• 09/05/2018

Série Estratégias de Investimento – Multimercado

estratégias de investimento multimercado

No mercado de capitais, os dois tipos de investimento mais comuns são a Renda Fixa e a Renda Variável, cada um com as suas características. Existe, no entanto, um outro tipo de investimento que junta as melhores características da Renda Fixa, Renda Variável e de outras classes de ativo que é o Fundo Multimercado. Segundo dados recentes da ANBIMA, os Fundos Multimercado já são quase 20% do total da indústria de fundos. Nesse artigo falaremos sobre o que são, quais as vantagens, desvantagens e principais estratégias que podem ser adotadas em fundos multimercado.

O que são Fundos Multimercado?

Fundos Multimercados são fundos que tem liberdade para operar nas mais diversas classes de ativo. Nesse tipo de fundo, os cotistas dão liberdade ao gestor para que obtenha rentabilidade aonde estiverem as oportunidades, sem as amarras de um fundo de uma classe específica de ativo. Isso quer dizer que esse tipo de fundos pode e costuma investir em títulos de renda fixa, ações, moeda, derivativos, entre outros ativos, tanto no Brasil quanto no exterior. Devido a essa liberdade, esses fundos costumam ser altamente versáteis e muitas vezes se beneficiam de períodos de alta volatilidade no mercado.

Um Fundo Multimercado depende muito da expertise dos seus gestores. É com base neles e nas suas estratégias que o fundo gera valor para os seus cotistas. A diversidade nas opções do gestor faz com que os fundos multimercados possam ser bastante diferentes entre si. A maioria dos multimercados são de perfil moderado ou agressivo, porém existem fundos nessa estratégia tão conservadores quanto fundos de Renda Fixa assim como fundos mais voláteis que fundos de Renda Variável.

Vantagens e desvantagens dos Fundos Multimercados

Vantagens

Uma das principais vantagens dos Multimercados é a sua capacidade de obter rendimentos interessantes mesmo em situações na qual o mercado está em queda. Os ganhos de um fundo multimercado costumam ser descorrelacionados dos ganhos de fundos de outras classes de ativo, trazendo assim o benefício da diversificação à carteira de quem investe nesse tipo de fundo.

Outra vantagem desse tipo de fundo é a sua gestão profissional. Alguns dos maiores talentos do mercado de capitais brasileiro e do mundo são gestores de fundos multimercado, com currículo extenso e um largo histórico positivo de rentabilidade. Investindo em fundos multimercado você se expõe à capacidade desse gestor de rentabilizar o seu investimento, que é algo positivo. Além disso o timing de entrada e saída de algum mercado específico fica a critério de um gestor que já possui histórico e experiência nessa questão.

Outra questão positiva é a sua alavancagem. Diferente de outros fundos que tem essa limitação, vários fundos multimercado podem alavancar as suas posições, potencializando assim os seus resultados, tanto positivos quanto negativos.  Finalmente, outra vantagem desse tipo de fundo é que eles são efetivamente uma maneira simples de diversificar os seus investimentos. O gestor de um fundo multimercado diversifica o risco da sua carteira investindo em vários mercados no qual vê oportunidade, portanto investindo nesse tipo de fundo você estará indiretamente diversificando a sua exposição em diversos mercados.

Desvantagens

Os fundos multimercados se posicionam de acordo com as suas perspectivas nos diversos mercados e, por mais que mitiguem os seus riscos, historicamente eles costumam ter um desempenho negativo quando acontece um “evento de cauda”. Eventos de cauda são eventos com baixa probabilidade de acontecer, porém de alto impacto. Esse tipo de evento surpresa pode pegar um gestor multimercado de surpresa, fazendo com que o cenário esperado não se concretize e gerando perda aos cotistas. Além disso, outros eventos podem impactar no fundo. Como o desempenho depende da leitura do gestor em relação ao mercado ou até mesmo em relação ao momento, podem acarretar em um mau desempenho.

A alavancagem dos fundos multimercado tem o seu aspecto positivo, porém também pode ser vista como negativa. Ao se alavancar, um fundo multimercado investe um valor maior do que o patrimônio do fundo. Isso pode gerar ganhos extraordinários, mas também pode aumentar as perdas do fundo. Em uma situação extrema, um fundo que é alavancado pode, efetivamente, ficar com um patrimônio negativo. Chegando nessa situação os cotistas podem ser chamados a cobrir o patrimônio do fundo. Não são todos os fundos multimercados que tem esse tipo de exposição e é muito difícil que um fundo chegue nessa situação extrema, porém é importante saber que é um risco possível.

Estratégias dos Fundos Multimercado

Multimercado Arbitragem

Busca retornos com baixa ou sem nenhuma correlação com o mercado de ações ou de títulos. O seu objetivo é neutralizar o risco de mercado por meio de ativos que cancelam a exposição ao risco sistêmico. Essa estratégia costuma ser montada com diferentes ativos de um mesmo emissor ou de um mesmo setor. Um exemplo seria a compra de um título conversível em ações e a venda das ações de um mesmo emissor.

Multimercado Macro Global

Esse tipo de fundo analisa o impacto que tendências macroeconômicas terão na taxa de juros, moeda, commodities ou outros ativos, fazendo posições compradas ou vendidas de acordo com a sua sensibilidade ao evento. Com base nessa análise o gestor pode se posicionar em ativos no mercado global, como renda fixa, ações, moedas, derivativos e etc. Esses fundos nem sempre usam de arbitragem como hedge para as suas posições, mas ainda assim costumam ter uma volatilidade acima da média.

Multimercado Macro Local

Diferentemente do Macro Global, esse tipo de fundo só se posiciona em ativos do mercado local. Apesar da quantidade de ativos ser menor, existe o benefício da análise ter um escopo menor, com menos variáveis e uma maior chance de acerto. Assim como o Macro Global, esse fundo vai analisar o impacto de tendências macroeconômicas em diferentes classes de ativos e se posicionar de acordo.

Multimercado Long & Short

Os long & short podem ter posições compradas ou vendidas em diversas classes de ativos. Diferente da maioria dos fundos de investimento que só podem ficar comprados nas posições na qual acreditam, esse tipo de fundo pode ficar vendido dependendo da sua convicção, potencializando assim a rentabilidade. Essa estratégia pode ser Market Neutral, ou seja, ter exposição neutra a um determinado mercado (posições compradas e vendidas na mesma magnitude), ou pode ter um direcional comprado ou vendido de acordo com a cabeça do gestor.

Conclusão

As características dos Fundos Multimercado fazem deles um tipo de fundo muito interessante para as mais diversas carteiras. Com fundos multimercados é possível acessar a gestão de alguns dos gestores mais bem-sucedidos do mercado brasileiro e mundial. A possibilidade de exposição em diversos mercados faz com que o fundo seja diversificado e descorrelacionado de outros tipos de fundos. Esses fundos, no entanto, são especialmente impactados por eventos de cauda, portanto é necessário analisar bem e ter cautela. Fique atento à série Estratégias de Investimento para saber mais sobre outros tipos de estratégia.

Resumo
Série Estratégias de Investimento – Multimercado
Nome do artigo
Série Estratégias de Investimento – Multimercado
Descrição
As estratégias de investimentos dos Multimercados operam nas mais diversas classes de ativo. Nesse tipo de fundo, os cotistas dão liberdade ao gestor para que busque rentabilidade aonde estiverem as oportunidades, sem as amarras de um fundo de uma classe específica de ativo.
Autor
Nome do editor
Par Mais

CATEGORIAS BLOG

CATEGORIAS BLOG

Deixe seu comentário