7 passos para colocar em dia o controle de gastos da sua família

  • 01/12/2015
Página inicial - uso consciente - 7 passos para colocar em dia o controle de gastos da sua família

Par Mais Blog - controle de gastos

 

Toda a família, independente de como seja formada, deve possuir um planejamento financeiro familiar – que, além do controle de gastos, também é o controle de todo o dinheiro que entra em caixa e todo o dinheiro que sai, as economias, os objetivos de curto, médio e longo prazo

Por mais que ainda seja um assunto muito delicado – tratar sobre dinheiro com sua família – já é hora de ser desmistificado e enfrentarmos com calma e sabedoria.

Primeiro passo: façam uma reunião financeira. Comece com o controle dos gastos

Na maioria das vezes acabamos postergando falar sobre o assunto – dinheiro – ou então nem é citado essa palavra dentro de casa. Não adianta fechar os olhos e fingir que nada está acontecendo, é imprescindível conversar sobre o assunto e entender exatamente o fluxo de caixa de sua família. Tentem chegar a um consenso de pelo menos uma reunião mensal para falar sobre as finanças familiares. É preciso ter controle dos gastos e dos ganhos para que estejam alinhados aos objetivos da família e assim consigam realizar qualquer meta ou sonho.

 

Segundo passo: controle dos gastos X rendas

Na primeira reunião vocês devem fazer o orçamento. É preciso contabilizar todo o dinheiro que entra em caixa e todo o dinheiro que sai. Isso vai ajudar a clarear a visão e fazer perceber se o seu padrão de vida está adequado à sua renda.

Muitas vezes entramos no vermelho por não termos um controle de gastos adequado, não percebemos que estamos gastando a mais, ou quanto temos sobrando. Esse dinheiro precisa ser administrado! Quando você tem claro o seu controle de gastos, ou seja, os seus custos mensais fixos (aquele valor que cai todo mês – como contas de luz, agua, etc) é possível organizar quanto você deseja gastar com as demais despesas.

Não é preciso abrir mão do seu lazer ou de comprinhas que te deixam mais feliz de vez em quando. Com um controle de gastos – entendendo exatamente quanto você pode gastar com esses luxos – é quase impossível extrapolar. O excesso está na falta de controle sobre esses gastos. Pense bem…

Ao invés de cortar o cartão de crédito da mulher ou vice-versa (sem machismos por aqui), é possível definir um gasto pré-determinado e acordado pelos dois de quanto será gasto naquele prazer. Isso vai fazer com que vocês enquadrem o seu padrão de vida ao seu bolso. Não faz sentido trabalhar enlouquecidamente para pagar as compras do mês passado que você nem lembra mais. Aí entramos em outro ponto…

 

Terceiro passo: controle os gastos do cartão de crédito

O Brasil é um dos únicos países que podemos pagar quase tudo no cartão de crédito – e ainda por cima parcelar. “Faz em 12x que você não vai nem sentir…” mas essas parcelas vão somando-se a outras e mais outras… e quando se tem mais de um cartão? Vira uma bola de neve difícil de ser controlada. Então lá vai algumas dicas:

EVITE usar o cartão:

– com alimentação (restaurantes, supermercado, etc);

– para comprar roupas ou acessórios;

– para lazer.

 

Quarto passo: façam uma reserva de segurança

Nunca deixe de ter uma reserva de segurança. Principalmente em uma família, pode acontecer uma série de situações imprevisíveis e que possam exigir um certo custo. E se o seu carro bate e você não tem seguro? E se acontece alguma emergência de saúde? E se você precisa consertar algo em casa? Se surgir uma viagem de imprevisto?

A dica é separar todo mês uma quantia e deixar separado para emergências. É importante entender bem qual a utilidade dessa economia, ok?

 

Quinto passo: guarde bem os documentos importantes

É interessante arrumar um local específico para arquivar todas as contas pagas, contracheques, contratos… para que com o tempo não se percam.  A organização destes também é importante, tente criar uma espécie de pasta com divisórias com os meses ou anos.

Assim todos da família deverão contribuir para a organização do mesmo. Tomando iniciativa para arquivar seus próprios documentos, nenhum membro da família fica sobrecarregado.

 

Sexto passo: trace metas e objetivos

Ter objetivos bem claros é imprescindível para um bom planejamento financeiro e para a conquista de todos os sonhos financeiros, quaisquer que sejam eles. Comecem: traçando objetivos. Para isso, basta refletir e escrever todas as metas que impactam nas finanças. Casais que definem juntos estas metas têm mais sucesso, porque ambos se comprometem a alcança-las.

Depois separe os objetivos a curto, médio, longo prazo e de aposentadoria.

Curto prazo – são aqueles que podem ser alcançados em até um ano. Exemplo: viagem de férias, compra de um celular, etc.

Médio prazo – são os que podem ser realizados em até cinco anos. Exemplo: pagar a faculdade do filho, comprar um carro, etc.

Longo prazo – já estes são aqueles que demandam mais de seis anos para serem realizados. Exemplo: comprar uma casa, se aposentar, etc.

 

Sétimo passo: separem as responsabilidades cotidianas

A divisão de responsabilidades que vocês fizeram ainda é praticada? Ela está funcionando bem ou será que existe alguém que se sinta sobrecarregado?

É importantíssimo que haja essa conversa e essa cumplicidade para que um não acabe tomando maiores reponsabilidades e acabe ficando pesado em cima dessa pessoa. Isso pode ser prejudicial até para a saúde do casal. Já se foram os tempos onde o homem e a mulher tinham posições muito distintas na sociedade. Hoje independe do sexo e sim das especialidades de cada um para cada área atuada.

 

Para ter uma boa gestão e um excelente controle de gastos, dê o passo mais importante:  vá atrás de conhecimento.

Uma vez aprendido para sempre absorvido! Quando você entende como lidar com o dinheiro é com certeza uma mudança de vida. Você começa a lidar com todas as situações da vida de forma diferente, mais organizada logo mais tranquila.

Inteligente é aquele que está disposto a aprender, independente do que seja, é receber as lições da vida e evoluir a partir delas. Então busque informação, busque auxílio e aceite mudanças, elas são necessárias.

A Par Mais possui o serviço de Family Office, que além de administrar e ter o controle de gastos de uma família, também oferece soluções para a escolha de produtos de proteção adequados, planejamento sucessório, partilha de bens, entre outros serviços.

 

Para saber mais, confira os nossos artigos:

– Case Family Office – A família tinha concentrado o seu patrimônio em imóveis e em investimentos equivocados, que estavam gerando sucessivas perdas financeiras. Procurou a Par Mais para colocar suas finanças em ordem. Clique aqui e saiba mais!

– O que é Family Office? Clique aqui e saiba mais!

 

Par Mais – 01.12.2015

A Par Mais Empoderamento Financeiro tem um propósito claro: fazer com que as pessoas mudem sua relação com o dinheiro para alcançar a liberdade e serem mais felizes. Os especialistas da Par Mais desenvolveram um método que visa tornar qualquer pessoa capacitada a ter o controle das suas finanças. Conheça os nossos serviços. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações