Sua conta
  • 18/04/2019

MERGERMARKET – Par Mais to decide about potential new funding round in 2H19, director says

Início / Na Mídia / MERGERMARKET – Par Mais to decide about potential new funding round in 2H19, director says

Par Mais, uma gestora de investimentos e recursos, está aberta à abordagem de potenciais investidores enquanto decide se vai lançar uma nova rodada de investimentos em 2019, diz a diretora Annalisa Blando Dal Zotto.

A fintech firmada em Santa Catarina, vai decidir se lança uma nova rodada de investimentos em setembro ou outubro, quando espera atingir o break-even, disse Dal Zotto, que co-fundou a empresa em 2011.

A Par Mais recebeu R$ 6m (US$ 1,6m) do Grupo Valorem em março de 2018, diz ela.

A Par Mais dá boas-vindas à investidores interessados em construir um relacionamento com a companhia ao longo da potencial rodada de investimentos, disse a diretora.A Par Mais dá boas-vindas à investidores interessados em construir um relacionamento com a companhia ao longo da potencial rodada de investimentos, disse a diretora. , disse a diretora. Investidores estratégicos incluiriam empresas de serviço financeiro que poderiam oferecer as principais sinergias, ela complementa.

Em relação à investidores financeiros, a Par Mais prefere empresas de venture capital com um mindset de private-equity, diz Annalisa. Ela complementa que não é “uma entusiasta de modelos de negócio com queima de caixa.

O dinheiro investido ajudaria a companhia a alavancar sua tecnologia, sendo que sua plataforma depende de Interfaces de Programação de Aplicativos (APIs), algorítimos e outras soluções tecnológicas, disse a executiva.

Além de fornecer serviços de planejamento financeiro, a fintech oferece serviços de consultoria fiscal, aposentadoria, seguros e sucessão, tanto pessoal quanto empresarial.

De acordo com a imprensa, a Par Mais possuía mais de R$ 250m de patrimônio sob gestão quando anunciou a negociação com o Grupo Valorem, firmado em Joinville, no início de 2018.

A Par Mais foca em clientes com patrimônio entre R$ 300.000 e R$ 5m disponível para investimentos. No entanto, qualquer pessoa com ao menos R$ 8.000 pode contratar seus serviços.

Dal Zotto é sócia da empresa, junto com o Gestor de Investimentos Alexandre Amorim, Diretor de operações Jailon Giacomelli, Diretora Financeira Flavia Macedo dos Anjos, Diretora de Marketing Mara Abreu e a Diretora Comercial Flavia Bitencourt. Todos possuem participações não reveladas na empresa, diz Dal Zotto.

O marido da executiva, Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira de vôlei masculino e o Grupo Valorem, também possuem participações não reveladas.

Dal Zotto decidiu fundar a Par Mais após sofrer para achar uma plataforma de planejamento financeiro que atendesse às suas expectativas. A ideia era firmar uma fintech que pudesse oferecer serviços similares a um family office com um alcance maior de clientes.

Diferente das corretoras online, que oferecem apenas produtos financeiros aos seus parceiros, a Par Mais opera como uma gestora de recursos independentes, incluindo diferentes produtos de investimentos de várias instituições financeiras nos planejamentos e estratégias desenvolvidos para seus clientes, ela complementa.

A fintech está sediada em Florianópolis e possui um escritório de apoio em São Paulo.


by Thiago Barrozo in São Paulo

Texto original em https://www.mergermarket.com/

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×