Como investir em fundos de investimentos?

  • 25/09/2018
Página inicial - capital - Como investir em fundos de investimentos?

como investir em fundos de investimento

Os fundos de investimento são veículos bastante eficientes para realizar investimentos. Através de um fundo, mesmo com pouco dinheiro, você pode ter um rendimento diversificado em uma série de ativos diferentes. Além disso, com um fundo você possui as figuras do gestor, administrador, custodiante e auditor, todos “de olho” no dinheiro que você mantém investido. Aplicar em um fundo de investimento pode ser bastante fácil, confira!

Como investir em fundos de investimentos?

Investir em fundos de investimento é bastante simples e pode ser feito essencialmente de duas formas: diretamente através do distribuidor ou gestor do fundo; ou através de uma corretora.

Caso exista algum fundo no qual você gostaria de aplicar, basta entrar em contato com o gestor ou distribuidor do fundo que ele vai lhe passar uma série de documentos do fundo. Esses documentos servem para que você tome conhecimento das características do fundo. Depois disso você deve preencher uma ficha cadastral e alguns documentos. Depois de enviar a documentação e ela ser aprovada pelo administrador, você vai poder transferir o seu dinheiro para o fundo.

Outra maneira de aplicar em um fundo é através de uma corretora. Caso você já tenha conta em uma corretora, ela provavelmente tem uma série de fundos à disposição para a sua aplicação. Depois de escolher um fundo é só informar a corretora e mandar uma ordem de aplicação no fundo.

Todos os grandes bancos distribuem fundos de investimentos que eles mesmos fazem a gestão. Apesar da estrutura e de terem gestores competentes, geralmente os fundos de bancos distribuídos para as pessoas físicas são fundos pouco atrativos, com taxas bastante altas. Indicamos gestores independentes pois eles costumam ter rendimento adequado ao risco mais apropriado que os fundos distribuídos pelos bancos.

Conheça mais sobre fundos de investimento

Um fundo de investimento é constituído de maneira muito parecida com um condomínio, no qual cada pessoa compra cotas, que é uma fração de participação nesse fundo. Todos os fundos de investimento têm um CNPJ e regulamento próprio, que define as regras do que pode ser feito nele.

Em um fundo de investimento o gestor é o responsável por escolher os ativos que o fundo compra e vende. O administrador fiduciário é o responsável por estabelecer o fundo e ainda pela contratação dos prestadores de serviço do fundo (como o próprio gestor, custodiante, auditor, entre outros). É o administrador que acompanha se o fundo está cumprindo as regras legais e o seu próprio regulamento.

O custodiante é o responsável por guardar os ativos do fundo e efetuar a liquidação financeira dos ativos que são negociados pelo gestor. Por fim o auditor verifica se as posições do fundo e as demonstrações contábeis estão de acordo. Além disso tudo tem ainda a CVM que regula e impõe diversas normas para proteger o investidor.

Resumidamente, investindo através de um fundo você pode diversificar os seus investimentos de maneira eficiente, tendo um gestor profissional administrando o seu investimento.

Conclusão

Fundos são veículos muito eficientes para realizar os seus investimentos. Além de ter uma estrutura robusta de gestão e controle, eles permitem a diversificação dos recursos mesmo com pouco dinheiro investido. Você pode investir em um fundo através da sua corretora ou através de um distribuidor do fundo. Sugerimos a aplicação em fundos de gestores independentes pois eles costumam apresentar um desempenho mais adequado ao risco e taxas mais justas.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações