Sua conta
  • 29/10/2019

O que são fundos de ações?

Início / Investimentos / O que são fundos de ações?
O que são fundos de ações?

O mercado de ações teve um ótimo desempenho nos últimos 3 anos, ao mesmo tempo que o retorno do CDI vem diminuindo cada vez mais, como pode ser visto no gráfico abaixo, que apresenta o desempenho de ambos até 28/10/2019:

Gráfico Ibovespa x CDI

Apesar do ótimo desempenho, o investimento em ações exige alguma expertise na análise das empresas e também algum tempo à disposição para tomar proveito das melhores oportunidades. Isso tudo pode parecer complexo para quem está começando a investir, mas, felizmente, existe uma alternativa bastante viável para acessar esse mercado e contar com uma gestão profissional: investir em fundos de ações.

O que são fundos de ações?

Fundos de ações são fundos de investimento que investem majoritariamente em ações. Como qualquer fundo de investimento, ele funciona como um condomínio, no qual cada um dos cotistas tem direito à rentabilidade do fundo proporcionalmente à quantidade de cotas que adquiriu. Os fundos de investimentos são geridos por gestores profissionais, que possuem equipes e controles para implementar a sua estratégia de investimento da melhor maneira possível.

Pelo seu serviço, o gestor e outros prestadores de serviço do fundo (como o administrador fiduciário, custodiante, auditores, entre outros) são remunerados pelas taxas cobradas pelo fundo. São elas que incentivam o gestor a buscar o melhor desempenho possível para os seus cotistas, mas fique atento para os fundos com taxas exorbitantes, que favorecem o gestor mais que os cotistas.

Os fundos de ações, especificamente, são fundos que investem no mínimo 67% do seu patrimônio em ações, buscando escolher as empresas com as melhores perspectivas possíveis, de acordo com a análise e estratégia do gestor. Os fundos são constituídos por um administrador fiduciário, que é o responsável por operacionalizar as ordens do gestor, apurar as cotas, operacionalizar os resgates, entre outras questões.

Os administradores fiduciários, por sua vez, costumam delegar a tarefa de escolher os melhores ativos para o gestor do fundo. Ele é o responsável pela implementação da estratégia e por rentabilizar as cotas de acordo com as regras do regulamento do fundo.

Quais as vantagens dos fundos de ações?

Todo fundo de investimento conta com a figura de um gestor, que é quem toma as decisões de investimento do fundo. Esse gestor conta com uma estrutura de analistas e outros instrumentos de gestão de risco e performance que você provavelmente não possui. Essa gestão e análise profissional tende a gerar rendimentos maiores e com menos risco do que o de investidores individuais.

Além disso, os melhores gestores têm equipes que conseguem analisar melhor os dados, com experiência para saber quais deles são relevantes para cada tipo de empresa. Eles também costumam ter contato com as áreas de Relação com Investidores das empresas e, com isso, conseguem ter acesso a informações relevantes que são mais difíceis de se obter individualmente.

Outra vantagem da gestão profissional dos fundos é que, diferente da maioria dos investidores individuais, eles têm condições de avaliar e manter uma posição com menos emoção, podendo comprar uma empresa que esteja desvalorizada e tem mais perspectiva de subir ou vender uma com um bom histórico de ganhos porque ela não possuir perspectivas tão boas para o futuro. Isso tende a gerar retornos acima da média.

Dependendo do valor investido, é complicado para um investidor individual manter uma carteira grande o suficiente para que seja bem diversificada e, mesmo se ela for diversificada, ter a agilidade para realizar movimentos que maximizem os retornos e minimizem as perdas. Comprando cotas de um fundo, mesmo com pouco capital investido você pode se beneficiar da diversificação da carteira do fundo.

Quais os riscos de um fundo de ações?

Os riscos de se investir em um fundo de ações são os mesmos de investir em ações diretamente. Não existe garantia de retorno e esse é um mercado que possui bastante volatilidade. Mesmo o melhor gestor, eventualmente, pode ter uma janela de mau desempenho dado o risco inerente a esse mercado. Sendo assim, é importante verificar se você tem a capacidade de aguentar algum rendimento negativo para colher os frutos quando o mercado ficar favorável.

O que observar ao investir em um fundo de ações?

  • Taxa de administração e performance: é ela que remunera o gestor, no entanto é importante que ela não seja acima da média de mercado, já que ela acaba prejudicando a sua rentabilidade.
  • Prazo de resgate: todo fundo de ações possui um prazo de resgate que varia de fundo para fundo. É importante ficar atendo e verificar se ele está alinhado a sua necessidade de liquidez.
  • Retorno absoluto e relativo ao seu índice: retorno passado não garante retorno futuro, mas é um bom referencial para a capacidade de gestão do fundo. Tão importante quanto, é avaliar o quanto o gestor conseguiu trazer de prêmio sob o seu benchmark. Rentabilizar acima de um índice de referência com consistência é um desafio enorme e é um ótimo indicador para avaliar o gestor.
  • Retorno ajustado ao risco: outra questão muito importante para avaliar é o retorno ajustado ao risco. Um retorno acima da média pode indicar uma boa habilidade de gestão, mas também pode ser apenas sorte. Um gestor que traz uma boa rentabilidade com baixo risco, nesse caso, é o que você está procurando.
  • Histórico do gestor: outro ponto muito relevante é o histórico do gestor. Verificando o currículo e os fundos no qual o gestor já trabalhou, pode dar alguns sinais positivos ou não sobre o modo como é realizada a gestão, ajudando a separar o joio do trigo.

Como investir em um fundo de ações?

Hoje em dia está cada vez mais fácil investir em fundos de ações. As corretoras e plataformas de investimento tem à disposição dezenas de fundos de ações para os seus clientes. Caso algum fundo específico tenha chamado a sua atenção e não está à disposição na sua corretora, é possível ainda entrar em contato com a gestora e verificar a melhor maneira de aplicar no fundo em questão.

MAXIMUM FIM
O Maximum é um fundo de Investimento Multimercado com gestão ativa e e investe em: ações, títulos públicos, câmbio e derivativos.

– Meta de 15% de retorno ao ano
– Não incide o imposto “come-cotas”
– IR fixo em 15% independente do tempo investido
– Taxa de performance ZERO
– Devolução de 100% do rebate

Ideal para investimentos de longo prazo, acima de 5 anos
Se batermos a meta dobramos o capital em 5 anos e quadruplicamos em 10 anos

Conclusão

O mercado de ações é bastante complexo e as vezes afasta o investidor iniciante. Apesar disso, os fundos de ações possuem gestão profissional, permitindo que os cotistas aproveitem a rentabilidade desse segmento, contando com controles de risco que estão fora do alcance do pequeno investidor. Para investir em um deles, entre em contato com a sua corretora, verifique e analise os fundos à disposição para investimento.

Resumo
O que são fundos de ações?
Nome do artigo
O que são fundos de ações?
Descrição
Fundos de ações são fundos de investimento que investem majoritariamente em ações. Eles são geridos por gestores profissionais e funcionam como um condomínio, no qual cada um dos cotistas tem direito à rentabilidade do fundo proporcionalmente à quantidade de cotas que adquiriu.
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe seu comentário

Comentário(s): 4

       
    1. João Miguel, boa tarde!
      Ficamos felizes com o seu interesse pelo assunto.
      Caso queira, podemos agendar um horário para conversar com um de nossos consultores e explicar melhor como funciona o nosso modelo de negócios. É só clicar no link abaixo e escolher o melhor horário para você: https://www.parmais.com.br/agendamento.html
      Até mais!

    1. Carlos, boa tarde.
      Você quis dizer dividendos? Nesse caso é possível montar uma carteira com ações que paguem dividendos, que são uma parcela do lucro que a empresa distribui para os seus acionistas. Os dados dos pagamentos dos dividendos são abertos e você consegue encontrar facilmente nas páginas de RI das empresas.
      Recomendamos esse artigo em nosso blog: https://www.parmais.com.br/blog/ativos-geradores-de-renda/
      Porém, antes de escolher um ativo, você deve saber se esse tipo de investimento é o mais adequado para o seu momento de vida, perfil psicológico, capacidade e objetivos financeiros.
      Convidamos você a entrar na nossa ferramenta BIO Financeira, que analisa o seu momento de vida, sua capacidade financeira e o seu perfil de investidor. Acesse por aqui: http://apps.parmais.com.br/inteligencia-par-mais
      Além disso, podemos lhe auxiliar gratuitamente, basta acessar o link http://www.parmais.com.br/agendamento.html e marcar um horário com nossos especialistas para avaliar o seu atual cenário, as melhores opções e fazer simulações.
      Desejamos sucesso!

×