Janeiro Branco: como as finanças influenciam nos problemas mentais

  • 16/01/2021
Página inicial - Vida financeira - Janeiro Branco: como as finanças influenciam nos problemas mentais

A Campanha Janeiro Branco propõe chamar atenção para as questões relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas, ainda mais agora que estamos enfrentando desafios que geram muito estresse e ansiedade. Nesses momentos, se preocupar com a saúde mental é fundamental para que possamos passar por esses momentos sem grandes problemas.

O mês de janeiro foi escolhido para a Campanha Janeiro Branco pois, geralmente, no início do ano, as pessoas estão mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, em suas condições de existência, em suas emoções e em seus sentidos existenciais. Janeiro também é o mês em que as pessoas costumam iniciar seus orçamentos e a organização das finanças para o ano.

Sabemos que uma vida financeira bagunçada pode ocasionar diversas complicações, por isso, fizemos este artigo para falar sobre a importância da campanha Janeiro Branco e como a falta de organização das finanças também podem influenciar nos problemas mentais.

Campanha Janeiro Branco e os cuidados essenciais

Os desafios que estamos enfrentando acabam gerando muito estresse e ansiedade, o que torna necessário buscarmos um olhar para dentro de nós mesmos e cuidarmos da saúde física e, principalmente, mental. Neste aspecto, a vida financeira também merece uma atenção especial, pois quando estamos com as finanças organizadas, fica mais fácil lidar com os momentos de dificuldades.

A importância da organização financeira

É bastante comum as pessoas não saberem gerenciar as suas finanças e isso acontece porque, desde cedo, elas não são ensinadas a lidar com o dinheiro. A partir do momento em que começam a entender o valor do dinheiro, as pessoas passam a agir com mais racionalidade e a ter um domínio mais consciente dos seus ganhos e despesas.

Além disso, sabendo lidar com as finanças, as pessoas se tornam capazes de gerenciar as próprias contas, conseguem identificar e evitar as armadilhas de consumo, e se tornam mais seguras em momentos de incertezas, evitando dores de cabeça desnecessárias, estresse, ansiedade e até mesmo a depressão.

Saiba mais: Consumo consciente: o que realmente importa para você?

Os primeiros passos para começar a colocar em prática a organização financeira e ter disciplina são:

Dores mais comuns relacionadas ao dinheiro

Saber lidar com o dinheiro e não cair nas armadilhas do consumo impulsivo é uma forma de evitar algumas dores que o mau uso dele provoca, pois a organização financeira proporciona segurança e tranquilidade. As principais dores em relação à saúde financeira são:

Trabalhar muito e não saber o destino do dinheiro

É comum as pessoas passarem muito tempo trabalhando para ganhar dinheiro para pagar as contas, mas acabam não fazendo um controle financeiro e no final do mês, não sabem onde o dinheiro foi gasto e não entendem como não sobra dinheiro para poupança. De nada adianta dedicar várias horas do seu dia para o trabalho e não ter tempo para cuidar do seu dinheiro.

Infidelidade financeira

A infidelidade financeira é um dos maiores motivos de divórcio no mundo e acontece quando um parceiro omite informações do outro, como ter patrimônio ou dívidas escondidas ou realiza compras que comprometem o orçamento familiar. O controle financeiro do casal deve ser feito de forma cuidadosa e transparente, evitando problemas com o orçamento e evitando que problemas financeiros acabem estremecendo a relação.

Guardar dinheiro na poupança

A caderneta de poupança é a queridinha dos brasileiros. Ela costuma estar no topo da preferência de quem quer começar a guardar dinheiro. Mas, além de não ser um investimento recomendado em função da sua baixíssima rentabilidade, ela também serve de muleta para algumas pessoas acomodadas, que não procuram saber se existem investimentos mais alinhados com os seus objetivos. O dinheiro simplesmente fica lá parado, gerando resultados praticamente nulos ou às vezes até negativos.

Não saber se investe corretamente

Outra dor é não saber se seu dinheiro está sendo investido da melhor forma possível. E isso é causado por uma série de fatores: insegurança ao escolher os tipos de investimento, falta de conhecimento de como eles funcionam e o medo de perder dinheiro diante da imprevisibilidade dos resultados.

Vieses comportamentais

Os vieses comportamentais são comportamentos corriqueiros que podem nos levar a tomar decisões irracionais, que podem prejudicar o nosso dia a dia, nossas finanças, investimentos e também nossa saúde mental.

Alguns desses comportamentos são consequências da forma como processamos as informações, ou seja, são atalhos mentais que o cérebro usa para tomar decisões ou fazer julgamentos.

Para explicar melhor sobre esse assunto, criamos a série “Vieses Comportamentais”, com vídeos que citam exemplos desses comportamentos e mostra como driblá-los.

Benefícios da organização financeira

Uma pessoa com as finanças organizadas é mais racional, apresenta maior equilíbrio e passa a tomar decisões mais precisas e ponderadas. Além disso, passa por momentos de dificuldades e estresse com mais tranquilidade e segurança, pois sabe que o dinheiro não será um grande problema.

Aplicando os conceitos de educação financeira, você perceberá que é possível se permitir ficar mais tempo com os familiares, fazer viagens, ter um dinheiro guardado para quando for preciso e, ainda, se aposentar mais cedo.

Conclusão

Janeiro Branco é uma campanha no mesmo estilo da Campanha Outubro Rosa e Novembro Azul e tem como objetivo chamar a atenção para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas.

Em linha com a campanha Janeiro Branco, alertamos sobre a importância de manter as finanças organizadas, para evitar que preocupações com dinheiro se tornem o motivo de ansiedade, estresse e até mesmo a depressão.

Quanto antes você começar a se organizar e colocar em prática hábitos saudáveis de educação financeira, mais cedo você perceberá o reflexo do resultado positivo na sua saúde financeira, trazendo benefícios também para a sua saúde emocional e física.

Comece seu ano cuidando da sua mente e das suas finanças para cuidar da sua vida!

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações