Sua conta
  • 11/09/2014

Planejamento Financeiro – rendimento dos investimentos

Início / Vida financeira / Planejamento Financeiro – rendimento dos investimentos

planejamento financeiro

Planejamento Financeiro: assista a próxima Copa do mundo na Rússia só com o rendimento de seus investimentos

.

Com um planejamento financeiro adequado, investindo com disciplina e no lugar certo todos os meses nos próximos quatro anos, é possível ver a Copa do Mundo da Rússia, em 2018, sem gastar nada.

SÃO PAULO – Quem não sonha em um dia poder acompanhar a seleção brasileira de perto numa Copa do Mundo em outro país? Ficar 30 dias viajando por várias cidades e vendo vários jogos de futebol, em meio a dezenas de festas e comemorações, deve ser incrível, mas, agora imagine fazer isso sem gastar nem um centavo. Sim, é possível.
Como o mundial deste ano é no Brasil e já está tarde demais para ter essa ideia, o plano é investir o suficiente para poder viajar pela Rússia em 2018, durante o próximo evento da FIFA.

Para isso, em primeiro lugar é preciso fazer um planejamento financeiro, estimando o quanto de dinheiro será necessário para fazer a viagem. De acordo com cálculos aproximados (por conta do tempo que falta para o evento) do InfoMoney, em conjunto com uma fonte que morou na Rússia e não quis se identificar, uma pessoa econômica, com cerca de R$ 15.000,00 consegue ficar um mês na Rússia e ainda assistir todos.

Serviços Gasto

Passagem aérea ida e volta R$ 3.000,00
Transporte entre cidades R$ 1.500,00
Acomodação por 30 dias R$ 2.500,00
Alimentação por 30 dias R$ 2.500,00
Passeios + Compras R$ 4.000,00
Ingressos para todos os jogos do Brasil (caso chegue até a final) R$ 1.500,00

Agora, para que nada seja gasto nesta viagem, é preciso saber quanto é preciso investir por mês, pelos próximos quatro anos, para ter rendimentos de R$ 15.000,00 e não gastar nada na viagem.

De acordo com cálculos da planejadora financeira, Annalisa Blando Dal Zotto, da Par Mais, se o investidor aplicar R$ 2.425,00 por mês, todos os meses, pelos próximos 4 anos, a uma taxa de 6% ao ano real, ou seja, já descontando a inflação, ao final do período ele terá R$ 131.400,00, sendo que terá investido R$ 116.400,00. Ou seja, ele poderá usar os R$ 15.000,00 que a aplicação rendeu e continuar com os R$ 116.400,00 que foram investidos, o que significa que ele não terá gasto nada, a não ser seus rendimentos.

Em uma outra simulação, para quem não tem a possibilidade de guardar tanto dinheiro todos os meses, a especialista calculou quanto é preciso investir por mês, durante quatro anos, para ter R$ 15.000,00 quando começar a Copa do Mundo de 2018. Ou seja, neste caso, o investidor não irá usar apenas o que ganhou de renda com suas aplicações, mas sim as quantias aplicadas também, porém, o valor é muito mais acessível. A uma taxa de 6% real, o investidor terá que aplicar R$ 277,00 por mês, pelos 48 meses que restam até o evento esportivo.

Onde encontrar essa taxa de juros real?
É possível encontrar uma taxa de 6% real em algumas NTN-Bs (Notas do Tesouro Nacional – Série B), que são títulos do Tesouro Direto. As NTN-Bs com vencimento em 2035, atualmente, pagam 6,07% ao ano mais a inflação do período medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), enquanto as NTN-Bs com vencimento em 2050 pagam 6,09% ao ano mais a variação do IPCA.

A taxa também pode ser encontrada em algumas NTN-Bs Principal, que também pagam um juros mais a inflação, mas sem cupons semestrais, que são pagos pelas NTN-Bs normais. Os títulos com vencimento em 2024 pagam 6,03% ao ano mais o IPCA e as com vencimento em 2035 pagam 6,15% ao ano mais o índice de preços.

Vale lembrar que, como o título não irá ficar na posse do investidor até o vencimento, ele corre o risco da flutuação da taxa, que varia de acordo com a Selic.

InfoMoney

Planejamento Financeiro – rendimento dos investimentos por Annalisa Dal Zotto – 11.09.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×