8º Trabalho de Hércules: ser humilde e reconhecer nossos erros

  • 03/08/2017

12 trabalhos financeiros desafio 8

O desafio “Meus 12 trabalhos financeiros” é uma analogia aos 12 trabalhos de Hércules, em que teremos uma tarefa por mês para você melhorar sua relação com o dinheiro. Afinal, sabemos que lidar com as finanças, muitas vezes, pode ser algo extremamente assustador e que nos exige uma força sobre-humana.

O OITAVO DESAFIO DE HÉRCULES – CAPTURA DAS ÉGUAS ANTROPOFÁGICAS DE DIOMEDES

Diomedes, filho de Marte, governava uma terra de pântanos onde criava os cavalos e as éguas para a guerra. Os cavalos eram selvagens e as éguas eram ferozes, diante das quais os homens tremiam, pois elas matavam todos os que cruzassem seu caminho e procriavam, sem cessar, cavalos extremamente selvagens e perversos.

Hércules recebeu a tarefa de capturar as malignas éguas e dar um fim às atrocidades delas. Por isso, Hércules chamou seu inseparável amigo, Abderis. Após planejar seus atoscuidadosamente, os dois seguiram os cavalos soltos pelos pântanos da região e, finalmente, encurralaram as éguas bravias num campo onde não havia espaço para que se movessem. Lá, ele as agarrou e as acorrentou e deu gritos de alegria pelo sucesso alcançado.

Tão feliz se sentia que julgou indigno de si conduzir as éguas até Diodemes. Para isso, chamou Abderis e deu a ele a tarefa e seguiu adiante. Mas Abderis era fraco e teve medo. Não conseguiu conter as éguas, que se voltaram contra ele e o mataram, fugindo em seguida.

Hércules retornou à sua tarefa, mais sábio, presa da dor, humilde e abatido. Procurou os cavalos por toda a parte, deixando o amigo morto no chão. Prendeu novamente os cavalos eos conduziu ele mesmo. Mas Abderis estava morto. Os cavalos foram conduzidos para um lugar de paz para serem domesticados e adestrados e o povo aclamava Hércules como seu libertador e salvador de sua terra. Mas seu amigo estava morto e Hércules sabia que o Trabalho estava feito, mas mal feito. Sabia que havia uma importante lição a aprender dessa tarefa antes de prosseguir.

Para ler mais clique aqui.

Nosso herói Hércules, nesse oitavo trabalho, superestimou a força do seu leal companheiro ao entregar as éguas. Este erro causou a morte do seu amigo. Assim como Hércules, cometemos erros irreparáveis em alguns momentos de nossas vidas.

Temos que refletir e analisar cuidadosamente como nos comportamos com nossos amigos, familiares, com quem amamos. Mas antes de qualquer coisa, temos que analisar como “nos tratamos”. Que erros irreparáveis fizemos a nós mesmos?

E será que são irreparáveis mesmo? Muitas vezes, nãoMas, no mundo dos investimentos, erros irreparáveis são cometidos diariamente. Erros que causam reais perdas financeiras e que, muitos investidores cometem embriagados pela ilusão do falso conhecimento e da busca pela fortuna fácil.

O nosso oitavo desafio é analisarmos nosso comportamento frente aos nossos investimentos e ver se não estamos cometendo erros que, além de afetar nossa saúde financeira, muitas vezes colocam em cheque a nossa boa relação com familiares e amigos.

Para facilitar a sua reflexão, seguem os erros mais comuns:

Excesso de confiança
Novos investidores costumam se empolgar rapidamente com bons resultados e o excesso de confiança faz com que subestimem os riscos e supervalorizem seus conhecimentos e capacidades. Isso pode ser muito perigoso, pois o investidor acredita que pode prever o futuro e que não irá tomar decisões erradas, o que sabemos ser impossível.

Falta de objetivos
A falta de objetivos bem definidos na hora de investir é um grande perigo. Principalmente porque jovens investidores não conhecem o mercado com propriedade e não sabem ao certo onde pretendem chegar. Defina metas de acordo com o seu momento de vida, estabelecendo objetivos de curto, médio e longo prazo.

Imediatismo
Ficar rico da noite pro dia. Esqueça, isso não vai acontecer, a menos que você ganhe na loteria. Novos investidores precisam entender que cada tipo de aplicação demanda tempo, planejamento e estratégias específicas, e que ganhar dinheiro rapidamente é ilusão. Alguns investidores inexperientes, na ânsia de ganhar dinheiro rápido, perdem a noção dos riscos e acabam caindo em fraudes e golpes financeiros, perdendo muito mais do que ganhando.

Não diversificar os investimentos
Aquela velha história de colocar todos os ovos em uma cesta só. Este é um erro bem comum aos jovens investidores. Isso porque, ao construir uma carteira de investimentos e colocar todo o dinheiro em uma única aplicação, o risco geral do seu investimento aumenta, e mais do que isso, deixa seu dinheiro mais vulnerável e desprotegido em casos de eventuais perdas.

Ouvir opiniões alheias
Algumas instituições, gerentes de bancos e corretoras agem por interesses próprios, movidos por metas e lucros que são favoráveis para eles, mas não necessariamente para você. Então fique esperto para não cair na conversa alheia e investir o seu dinheiro em verdadeiras armadilhas financeiras.

Outro perigo que vai além de ouvir opiniões alheias e, é possível perceber no mundo dos investimentos, é o chamado efeito manada. É um comportamento em que tendemos a seguir escolhas e direções nas quais a maioria das pessoas está seguindo.

Muita calma nessa hora: isso pode comprometer todo o seu planejamento e também os resultados dos seus investimentos.

Ignorar custos, como taxas e impostos
Alguns investidores acabam esquecendo que cada transação financeira envolve taxas de movimentação e impostos. Cuidado, porque negligenciar estes valores pode comprometer todo o seu rendimento. É o caso de ter uma rotatividade muito alta de ativos.

Ou então, quando você faz um plano de previdência, com ele, você se compromete com taxa de carregamento, taxa de saída, etc. Ao investir em imóveis, impostos como ITBI e custos com registro geralmente são comumente esquecidos. O IOF, por exemplo, é um imposto cobrado em muitos investimentos financeiros e que é recolhido nos 30 primeiros dias de aplicação, com alíquota decrescente de 96% até chegar a zero no trigésimo dia. Além disso, investimentos em geral também possuem a incidência do imposto de renda, que também deve ser considerado nas análises de investimentos.

Participe do desafio, envie seu relato!

Quer concorrer a um ano de consultoria financeira e de investimentos gratuita em 2018? Conte pra gente como está sendo suas experiências nesses 8 primeiros trabalhos.

Faça um comentário com a sua história aqui nesse post, ou então deixe o seu relato na nossa fanpage.
Se você tiver alguma dúvida ou precisar de ajuda nessa tarefa, nossos especialistas estão prontos para te atender. Clique aqui e fale conosco.

Confira o regulamento completo aqui.

Deixe seu comentário