Entenda o que é e como calcular Dividend Yield

  • 02/10/2020
Página inicial - Investimentos - Entenda o que é e como calcular Dividend Yield

Para os investidores que desejam montar um portfólio capaz de gerar renda, é muito importante conhecer e entender o conceito de dividend yield, que nada mais é que a relação entre os dividendos pagos pela empresa ou fundo imobiliário e o preço atual do ativo. Entenda neste artigo o que é este indicar e como é feito o cálculo.

O que é Dividend Yield

O Dividend Yield, também chamado apenas pelas iniciais DY, significa literalmente “rendimento do dividendo” e é um índice utilizado para medir a rentabilidade dos dividendos de uma empresa em relação ao preço de suas ações.

Em resumo, é um indicador que mostra quanto um ativo pagou em proventos – dividendos e juros sobre capital próprio – no período de 12 meses em relação ao preço atual do valor de mercado da ação. Dessa forma, é possível ter uma ideia do valor que a empresa poderá pagar em proventos nos próximos 12 meses.

Os dividendos podem ser divididos em dois grupos:

  • Ordinários: que são pagos por causa do lucro da empresa durante o ano fiscal
  • Extraordinários: são pagos por causa de acontecimentos que não estavam previstos.

Como calcular DY

Para calcularmos o dividend yield precisamos dividir o valor dos dividendos pagos por ação/cota pelo valor unitário da ação/valor da cota e multiplicar o resultado por 100.

DY = Dividendos pagos por ação ÷ valor unitário * 100

Por exemplo:

Um investidor possuir cotas de um fundo imobiliário, cotadas a R$98, e distribuiu dividendos de R$0,60/cota, o dividend yield do fundo será de 0,61%.

DY = R$ 0,60 ÷ R$ 98 * 100 = 0,61

Ou seja, cada cota que o investidor possui do fundo pagou 0,61% do valor da cota em dividendos.

Os dividendos no Brasil são isentos de imposto de renda, portanto, com a taxa de juros nos patamares atuais, conseguir um dividend yield de 0,60%/mês, como citado no exemplo, significa um yield de 7,44% ao ano, que equivale a 372% do CDI no ano.

Por que entender sobre Dividend Yield?

Para investidores que têm o objetivo de formar renda, investir em empresas que pagam bons dividendos pode ser uma boa opção.

Saber o DY de cada ação ou fundo imobiliário é importante para ter condição de montar carteiras para esses objetivos, mas o indicativo não deve ser olhado separadamente para o processo de escolha de qual ativo comprar.

Vale lembrar que o dividend yield é inversamente proporcional ao preço da ação. Geralmente, quanto maior o preço da ação, menor é o percentual de retorno em dividendos.

Portanto, se o um papel ou fundo estiver com um preço muito baixo, o dividend yield pode parecer melhor do que ele é. Por isso, o DY deve fazer parte do processo de análise do ativo, mas nunca de forma individual.

Também é importante analisar o histórico de pagamentos da empresa, para saber se o retorno oferecido está de acordo com seus resultados comuns.

Além de acompanhar o valor do dividend yield, é importante saber a procedência dos dividendos, para avaliar se o pagamento é rotineiro ou se resulta de outros fatores. Dessa forma, é importante analisar também os DYs de anos anteriores, para verificar se os valores são regulares e os lucros consistentes.

Fatores que influenciam o DY

Como já citamos, o dividend yield não deve ser avaliado de forma isolada e também não deve ser visto como garantia de lucros futuros. Ele é uma variável importante, mas fatores como a rentabilidade da empresa e suas margens também são importantes de serem consultados.

Além disso, outros fatores que podem influenciar o DY são os preços das ações, a base de dividendos pagos no último ano, pagamento de dividendos extraordinários e o payout – indicador da parcela do lucro que será distribuída.

Conclusão

O Dividend Yield é um índice utilizado para medir a rentabilidade dos dividendos de uma empresa em relação ao preço de suas ações.
Para investidores que tem o objetivo de formar renda, investir em empresas que pagam bons dividendos pode ser uma boa opção.

O DY não deve ser avaliado de forma isolada e também não deve ser visto como garantia de lucros futuros. Ele é uma variável importante, mas diversos fatores devem serem consultados antes de escolher a empresa para investir.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações