Sua conta
  • 30/07/2015

Planejamento Sucessório e a Proteção Patrimonial

Início / Vida financeira / Planejamento Sucessório e a Proteção Patrimonial

As empresas familiares representam grande maioria no cenário atual do país - porém - pouco se fala em planejamento sucessório. Entenda tudo sobre, no post a seguir.

As empresas familiares representam grande maioria no cenário atual do país, tais empresas têm como tradição transmitir a administração para seus filhos, são as famosas empresas “de pai para filho”.

Porém, pouco se fala em planejamento sucessório, pois o fato de saber que alguém precisa de um sucessor gera certo desconforto, mas é necessário que se tenha de forma clara que a vida é feita de ciclos, este ciclo tem início, meio e fim, e assim somos nós, parte de um ciclo.

Planejamento sucessório – o que é?

O processo de planejamento sucessório e sucessão administrativa podem ser considerados as fases mais importantes para a sobrevivência de uma empresa familiar, pois poderão comprometer a continuidade do empreendimento. Em algumas situações, tais como: a falta de planejamento societário, herdeiros despreparados e atitudes precipitadas da família durante o processo de sucessão podem prejudicar de forma irreparável o crescimento da empresa.

Para que a sucessão aconteça de forma eficiente, é necessário que se faça um planejamento cauteloso, onde será avaliado tanto o sucessor quanto o sucedido, pois todos devem trabalhar para que a empresa sofra menos impacto possível no momento do fim de um ciclo e início de outro.

Holdings Familiares

Para um cenário seguro, a constituição das chamadas Holdings Familiares pode ser uma alternativa para solução dos problemas recorrentes das empresas familiares. Pois o planejamento sucessório, se bem idealizado e executado traz a garantia da continuidade da empresa com contínua geração de lucro aos seus acionistas.

Para tanto, é necessário transitar por várias áreas, trazendo assim maior segurança jurídica ao negócio. A primeira é o direito de sucessão, onde será necessário buscar a adequação as normas hereditárias, as intenções do sócio fundador e dos próprios herdeiros. Outro ponto a ser observado é o direito material, que diz respeito aos imóveis e tributação decorrente, também neste escopo se faz necessário o entendimento e aplicação das leis empresariais como um todo, especialmente o direito societário.

Análise Profissional

Cada caso concreto deve ser analisado isoladamente, pois cada família tem suas peculiaridades. Neste momento é muito importante que a família tenha o acompanhamento de especialistas no assunto para que seja avaliado cada detalhe desta constituição, uma assessoria financeira capacitada será de grande importância para a tomada de decisão de forma consciente.

Quando aplicáveis, as Holdings podem representar um importante mecanismo de organização, contando com um robusto planejamento fiscal e societário, garantindo de fato a proteção patrimonial.

Conheça como é feito o Planejamento Sucessório pela Par Mais ou agende um horário para conversar com um de nossos consultores!

 

Planejamento Sucessório e a Proteção Patrimonial por Juliana Rocha – 30.07.2015

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×