Sua conta
  • 13/02/2019

GAUCHAZH – Saiba por que fevereiro é o mês das promoções e como conseguir os melhores descontos

Início / Na Mídia / Jornais / Revistas / TV / GAUCHAZH – Saiba por que fevereiro é o mês das promoções e como conseguir os melhores descontos

Cartazes anunciando liquidações e queimas de estoque se multiplicam pelas lojas de Porto Alegre nesta segunda quinzena do mês de fevereiro. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da Capital lança hoje a 23ª edição do Liquida Porto Alegre, que, em edições anteriores, chegou a oferecer descontos de até 70%.

Não é por acaso que fevereiro, historicamente, é escolhido para a campanha em setores que vão do vestuário aos eletrodomésticos. Levantamento da própria CDL revela que esse é o pior mês do ano para o comércio. Ainda com estoques do Natal, as lojas encontram um consumidor que já pensa mais nos gastos que terá a partir de março.

– As lojas perceberam que podem atrair esse cliente com descontos mais interessantes. Realmente, se alguém está procurando aquele eletrodoméstico, que é um item mais caro, pode achar agora com um preço melhor – avalia o planejador financeiro Jailon Giacomelli, da empresa Par Mais.

Mas o especialista alerta que, antes de partir para as compras, o consumidor precisa saber se precisa mesmo do eletrodoméstico. Comprar somente porque está com desconto é um erro que pode doer no bolso. Depois disso, definir um valor limite para a compra e pesquisar preços são passos importantes para a boa aquisição de fevereiro.

Esse foi o roteiro seguido pela auxiliar de limpeza Marcia Adriana Machado Pereira, 42 anos, na tarde de segunda-feira, no Centro de Porto Alegre. A missão: comprar um liquidificador para a família. Na prateleira de uma loja da Rua Doutor Flores, ela avaliava os modelos com atenção. Os preços desse aparelho, em média, partem de R$ 70, mas podem ser encontrados por menos em promoções. Marcia, entretanto, não mirava apenas no preço.

– Quero comprar um aparelho bom, que dure, não um que daqui uns meses dê problema. Tirei a tarde para passar nas lojas e ver os preços. Já tenho definido que posso pagar até R$ 150, já fiz uma economia. É que faz muita falta, dá para fazer sucos, batidas, tudo natural – argumenta a moradora do bairro Bom Jesus, na Zona Leste.

O gerente da loja, Alexandre Correa, 44 anos, viu a cliente sair sem levar o produto, mas não deu o “jogo” como perdido. Como ela mesmo confirmou, tratava-se da primeira loja em que passava naquela tarde para pesquisar os preços. Como o pagamento seria à vista, em caso de retorno da cliente, um desconto de última hora poderia fazer a diferença.

– Com até R$ 150, ela pode escolher um bom produto, que agregue funções. E, claro, sempre podemos dar um desconto a mais, a negociação sempre existe. Claro, naqueles itens do encarte, com descontos, fica mais difícil porque já estão com preço menor, negociado até com o fornecedor – explica Correa.

Dicas para aproveitar bem as liquidações

Antes de partir para as compras

  • Reúna a família e liste as necessidades da casa. É fundamental. Somente o desconto não é motivo para uma aquisição.
  • Depois de descobrir aquela necessidade que não pode esperar, veja quanto dinheiro tem disponível.
  • Mesmo com grana suficiente, avalie se essa quantia pode fazer falta nos próximos meses.
  • Se não tem dinheiro para a compra à vista, pense qual o valor da parcela que pode ser paga em uma compra a prazo.

Nas lojas

  • Antes de bater perna, faça uma pesquisa na internet. Há sites de comparações de preços também. Já saia de casa com uma ideia de quanto custa o produto.
  • Não leve, por exemplo, crianças pequenas nas compras. Elas cansam logo, e você pode acabar a pesquisa de preços antes de achar aquela bela oferta.
  • Confira o preço em, pelo menos, três lojas diferentes. Volte àquela com a melhor oferta para tentar fechar o negócio. Mas ainda tem como melhorar o preço.
  • Desconto entre 5% e 10% são de costume nas lojas no pagamento à vista. Então, um abatimento de encher os olhos tem de ser além desse percentual.
  • Tenha atenção às condições de garantia e troca oferecidas pelas lojas, para evitar entrar em uma fria em caso de arrependimento.

Como pechinchar bem

  • Estar por dentro dos preços dá argumentos para convencer o vendedor de que a compra só será feita no lugar que oferecer o valor mais em conta.
  • Se o item for novo ou estiver saindo de linha, faz diferença no preço. Tente conhecer bem o liquidificador que deseja, por exemplo, para poder argumentar com o vendedor.
  • Traçar uma meta para o valor que se quer pagar também auxilia na comparação de preços. Não fuja do seu limite.
  • Com dinheiro na mão, a conversa é outra. Há mais chance de ganhar uma diferença no preço para fechar o negócio.
  • Seja educado e simpático com o vendedor, procure criar empatia para negociar. E tudo às claras: conte como o seu orçamento está apertado e peça ajuda para conseguir fechar a compra.

Confira a matéria na íntegra: https://gauchazh.clicrbs.com.br/economia/dicas-de-economia/noticia/2019/02/saiba-por-que-fevereiro-e-o-mes-das-promocoes-e-como-conseguir-os-melhores-descontos-cjs22gkly00k701mrvpwq5y6w.html

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×