PIX Saque e PIX Troco – Conheça as novas modalidades do PIX

  • 21/09/2021
Página inicial - Vida financeira - PIX Saque e PIX Troco – Conheça as novas modalidades do PIX

O PIX – Sistema de Pagamentos Instantâneo – criado e gerido pelo Banco Central do Brasil (BCB) – ainda não completou um ano de existência, mas desde o seu lançamento, está ajudando a mudar o comportamento dos consumidores, que cada vez mais estão se adaptando às inovações de pagamento.

Prova disso são os novos serviços PIX Saque e PIX Troco que fazem parte da Agenda Evolutiva do PIX e serão implementados no próximo dia 29 de novembro.

Entenda neste artigo o propósito do PIX Saque e do PIX Troco.

O que é PIX Saque?

O PIX Saque será uma modalidade do PIX que permitirá que os clientes realizem saques nos pontos que ofertarem o serviço.

Por exemplo, você chega em um supermercado que permite o saque PIX e solicita a retirada de R$100,00 sem precisar fazer compras no local. A dinâmica será parecida com a de um PIX normal, com a leitura do QR Code disponibilizado pelo estabelecimento ou por meio do aplicativo do prestador de serviço.

O cliente fará o PIX do valor solicitado e receberá do estabelecimento o dinheiro em espécie.

Neste caso, o estabelecimento será um agente de saque, como se fosse um caixa eletrônico, mas com as facilidades do PIX.

O serviço poderá ser ofertado por estabelecimentos comerciais, redes de caixas eletrônicos (ATMs) compartilhados e os próprios participantes do Pix, por meio de seus ATMs próprios (máquinas de cartão).

O que é PIX Troco?

Para o PIX troco, a dinâmica será parecida com a do PIX Saque, mas com a diferença que o recebimento de recursos em espécie é feito juntamente com a realização de alguma compra no agente de saque.

Por exemplo, você realiza compras no valor de R$80,00 em um supermercado e realiza um PIX de R$100,00. Dessa forma, você receberá R$20,00 em espécie. Ou seja, o PIX é feito pelo valor da compra mais o valor do saque e o extrato entregue ao cliente evidenciará tanto o valor da compra (R$80,00) como o valor do saque (R$20,00 – troco), de acordo com o exemplo citado.

Tarifas

Para as pessoas e empresários individuais que utilizarem o PIX Saque e o PIX Troco, não haverá cobrança de tarifas por parte da instituição para até oito transações por mês.

Já o estabelecimento comercial que disponibilizar as modalidades receberá uma tarifa por cada transação, que pode variar entre R$0,25 e R$0,95, dependendo da negociação com a instituição de relacionamento. Quem fará o pagamento dessa tarifa é a própria instituição de relacionamento.

Além disso, oferecer o Saque PIX e o Saque Troco causa um “efeito vitrine” para o comércio, pois possibilita que os estabelecimentos ganhem mais visibilidade para seus serviços e produtos.

Vantagens PIX Saque e PIX Troco

A utilização do PIX Saque e PIX Troco promete benefícios para os cidadãos e também para os estabelecimentos comerciais e pequenos lojistas.

Com as novas modalidades de PIX, o cidadão contará com mais opções de acesso ao dinheiro físico, já que os recursos poderão ser sacados de diversos locais e não somente em caixas eletrônicos.

A vantagem para o comércio que disponibilizará as novas modalidades de PIX é que as transações terão uma tarifa que pode variar de R$0,25 a R$0,95, conforme citado acima.

As novas modalidades de PIX, quando ofertadas, devem estar disponíveis para todos os usuários de qualquer instituição que participa da PIX e devem seguir as normas de segurança do serviço.

Sucesso do PIX

O PIX foi criado em 2020 e se tornou um fenômeno, pois em menos de um ano, ele já é o segundo meio de pagamento mais utilizado no Brasil, segundo levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae.

Segundo a pesquisa, as modalidades de pagamento mais utilizadas são:

  • Dinheiro – 71%
  • PIX – 70%
  • Cartão de débito – 66%
  • Cartão de crédito – 57%

Dos usuários que participaram da pesquisa, 83% justificam a preferência pelo sistema de pagamentos instantâneo por causa da rapidez e praticidade. 34% preferem o PIX por evitar ou minimizar contato físico com máquinas e/ ou pessoas e 32% pela segurança.

De acordo com o Banco Central, o número de usuários que fizeram ou receberam ao menos uma transação por PIX chegou perto de 100 milhões, com o volume financeiro das transações PIX liquidadas mensalmente ultrapassando os R$530 milhões (dados de 31 de agosto de 2021).

Conclusão

Com menos de um ano de existência, o PIX já conquistou os brasileiros e se tornou o segundo meio de pagamento mais utilizado no país.

Para seguir com as melhorias no serviço e oferecer mais opções para os usuários, o Banco Central aprovou o PIX Saque e o PIX Troco, duas modalidades que prometem facilitar ainda mais as transações e a oferta de serviço de saques.

As modalidades do PIX poderão ser utilizadas a partir de 29 de novembro e quando ofertadas, estarão disponíveis para todos os usuários de qualquer instituição que participa.

Para as pessoas e empresários individuais, não haverá cobrança de tarifas por parte da instituição para até oito transações por mês.

Já o estabelecimento comercial que disponibilizar as modalidades receberá uma tarifa por cada transação, que pode variar entre R$0,25 e R$0,95.

Gostou do conteúdo? Você pode gostar desses também:

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações