Sua conta
  • 04/08/2015

Alta do dólar e os impactos na economia brasileira

Início / Investimentos / Alta do dólar e os impactos na economia brasileira

alta do dólar moedas flecha para cima

Muito se fala na alta do dólar, que está no seu maior patamar em 12 anos. O principal motivo foi o enfraquecimento do real contra a maior parte das moedas do mundo e a valorização do dólar no mercado internacional, pelo ceticismo quanto ao futuro na economia global. 

No gráfico abaixo, foi realizado um comparativo do real contra algumas das principais moedas no mundo, e pode-se perceber que, o real se desvalorizou frente a todas, especialmente contra o dólar e o yuan – as divisas das duas maiores economias do planeta, Estados Unidos e China, respectivamente. Esse processo se intensificou no primeiro trimestre de 2015, onde concomitantemente com a crise política interna, a expectativa de default da dívida grega fez com que a demanda por ativos fortes, como o dólar, intensificasse o processo.

O que poucas pessoas desconhecem é qual a influência da elevação da moeda norte-americana na economia brasileira. Afinal:

Alta do dólar e os impactos na economia brasileira.

Quem ganha com a alta do dólar:

  • Setor de exportação – isso porque os produtos brasileiros ficam mais baratos e competitivos no exterior, uma vez que para um importador estrangeiro, o real fica mais barato frente ao dólar;
  • Turismo interno – pelo fato de as viagens ao exterior ficarem caras, as pessoas tendem a realizar passeios pelo próprio território mesmo;
  • O comércio nacional – por conta dos produtos estrangeiros estarem mais caros, se torna menos atraente a compra fora do país e os consumidores acabam optando pela compra de produtos nacionais;
  • Turistas estrangeiros – pela desvalorização do real, eles podem consumir e injetar dinheiro na nossa economia.

É importante ressaltar que mesmo para o setor de exportação, que tende a se beneficiar mais do que os outros, não tem visto muita vantagem, uma vez que a inflação está muito alta e acaba gerando um problema de competitividade da própria economia brasileira – além de não estar fácil a venda para os outros países.

 

Quem perde com a alta do dólar:

  • As viagens ao exterior – como dito acima, os turistas acabam optando por viagens dentro do território nacional, já que fica difícil multiplicar passagens, hotéis, compras, por três;
  • As compras de produtos importados – pelo câmbio elevado, os brasileiros deixam de realizar compras no exterior, pelo preço estar equivalente, ou até mesmo maior do que se comprar no Brasil;
  • O aumento dos preços – muitos componentes são importados e a moeda mais utilizada é o dólar americano. Dependendo de quanto o dólar subir, esse aumento de preços poderá se tornar generalizado, elevando a inflação. Nesse sentido, o IGP-M, utilizado geralmente para reajuste de aluguéis, sofre rapidamente e com mais intensidade os efeitos do aumento do dólar do que IPCA, outro importante índice de inflação;
  • Empresas de grande porte e o governo federal – muitos deles tem suas dívidas cotadas em dólar, logo com o aumento deste, o custo da dívida e o montante aumentam proporcionalmente.

 

Uma dica aos turistas que devem ir ao exterior ainda neste ano, é evitar o uso de cartão de crédito, pois além do IOF altíssimo (6,38%) que incide sobre a aquisição de determinado produto, a taxa de câmbio utilizada é a do dia do faturamento, ou seja, não aquela que constava anteriormente na hora da compra.  

Confira também nosso post sobre a atual situação econômica do Brasil.

Confira também nosso post sobre o que é mercado financeiro.

.

Alta do dólar e os impactos na economia brasileira por Malu Sprícigo – 03.08.2015

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×