Valuation: como calcular o valor de uma empresa?

  • 21/09/2016
Página inicial - Empresas - Valuation: como calcular o valor de uma empresa?

O valuation é o termo americano para se referir ao processo de avaliação de empresas, basicamente trata sobre a atividade de como calcular o valor de uma empresa de forma sistematizada, usando um modelo quantitativo.

Tal ação pode ser realizada para se investir em uma empresa, seja via compra de ações ou comprando um negócio real, como uma franquia por exemplo, para embasar uma decisão deve-se conhecer os princípios que dizem respeito a avaliação de ativos, ou melhor dizendo, o valuation. Ele ainda pode ajudar a mensurar e aprimorar a gestão empresarial.

Importância do valuation

Um valuation pode ser aplicado nos mais diversos tipos de empresas e seu grau de complexidade é específico de cada negócio. Em relação as Startups, que geralmente não tem histórico de receitas ou até mesmo sem um produto definido, o valuation é mais subjetivo e apresenta um maior risco para o investidor já que o modelo de negócio não foi testado. Ja negócios mais maduros, como uma empresa listada em bolsa com um longo histórico de resultados, as projeções são mais precisas.

Saber como calcular o valor de uma empresa também pode ser utilizado para fins internos, como instrumento de gestão. Ou seja, o valuation serve para mensurar a criação de valor e riqueza para os acionistas de um período para outro e, assim, analisar os resultados das estratégias corporativas e a eficiência dos executivos no cumprimento do objetivo principal da empresas: a maximização do valor. Em vista disso, a avaliação de empresas é uma ferramenta para aperfeiçoar o processo decisório.

Métodos de valuation: como calcular o valor de uma empresa

Os modelos de avaliação são essencialmente quantitativos, entretanto o processo de avaliação contempla muitos aspectos subjetivos, inseridos nas premissas dos modelos de avaliação. Essas premissas devem ser analisadas cuidadosamente, pois são fundamentais para a qualidade do modelo e para a confiabilidade dos resultados.

Existem vários métodos para se calcular o valor de uma empresa. Porém, alguns são mais conhecidos e utilizados, entre os quais estão os métodos de valuation que abordaremos neste artigo: i) avaliação por múltiplos, ii) método do fluxo de caixa de descontado.

1. Método da avaliação por múltiplos

É possível avaliar um negócio usando como base outras avaliações que os agentes do mercado já fizeram de empresas semelhantes ou comparáveis. Este método é conhecido por avaliação por múltiplos, ele é utilizado na maioria das vezes como um complemento ao método do fluxo de caixa descontado.

2. Método do fluxo de caixa descontado

Conseguimos avaliar seu valor intrínseco através de uma análise de sua capacidade de gerar fluxos de caixa futuros, o famoso fluxo de caixa descontado.  Este é o método para calcular o valor de uma empresa mais utilizado pelos bancos de investimento e por empresas de consultoria, sendo assim o mais difundido no mercado financeiro. Ele também será mais detalhado na sequência deste artigo.

No fluxo de caixa descontado, o valor do ativo é baseado no valor presente dos fluxos de caixa que esperamos que o ativo gere no futuro, na taxa de crescimento esperada dos fluxos e na incerteza associada ao seu efetivo recebimento. A incerteza e o risco refletem na taxa de desconto utilizada para descontar os fluxos de caixa a valor presente.

Detalhando o fluxo de caixa: mostre-me o dinheiro!

A projeção dos fluxos de caixa pode ser realizada utilizando desde modelos bem simplificados que só abordam o seu crescimento ao longo de um período ou usando uma taxa média, até modelos robustos que vão estimar vários determinantes do valor da empresa.

O modelo de projeção é baseado em modelos contábeis, onde é possível interligar os demonstrativos básicos: o balanço patrimonial, a demonstração do resultado do exercício, e o fluxo de caixa. Porém, mais importante que a integração desses relatórios financeiros, é a correta identificação dos direcionadores de valor da empresa.

Para o desenvolvimento de um processo de valuation confiável e válido, é importante conhecer os direcionadores de valor da empresa, podemos destacar alguns que geralmente mais utilizados por consultores e que são a base para as avaliações, são eles:

  1. Crescimento das vendas: aumento do faturamento no período projetado;
  2. Margem operacional: percentual de receita que sobra após o pagamento de todos gastos operacionais;
  3. Alíquota de impostos: projeção de todos impostos indiretos que serão pagos durante o período de projeção;
  4. Investimentos em capital de giro:  investimento para cobrir o prazo que a empresa tem que pagar seus fornecedores de insumos e ainda não recebeu de seus clientes pela venda de produtos no período projetado;
  5. Investimento em ativo fixo: investimento para a compra de ativos que irão fazer parte da planta da empresa e suportarão o crescimento das vendas no período;
  6. Custo de capital: é a taxa de aplicação do investidor, acrescida de um prêmio pelos risco que serão corridos e as incertezas;
  7. Período de duração do crescimento de valor: é o tempo que a empresa levará para consolidar sua posição no setor, ou o tempo para o setor maturar. Após esse período o crescimento deve acompanhar o crescimento da economia.

De modo resumido o valuation de uma empresa pode ser feito trazendo a valor presente as projeções de fluxo de caixa  e que possui três grandes etapas básicas:

  1. Estimar o fluxo de caixa (valores recebidos menos o valor gasto) da empresa para os próximos anos;
  2. Definir a taxa de desconto, usando como base o risco da empresa de acordo com outras oportunidades de investimento;
  3. Trazer os resultados para o valor presente e somá-los.

Conclusão: como calcular o valor de uma empresa?

Em um processo de valuation é normal que cada “parte” tenha uma estimativa de crescimento dos resultados futuros. Já que cada pessoa possui visões e argumentos diferentes, até o fato de alguém ser mais otimista ou pessimista em relação ao futuro influencia no cálculo do valor de uma empresa. Basicamente é impossível ter exatidão ao calcular o valor de uma empresa, pois de fato, ele é subjetivo.

O ponto que deve ficar claro é que o processo de valuation não deve querer determinar o valor EXATO de determinada empresa ou ativo. A questão básica é fornecer o valor que seja adequado para se pagar por determinado ativo, fornecendo assim, um parâmetro para dizer se tal empresa está barata ou cara em relação ao mercado de forma geral.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 4

       
    1. Alesson, boa tarde!
      O valuation não se resume apenas em fórmulas, mas sim uma metodologia com processos onde serão analisados critérios qualitativos e quantitativos para se determinar o valor aproximado da empresa.
      Ficamos à disposição.

  1. Abordagem interessante, desenvolvo avaliações de empresas através desta metodologia.

    1. Crisanto Ribeiro, obrigado pelo comentário. São metodologias consolidadas e amplamente utilizadas ao redor do mundo! Ficamos à disposição.

Últimas publicações