• 04/12/2018

Mercado futuro – Entenda essa modalidade de investimento

mercado futuro

O mercado futuro é um mercado de leilão, no qual os seus participantes compram e vendem contratos futuros de commodities, moedas e índices para liquidação física ou financeira em uma data específica no futuro. Os contratos futuros são ativos financeiros classificados como derivativos, já que o seu comportamento deriva da commodity ao qual está atrelado.

Origem e funcionamento do mercado futuro

O mercado futuro surge como uma evolução do mercado a termo e em ambos existe o estabelecimento de um contrato que define uma quantidade de uma determinada commodity, um preço e um local para a liquidação desse contrato. Um exemplo seria a negociação de 100 sacas de 60 kg de café, a R$160,00 a saca, para liquidação financeira na B3.

Ao comprar um contrato desses, seja futuro ou a termo, você concorda com os termos dessa negociação nesse preço. A diferença entre o mercado futuro e o termo é que, enquanto no termo o valor do contrato (diferença entre o preço acordado no contrato e o valor praticado pelo mercado no vencimento do contrato) é pago inteiramente no dia do vencimento, no mercado futuro o ajuste no preço é realizado diariamente. É importante destacar que no mercado futuro você não paga nem recebe pelo valor dos contratos, apenas arca com as oscilações do mesmo no tempo.

Os contratos futuros e a termo são ótimos instrumentos para proteção dos produtores das commodities negociadas. Digamos que um produtor de café veja que o seu custo e a sua margem de lucro estão adequados para um preço de R$160,00 a saca de café. Ele, no entanto, não consegue garantir que esse será o preço praticado no mercado quando ele efetivamente for entregar o café, no futuro. Com o mercado futuro ele consegue “travar” esse preço e garantir uma margem de lucro com a qual ele fique confortável. Do outro lado haverá um investidor que está disposto a correr o risco da variação do preço do café, podendo ganhar ou perder com isso.

Os mercados futuros permitem a negociação de uma série de commodities e na B3, mercado regulado de commodities do Brasil, é possível negociar açúcar cristal, boi gordo, café arábica, etanol anidro e hidratado, milho, ouro, petróleo e soja. Além disso é possível ainda negociar futuro de moedas, como por exemplo o dólar, ou de índices, como o Ibovespa ou o S&P 500.

Como operar no mercado futuro?

A operação no mercado futuro pode ser feita no seu home broker ou através da sua corretora e funciona de maneira muito parecida com as operações realizadas com ações. Você precisará do código do contrato que deseja negociar e após essa escolha é só lançar a ordem junto à corretora.

É importante destacar que no momento da compra não existe a liquidação financeira da operação, mas é necessário haver uma margem de garantia. Essa margem de garantia varia de contrato para contrato, sendo que a margem para um minicontrato do Índice Ibovespa é de aproximadamente 10% do valor da operação. De acordo com a variação do preço do contrato, a sua conta corrente passará por ajustes diários, que podem ser positivos ou negativos. Caso o ajuste seja positivo isso significa que você receberá a variação na sua conta e caso seja negativo é necessário que haja esse valor na sua conta para débito do ajuste.

Tipos de contrato

No mercado é possível negociar, dependendo do ativo, contratos ou minicontratos futuros. Os contratos são a unidade padrão, que varia de ativo para ativo, mas representa um lote maior, muitas vezes inacessível ao pequeno investidor. O minicontrato serve justamente para aumentar a acessibilidade do pequeno investidor a esse mercado, e ele geralmente é uma fração do contrato principal.

Principais vantagens

Diversificação

O comportamento do contrato futuro de uma determinada commodity ou moeda pode ser bastante descorrelacionado do comportamento de outros ativos na sua carteira, trazendo o benefício da diversificação e permitindo ganhos inclusive em mercados de baixa.

Liquidez

O mercado futuro é extremamente líquido, mais liquido inclusive que o mercado a vista, com negociações que chegam a R$100 bilhões por dia. Sendo assim esse é um mercado com baixíssimo risco de liquidez.

Transparência

Justamente por ser um mercado muito liquido e regulado, os contratos precisam ser padronizados e existe uma grande transparência nas negociações nesse mercado.

Principal risco

Alavancagem – esse é um ponto que pode ser visto tanto como uma vantagem quanto um risco. A alavancagem permite que você tenha uma exposição maior do que o valor que você possui, o que pode levar a ganhos extraordinários. Digamos por exemplo que você decida comprar R$100.000,00 em contratos futuros do índice Ibovespa. Para isso você precisaria deixar em margem aproximadamente R$10.000,00. Caso o índice Ibovespa suba 10% em um determinado mês, o ajuste que você receberá nesse mês será de R$10.000,00, o que representará uma valorização de 100% do valor inicial que você possui em margem. No entanto o inverso também é verdade, e se o índice cair 10% em um mês você terá zerado o valor que tem investido.

Comparação entre o mercado americano e o brasileiro

Apesar de o mercado futuro brasileiro ser grande, o mercado futuro americano é ainda maior e mais maduro. Isso observa-se pelo volume de negociações e a quantidade de contratos que são negociados nos Estados Unidos em comparação com o Brasil. O fato do mercado futuro americano ser significativamente maior traz vantagens a ele. Entre elas podemos citar uma liquidez ainda maior dos contratos das mais diversas commodities e também uma volatilidade menor no seu preço.

Conclusão

O mercado futuro é muito importante não apenas para instrumentalizar operações para o mercado financeiro, mas também para produtores agrícolas e de minério. Os contratos futuros são derivativos atrelados a uma commodity, moeda ou índice e podem ser negociados em contratos cheios ou minicontratos.

Para negociar nesse mercado basta uma conta em uma corretora, funcionando de maneira muito semelhante à negociação de uma ação. Entre as principais vantagens temos a diversificação dos riscos, a liquidez e a transparência desse mercado, enquanto a alavancagem pode ser vista tanto como uma vantagem quanto um risco desse mercado.

 

Onde você está, aonde quer chegar?
Nossa função é tornar sua jornada mais rápida e mais rentável. Escolhemos com você os investimentos que precisa, alinhados às suas necessidades. Clique aqui.

Resumo
Mercado futuro – Entenda essa modalidade de investimento
Nome do artigo
Mercado futuro – Entenda essa modalidade de investimento
Descrição
O mercado futuro é um mercado de leilão, no qual os seus participantes compram e vendem contratos futuros de commodities, moedas e índices para liquidação física ou financeira em uma data específica no futuro. Entre as principais vantagens temos a diversificação dos riscos, a liquidez e a transparência desse mercado.
Autor
Nome do editor
Par Mais

CATEGORIAS BLOG

CATEGORIAS BLOG

Deixe seu comentário