O INSS é um Ótimo Investimento

  • 19/06/2015
Página inicial - consumidores - O INSS é um Ótimo Investimento

 Annalisa Blando Dal Zotto em entrevista ao Info Money. INSS é um ótimo investimento.

O INSS é um Ótimo Investimento

A entrevista feita por Leonardo Pires Uller, para a InfoMoney, com a planejadora financeira, CFP® e sócia da Par Mais, Annalisa Blando Dal Zotto, obteve muita repercussão. O inconsciente coletivo ainda acredita que o INSS é um investimento ruim, quando na verdade, se analisarmos bem, é um excelente investimento.

Confira também o post aqui no blog que irá exemplificar e esclarecer o porquê dessa afirmação.

Veja aqui a matéria da InfoMoney na íntegra 

.

O INSS é um ótimo investimento por Equipe Par Mais – 19.06.2015

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 2

       
  1. Não ficou claro em nenhuma das materias porque o INSS é um bom investimento. Entendi que serve como um complemento de renda, mas se usar o mesmo valor mensal para investir em titulos púplico a rentabilidade será ridiculamente maior que o INSS.

    1. Prezado Julio,
      Essa recomendação vale para quem pode escolher com quanto contribuir (profissionais liberais, autônomos, donas de casa,…). Para quem trabalha no regime CLT, o INSS já é pago de acordo com os rendimentos da pessoa.
      O INSS é um bom investimento em todas as hipóteses em que o contribuinte se aposentar por idade (homens com 65 anos e mulheres 60 anos), e assim, contribuir no limite do teto máximo e pelo tempo máximo exigido por lei (35 anos para os homens e 30 anos para mulheres).
      Veja o exemplo: Se uma dona de casa contribuir dos 30 até os 60 anos no teto máximo, ela irá contribuir com (nos valores de hoje) aproximadamente R$ 1.000 (20% de R$5.000,00 que é praticamente o valor do teto máximo). Ela se aposentará com aproximadamente R$ 5.000,00. Se ela viver até 90 anos, veja que bom negócio ela terá feito! Se ela vier a faltar, o marido ainda pode ficar com uma pensão de 50% desse valor. Enquanto ela contribuía (a partir do 13° mês), ela teria ainda alguns seguros, pois teria vários benefícios como: auxilio doença, auxilio maternidade, seguro invalidez e pensão por morte.
      Obrigado, Equipe Par Mais.

Últimas publicações