Escritura de nomeação tutor e curador especial

  • 27/11/2019
Página inicial - uso consciente - Escritura de nomeação tutor e curador especial
Escritura de nomeação tutor e curador especial

Quando há filhos menores, a eventual e trágica falta de ambos os pais pode provocar briga familiar pela guarda das crianças. Neste caso, o juiz pode decidir por uma pessoa que não seja a que os pais escolheriam para criar seus filhos.

A escritura de nomeação de tutor é um documento em que os pais estabelecem e registram qual é sua vontade em relação à guarda dos filhos.

Há também o papel de curador especial que será a pessoa indicada, por testamento ou escritura pública, para que administre os bens herdados pelo menor, independentemente de quem for o tutor.

Este instrumento é muito útil, por exemplo, no caso de casal divorciado, com filho menor em comum e que o(a) proprietário(a) dos bens não confia na capacidade de gestão financeira do(a) ex-cônjuge/companheiro(a).

O curador especial terá a responsabilidade de administrar os bens recebidos pelo menor e prestar contas.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações