Sua conta
  • 13/02/2019

O que é IPO?

Início / Investimentos / O que é IPO?

IPO (Initial Public Offering) é a sigla em inglês para o termo Oferta Pública Inicial. Realizando um IPO, a empresa oferece as suas ações ao público em geral pela primeira vez, permitindo a negociação dessas ações em uma bolsa de valores e tornando-se assim uma empresa de capital aberto.

Como funciona um IPO?

O IPO é uma maneira dos sócios capitalizarem a sua empresa, podendo ocorrer por diversas razões. Quando uma empresa está crescendo ela pode precisar de capital para realizar grandes investimentos ou projetos, como por exemplo a construção de uma nova unidade industrial ou a compra de um concorrente. O IPO é uma alternativa para essa necessidade de capital.

Para realizar um IPO, a empresa precisa necessariamente ser uma Sociedade Anônima (S.A.). Esse, no entanto é apenas o passo inicial. No processo de abertura de capital, a empresa geralmente contrata um ou mais bancos de investimento para que seja feita uma avaliação do preço da empresa, do “apetite” do mercado para uma eventual oferta, a quantidade de ações a ser oferecida, o preço dela, e ainda para ajudar na divulgação e distribuição dessa oferta.

Tendo contratado um banco de investimento, ele compila as suas informações financeiras e monta um prospecto. Nele haverão informações sobre o desempenho da empresa e as perspectivas futuras para ela, além de informações da própria emissão. O prospecto é então auditado por uma empresa independente de auditoria e é avaliado ainda pela própria Bolsa de Valores. Esse prospecto é um dos principais documentos usados pelos investidores para avaliar a empresa que está abrindo capital.

Ao abrir o seu capital, uma empresa precisa se sujeitar a diversas obrigatoriedades estipuladas pela CVM e pela Bolsa de Valores. A estrutura de governança da empresa precisa ser estruturada de uma maneira bastante específica, estabelecendo um Conselho de Administração, Diretoria Executiva, entre outros conselhos e comitês. Além disso, ela fica obrigada a publicar periodicamente o seu balanço e uma série de outras informações relevantes da empresa, para que todos os seus acionistas, por menores que sejam, tenham acesso às suas informações.

Vantagens de um IPO

A principal razão para se realizar um IPO é o de levantar capital para a empresa em questão. Apesar disso existem diversas outras vantagens ao se realizar um IPO. Depois de abrir o seu capital, uma empresa pode realizar, por exemplo, a emissão de debêntures. Eles são títulos de dívida privada que costumam ser mais baratos do que contrair empréstimos com instituições financeiras. A realização de uma segunda oferta de ações também é muito mais barata que a oferta inicial, ou seja, existe uma diminuição no custo de captação da empresa.

Outro ponto relevante é que diversas empresas compensam os seus executivos e funcionários com programas de remuneração através de ações da empresa. Caso a empresa seja de capital aberto, esse tipo de remuneração torna-se mais atraente, ajudando assim inclusive na captação de talentos no mercado de trabalho.

Outra vantagem da abertura de capital acontece nas negociações de fusões e aquisições. Caso uma empresa queira comprar outra empresa, ela pode negociar para que o pagamento seja feito em ações da própria empresa. Caso a companhia seja de capital aberto, as suas ações têm mais liquidez, sendo, portanto, mais atraentes nesse tipo de negociação.

Finalmente, existem ainda benefícios intangíveis, porém significantes, ao realizar a abertura de capital. As principais empresas em quase todos os segmentos no mundo todo são empresas de capital aberto. Esse tipo de empresa precisa divulgar todos os seus dados, ter estruturas robustas de governança e passar pelo escrutínio de investidores e analistas constantemente. Devido a isso tudo, o IPO acaba indicando uma certa “robustez” na estrutura da empresa.

Desvantagens de um IPO

A principal desvantagem de um IPO é o seu custo. O processo em si não é barato e a os custos recorrentes de manutenção da empresa listada na bolsa também são elevados. Outra desvantagem relevante é que a flutuação do preço de mercado da empresa pode ser uma “distração” para os gestores da empresa, que podem sacrificar um bom desempenho do negócio no longo prazo por um desempenho positivo no curto prazo.

Outro ponto negativo é que a publicação das informações da empresa pode expor informações relevantes da empresa aos seus competidores. Além disso, empresas de capital aberto podem ter controle pulverizado e conflitante, gerando problemas na alta gestão que podem afetar o desempenho da empresa.

Empresas que realizaram IPO recentemente

A maior parte das empresas brasileiras abre o seu capital na B3, que é a bolsa de valores do Brasil, no entanto nada impede que empresas brasileiras abram o seu capital em bolsas de outros países do mundo. Veja abaixo uma listagem das empresas brasileiras que abriram o seu capital recentemente:

IPOs em andamento IPOs de 2018 IPOs de 2017 IPOs realizados no exterior
Banco BMG Intermedica Movida PagSeguro
Hapvida Hermes pardini Netshoes
Banco Inter Azul Arco Educação
Carrefour Brasil Stone Pagamentos
Biotoscana
IRB Brasil
Omega Geração
Camil
Burger King Brasil
BR Distribuidora

Como investir em um IPO?

O primeiro passo para investir em um IPO é ter uma conta em uma corretora de valores mobiliários habilitada a negociar na Bolsa de Valores. Tendo essa conta, consulte o site da B3 para verificar as ofertas que estão em andamento. Caso você queira investir, entre em contato com o seu corretor demonstrando o interesse e eles devem te passar um passo a passo sobre como emitir uma ordem para compra das ações no dia da oferta, assim como o preço estimado e outras informações relevantes.

É importante ter ciência que existe um risco relevante ao comprar ações em um IPO. Como a empresa nunca foi negociada, ela não tem um histórico, o que pode levar a bastante volatilidade no preço durante algum tempo.

Conclusão

O IPO é a sigla em inglês para o processo de abertura de capital de uma empresa. Apesar de custoso, ele traz várias vantagens para a empresa que o realiza, aumentando a sua visibilidade, o seu potencial de captação de capital a um custo menor e melhorando a sua governança. Além disso, IPOs são positivos também para os investidores, que tem a oportunidade de investir em novas empresas com potencial de crescimento. A expectativa é que 2019 tenha uma série de novos IPOs, trazendo assim novas oportunidades aos investidores.

Onde você está, aonde quer chegar?
Nossa função é tornar sua jornada mais rápida e mais rentável. Escolhemos com você os investimentos que precisa, alinhados às suas necessidades. Clique aqui.

Resumo
O que é IPO?
Nome do artigo
O que é IPO?
Descrição
IPO (Initial Public Offering) é a sigla em inglês para o termo Oferta Pública Inicial. Realizando um IPO, a empresa oferece as suas ações ao público em geral pela primeira vez, permitindo a negociação dessas ações em uma bolsa de valores e tornando-se assim uma empresa de capital aberto.
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe seu comentário

Comentário(s): 2

       
  1. O artigo é direto e esclarecedor. Muito positivo no sentido de o leitor não necessitar executar grandes deduções para ter a informação necessária.

    1. Anselmo, boa tarde!
      O Time Par Mais agradece pelo seu gentil comentário!
      Muito nos honra ser nosso leitor!
      Sucesso!

×