente, apenas a aristocracia podia frequentar a Royal Exchange, que não permitia o acesso dos corretores devido as suas maneiras rudes.

As negociações em si aconteciam em cafés ao redor dela. Em 1666 a Royal Exchange foi destruída no Grande Incêndio de Londres, sendo reconstruída e reaberta em 1669 mais próxima do formato atual. Essa nova bolsa permitia o acesso de mercantes, corretores e também armazenava as mercadorias negociadas, criando a base para as bolsas de valores modernas e a sua regulamentação. Em 2007 a LSE comprou a Bolsa Italiana, de Milão.

8 – Shenzhen Stock Exchange

Shenzhen Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – Wuliangye Yibin, China Vanke, Midea Group, Hikvision, Gree Electric
Principal Índice – SZSE 100

A terceira maior bolsa chinesa é a de Shenzhen, com uma capitalização de mercado de 2,5 trilhões de dólares e um volume mensal de negociações de 763 bilhões de dólares.

Ela foi fundada formalmente em dezembro de 1990, quando a China voltou a se reabrir para o mundo após a Revolução Comunista. Boa parte das empresas negociadas nessa bolsa são subsidiárias de empresas estatais, na qual o governo chinês é controlador.

9 – Toronto Stock Exchange

Toronto Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – Royal Bank of Canada, Toronto Dominion Bank, Enbridge, Bank of Nova Scotia, Canadian National Railway Company
Principal Índice – S&P/TSX Composite

A Bolsa de Toronto é a nona maior do mundo, com uma capitalização de 2 trilhões de dólares e 97 bilhões de volume mensal de negociações. Não se sabe precisamente quando ela foi fundada, mas os primeiros registros de negociações na Bolsa de Toronto se dão no Hall Maçônico em 1861.

Inicialmente haviam apenas 13 ações listadas e após uma crise em 1869, que quebrou alguns dos bancos que eram negociados, a bolsa foi fechada por ser considerada muito pequena. Em 1870, no entanto, o mercado estava mais favorável, a bolsa foi reaberta, sendo incorporada pela assembleia legislativa de Ontario em 1878. Com exceção de um período de três meses durante a Primeira Guerra Mundial, essa bolsa continuou aberta e crescendo até hoje.

10 – Bombay Stock Exchange

Bombay Stock Exchange

Maiores empresas negociadas – Reliance Industries, Tata Consultancy Services, HDFC Bank, Hindustan Unilever, ITC
Principal Índice – BSE SENSEX

A Bolsa de Mumbai é a maior bolsa da Índia, com uma capitalização de mercado de 2 trilhões de dólares e um volume negociado de 210 bilhões. Ela foi fundada em julho de 1875 por Premchand Roychand, um grande capitalista indiano conhecido como o “rei do algodão” e “rei dos lingotes”.

Ela é a bolsa mais antiga da Ásia, pré-datando inclusive as bolsas japonesas e chinesas. De lá pra cá ela cresceu bastante, acompanhando o crescimento da economia indiana e a de outros países emergentes.

B3

B3

Maiores empresas negociadas – Petrobrás, Itaú Unibanco, Bradesco, Vale, Ambev
Principal Índice – IBOVESPA

A B3, que fica em São Paulo, é a maior bolsa da América Latina, no entanto ela fica na 18ª posição entre as bolsas mundiais. A sua capitalização de mercado é de 938 bilhões de dólares e o seu volume negociado é de 62 bilhões de dólares por mês. A primeira bolsa de valores brasileira é do período colonial de 1890. Até 1960 haviam 27 bolsas de valores, vinculadas às secretarias estaduais.

A principal bolsa do Brasil costumava ser a Bolsa do Rio de Janeiro, no entanto após o crash de 1971 ela foi perdendo espaço em detrimento da Bolsa de São Paulo, que se chamava Bovespa. Em 2000 as nove bolsas que ainda existiam no Brasil assinaram um acordo de integração e toda a negociação de ações centrou-se na Bovespa, com a Bolsa do Rio de Janeiro operando títulos públicos.

Em 2002 a Bolsa do Rio foi incorporada pela BM&F (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros), que negociava principalmente commodities. Em 2008 iniciou-se o processo de fusão da Bovespa com a BM&F que criou a BM&FBovespa. Em 2017 essa empresa se fundiu à CETIP (Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos Privados), criando assim a B3 dos moldes atuais.

Conheça o nosso modelo de negócios.
Devolvemos rebates, spreads e qualquer tipo de comissões…

Resumo
As 10 principais Bolsas de Valores do mundo
Nome do artigo
As 10 principais Bolsas de Valores do mundo
Descrição
As 10 principais bolsas de valores do mundo são a NYSE, NASDAQ, Tokyo Stock Exchange, Shanghai Stock Exchange... A B3 fica na 18ª posição entre as bolsas mundiais.
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×