O que é análise fundamentalista?

  • 03/07/2018
Página inicial - capital - O que é análise fundamentalista?

analise fundamentalista

Quem investe em ações pode estudar uma empresa de duas formas: pela análise fundamentalista e pela análise técnica (também conhecida como análise gráfica).

A análise fundamentalista estuda os fundamentos econômico-financeiros de uma empresa. Sua saúde financeira, posição no mercado, governança, visão do setor da empresa nos horizontes futuros, entre outras questões. O estudo verifica se as ações negociadas na bolsa de valores estão acima do valor justo (indicação para venda) ou abaixo do valor justo (indicação para compra).

Já análise técnica não considera os números e perspectivas da empresa (ou seja, despreza seus fundamentos). Nessa análise somente uma variável é considerada: o preço da ação. Os analistas técnicos (ou grafistas) estudam os movimentos históricos dos preços das ações da empresa e procuram identificar tendências para decidir o melhor momento de comprar e vender as ações, ganhando com essas movimentações.

Análise fundamentalista

Um dos precursores dessa análise de avaliação é Benjamin Graham, que escreveu o livro O Investidor Inteligente e foi professor de Warren Buffett. Buffett é um dos maiores entusiastas deste tipo de análise e com a sua empresa Berkshire Hathaway tornou-se o terceiro homem mais rico do mundo investindo em empresas com base na análise fundamentalista. Ele teve participações relevantes em empresas como United Airlines, Kraft Heinz, American Express, Coca-Cola, entre outras.

Na análise fundamentalista leva-se em consideração fundamentos quantitativos e qualitativos da empresa analisada para chegar-se ao valor justo da ação. Esse não é o valor pela qual ela é negociada no mercado, mas sim um valor de referência que a empresa deveria, teoricamente, ser precificada no longo prazo de acordo com os seus fundamentos. Comparando-se o valor intrínseco ao preço de mercado da ação, o investidor tem a informação das ações que apresentam oportunidades por estarem sendo negociadas abaixo do seu valor justo, ou seja, com oportunidade de ganhos de acordo com seus fundamentos.

Conheça nossos serviços empresariais

Como realizar a análise fundamentalista?

Algumas das informações mais importantes na realização da análise fundamentalista estão nas demonstrações contábeis da empresa que será analisada. Com as demonstrações da empresa é possível definir um panorama da situação atual da empresa, levando em consideração a sua lucratividade, liquidez, endividamento, atividade, retorno para o acionista, entre outras questões.

Tendo analisado os números da empresa, o próximo passo é a análise macroeconômica. Nela verificam-se as perspectivas para índices macroeconômicos, como a inflação, taxa de juros, câmbio, entre outros, e o impacto desses índices na operação empresa. Para uma empresa endividada, por exemplo, uma diminuição da taxa de juros é algo que tem um impacto especialmente relevante. Já para uma empresa exportadora, o movimento do câmbio tende a ser mais relevante.

Após a análise dos fundamentos quantitativos, analisam-se os fundamentos qualitativos. Essa é a hora de verificar o quadro de acionistas relevantes, a diretoria executiva e o conselho da empresa, assim como o seu histórico de desempenho na administração de empresas do setor. A posição de mercado da empresa também é muito relevante, tendo em vista que empresas monopolistas tem uma maior proteção do seu market share e isso ajuda na apresentação de retornos mais consistentes. Por fim, o posicionamento das principais marcas da empresa e a visão por parte dos seus clientes também é um critério qualitativo relevante na análise.

Finalmente, após as análises quantitativas e qualitativas, realiza-se valuation da empresa, utilizando o fluxo de caixa descontado da empresa e/ou a análise por múltiplos de pares do mercado.

Via de regra, temos:

  • Ações para compra: empresas em que o valor/ação calculado no valuation da análise fundamentalista for maior que o valor que a ação está sendo negociada na bolsa de valores, são boas opções para compra
  • Ações para venda: do contrário, empresas com valuation abaixo do valor de mercado das ações estão superavaliadas e não são boas oportunidades de investimento

Conclusão

A análise fundamentalista é indicada para quem investe em ações e tem um viés de longo prazo. Essa é uma estratégia utilizada por vários gestores de fundos de investimento e que também pode ser utilizada pelo investidor individual. Nela analisam-se critérios quantitativos e qualitativos para chegar ao valor intrínseco da empresa. A comparação do valor intrínseco da empresa com o seu valor de mercado apresenta as empresas que tem boa oportunidade de investimento.

Onde você está, aonde quer chegar?
Nossa função é tornar sua jornada mais rápida e mais rentável. Escolhemos com você os investimentos que precisa, alinhados às suas necessidades. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações