Sua conta
  • 22/01/2016

Case Par Mais: Marcelo quer empreender com segurança

Início / Cases / Case Par Mais: Marcelo quer empreender com segurança

img-empreender

O caso:

  • Perfil: Marcelo, 31 anos de idade, solteiro, administrador;
  • Empregado com carteira assinada por 10 anos e recentemente demitido. Gostaria de empreender no ramo alimentício (lanches e almoços rápidos);
  • Recebeu o valor de R$ 180.000,00 referente a rescisão e FGTS;
  • Despesas Pessoais (mensais): R$ 5.600,00 (incluindo financiamento do carro);
  • Investimento previsto inicial de R$ 68.000,00;
  • Despesas fixas do negócio: R$ 5.500,00 (sem considerar os custos variáveis);
  • Receita prevista com a venda de 30 almoços por dia, por 20 dias úteis no mês no valor de R$26,00 cada, totalizando R$ 15.600,00;

Dúvida:

O que a Par Mais acha desse empreendimento? Marcelo quer empreender com segurança.

Solução Par Mais:

  1. Simulando o retorno do empreendimento com a venda de 30 refeições/dia, num período de 2 anos, a taxa de retorno deste empreendimento seria positiva de 14% ao ano. O lucro seria de R$ 10.100/mês porém, não foram considerados os custos de insumos necessários para os próximos meses. Assim, o investidor corre o risco de consumir sua reserva de segurança para arcar com suas despesas mensais pessoais e com os custos variáveis da empresa;
  2. Fazendo a simulação do mesmo cenário (2 anos), porém investindo o valor inicial (68mil) aplicado num investimento de baixo risco (por exemplo, tesouro nacional) poderia retornar cerca de 16% ao ano;
  3. O empreendimento teria um payback de 8 meses, isto é, depois de 8 meses já começaria a dar lucro sobre o capital investido;
  4. Caso o cliente opte por não abrir o negócio e investir os 68mil, em um investimento conservador (12,5% a.a.), teria ao fim de 5 anos R$ 122.963,00 acumulados.
  5. Por fim e talvez o mais importante de tudo, Marcelo achava que por utilizar o imóvel da família não teria o custo do aluguel, mas não levava em consideração de que se o imóvel estivesse disponível e fosse alugado, isso aumentaria sua receita mensal! Incluindo o valor líquido do aluguel na conta o empreendimento ficou ainda menos atrativo.

O resultado:

Comparando o Empreendimento x Investimento, o risco do empreendimento não vale a pena considerando o custo oportunidade. Caso o cliente decida investir os R$ 180.000 em um investimento livre de risco, poderia consumir sua reserva com as despesas pessoais por 3 anos e meio. O ideal seria utilizar parte desta reserva de segurança durante este período de transição de carreira e definir um empreendimento que possui melhores perspectivas de retorno e menos risco.

Confira outras solicitações dos Clientes e internautas à Par Mais:

Família com endividamento

Investir ou financiar

Chef Malu queria reduzir o ritmo de trabalho aos 60 anos

Quitar o financiamento do seu imóvel ou investir?

 

Par Mais – 22.01.2016

A Par Mais Empoderamento Financeiro tem um propósito claro: fazer com que as pessoas mudem sua relação com o dinheiro para alcançar a liberdade e serem mais felizes. Os especialistas da Par Mais desenvolveram um método que visa tornar qualquer pessoa capacitada a ter o controle das suas finanças. Conheça os nossos serviços. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×