O que analisar antes de escolher uma instituição de investimento?

  • 22/10/2021
Página inicial - Investimentos - O que analisar antes de escolher uma instituição de investimento?

Escolher uma instituição de investimento não é uma tarefa simples e exige alguns cuidados.

Atualmente, existem diversas empresas no ramo e antes de tomar uma decisão, é preciso considerar diversos aspectos e pesquisar sobre as instituições financeiras.

Para auxiliar, explicamos neste artigo o que é uma instituição financeira e trouxemos alguns pontos de atenção antes de tomar a decisão de escolher uma instituição de investimento.

O que é uma instituição financeira?

A instituição financeira é responsável por intermediar a relação entre o investidor e os ativos/ produtos financeiros que ele pretende investir. Ou seja, ela faz uma ponte entre a pessoa e os investimentos.

Além disso, as instituições financeiras são responsáveis por custodiar seus investimentos.

Ou seja, elas guardam e cuidam dos seus recursos, proporcionando segurança, garantindo que as operações sejam realizadas e fazem também o acompanhamento das aplicações, além de atividades como ordens de compra e venda, depósitos e retiradas e o recebimento e pagamento de recursos e ativos.

Como escolher uma instituição de investimento?

Assim como na compra de uma casa ou de um carro, que você tira tempo para pesquisar as opções e verificar todos os detalhes e aspectos que são importantes para você, escolher uma instituição de investimento requer uma pesquisa detalhada de qual é a mais indicada para o seu perfil e objetivos. Veja algumas dicas para escolher uma instituição de investimento:

Conheça as opções de investimento

Mais importante do que investir, é conhecer os produtos que você pretende investir. Para isso, faça um estudo para avaliar os produtos que você gostaria de aplicar, verificando sempre se os investimentos escolhidos estão de acordo com o seu perfil de investidor e adequados para o que você precisa no momento.

Aqui na ParMais temos a BIO Financeira, uma metodologia própria que, além de mostrar o seu perfil de investidor, indica a estratégia de investimento ideal para o seu caso, considerando seus objetivos, momento de vida e sua capacidade financeira e patrimonial.

Avalie as instituições financeiras

Depois de conhecer minimamente os produtos e seu perfil de investidor, é hora de pesquisar as instituições financeiras.

Se você já possui conta em um banco ou outra instituição, a pesquisa pode começar por ele mesmo, verificando se as opções oferecidas são boas para o tipo de investimento que você pretende fazer e se os produtos do seu interesse estão disponíveis.

Se a resposta for sim, você pode seguir para o passo de verificar as condições e valor das taxas cobradas, caso contrário, pesquise por instituições que atenda os seus requisitos.

Instituições reguladas e certificadas

Um ponto importante na hora de escolher uma instituição de investimento é verificar se ela é certificada para operar o investimento que você procura. O mercado financeiro é altamente regulado e buscar por instituições que participem e estejam de acordo com as entidades reguladoras é de fundamental importância.

Por exemplo, para conhecer a lista de corretoras que podem operar na bolsa de valores, você pode acessar o site da B3. Para saber os dados das gestoras e fundos de investimentos, você pode acessar o site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). As informações sobre títulos públicos podem ser conseguidas no site do Tesouro Direto e detalhes dos bancos estão no site do Banco Central.

Além disso, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) oferece informações sobre previdência privada e a Superintendência de Seguros Privados (Susep) é responsável pelos seguros.

Também é possível verificar se a instituição é participante do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que é uma garantia para casos em que a instituição financeira associada a ele sofre quebra ou liquidação.

Conheça melhor as instituições

Separe as instituições que mais te chamaram a atenção e tire um tempo para fazer uma pesquisa mais detalhada sobre ela. Para isso, a internet e as redes sociais podem ser grandes aliadas.

Acesse sites como o “Reclame Aqui” para verificar a reputação das instituições e veja as avaliações e comentários no Facebook e Google.

Se você tem algum conhecido que é ou já foi cliente da instituição que você gostou, não deixe de perguntar sobre os serviços, atendimentos, experiências… Quanto mais informações você conseguir coletar, mais você terá segurança na escolha.

Compare produtos, condições e taxas cobradas

Depois de pesquisar os produtos e encontrar as instituições financeiras, o próximo passo é comparar os produtos nas diferentes instituições, pois é comum haver variações por causa da competição no setor.

Neste caso, atente-se aos custos operacionais, como taxa de administração, taxa de custódia, corretagem, custos para transferências, condições de saques, aportes mínimos, entre outros.

Todos esses detalhes são importantes para a sua escolha final, pois podem ter um impacto significativo no resultado dos seus investimentos.

Conclusão

Após analisar todos os pontos que citamos, você está pronto para escolher uma instituição de investimentos.

Investir com segurança é muito importante e você deve ter confiança na instituição financeira onde pretende “guardar” seus recursos.

Por isso, pesquise, estude e tenha critérios bem definidos para encontrar uma instituição financeira de confiança e que atenda às suas expectativas.

Dessa forma, você fica mais tranquilo, pois sabe que seus investimentos estão em boas mãos.

Gostou do conteúdo? Você pode gostar desses também:

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações