Sua conta
  • 07/12/2015

Perspectivas para 2016 pela Garde Asset Management

Início / Investimentos / Perspectivas para 2016 pela Garde Asset Management

Par Mais Blog - Garde Asset Management

Perspectivas para 2016, por Daniel Weeks e Marcelo Giufrida, da Garde Asset Management

 

O ano de 2015 tem sido marcado pela deterioração da economia brasileira, situação agravada pela crise política. Em um cenário no qual prevalece a incerteza – o que que torna extremamente complexas as decisões de investidores e gestores – a Garde Asset Management avançou e consolidou posição de destaque graças a diferenciais como a equipe formada por profissionais que trabalham juntos há muito tempo e construíram um longo histórico de bons resultados.

Esse mês conversamos com o economista chefe da Garde Asset Management, Daniel Weeks e CEO, Marcelo Giufrida, que nos falaram sobre o momento atual econômico e as perspectivas para investimentos.

 

PAR MAIS: O Governo batalhou ao longo do ano para manter a inflação dentro da meta, mas não alcançou resultados concretos. A partir disso, o Banco Central mudou a postura e assumiu que essa tarefa deve demorar mais do que o esperado. Qual o cenário para a inflação em 2016?

DANIEL WEEKS: Nosso cenário é de que a inflação em 2016 fique em 7,3%, acima do teto da banda. A despeito de uma atividade econômica recessiva, a inércia inflacionária e a desancoragem das expectativas deverão fazer com que vejamos uma desinflação relativamente lenta no próximo ano.

 

PAR MAIS: O comportamento do PIB também se mostrou aquém do esperado. A expectativa é que que o crescimento da economia siga tímido em 2016?

DANIEL WEEKS: Trabalhamos com um PIB de -2,7% em 2016, após queda de 3,7% neste ano. Nosso pessimismo com a atividade econômica deriva das incertezas políticas e seu reflexo sobre o ajuste fiscal, que impede a recuperação da confiança dos empresários e consumidores na economia brasileira.

 

PAR MAIS: Como encontrar oportunidades de investimento diante desse quadro?

MARCELO GIUFRIDA: Esse momento de turbulência tem valorizado o gestor de recursos, que tem condições de seguir de forma mais próxima o fluxo de notícias, incorporá-las em suas análises e alterar as carteiras de investimento rapidamente. Outra recomendação que é sempre válida é diversificar.

 

PAR MAIS: Apesar das turbulências (ou até mesmo por conta delas) a Garde obteve ótimos resultados no ano que está terminando. Quais as oportunidades para o próximo ano?

MARCELO GIUFRIDA: Seguimos mantendo nossa abordagem bem fundamentalista e, nesse sentido, a tendência é a persistência dos elementos negativos para a economia brasileira. Como o cenário segue bastante fluido, com os fatores políticos, econômicos e os ligados à Lava-Jata inter-relacionados, vamos manter uma abordagem prudente, focada na preservação de capital, e aproveitando as oportunidades de mercado para obter a rentabilidade alvo do fundo, dentro do seu limite de risco.

 

Par Mais – 07.12.2015

A Par Mais Empoderamento Financeiro tem um propósito claro: fazer com que as pessoas mudem sua relação com o dinheiro para alcançar a liberdade e serem mais felizes. Os especialistas da Par Mais desenvolveram um método que visa tornar qualquer pessoa capacitada a ter o controle das suas finanças. Conheça os nossos serviços. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×