Sua conta
  • 30/06/2014

Consultoria Financeira

Início / Vida financeira / Consultoria Financeira

consultoria financeira

Consultoria Financeira: bom plano de negócios ajuda na captação de recursos

 

O empreendedor precisa fazer o dever de casa para se credenciar a receber capital de risco, segundo os especialistas. Gestão organizada, transparência e metas claras fazem parte das qualidades desejáveis no perfil da empresa. Inovação é um grande diferencial, especialmente na área de tecnologia. Se o produto ou serviço já fidelizou clientes e existem boas perspectivas de expansão das vendas, as possibilidades aumentam. Antes de buscar investidores externos, vale buscar preparação prévia, submetendo-se ao crivo de um fundo brasileiro que siga padrões internacionais e tenha boa reputação no exterior.

“É preciso estar bem estruturado quanto às partes tributária, trabalhista, de governança e processos de TI”, recomenda Rodrigo Byrro, vice-presidente da consultoria de negócios Fesa.

Ele considera indispensável ter um bom plano de negócios, com uma solução facilmente escalável e relevante para o mercado em que a empresa atua. A opinião é compartilhada por Cléber Machado, consultor da Hallx: “Nem sempre um bom produto é certeza de bons negócios, por isso, deve-se prever etapas de curto, médio e longo prazo para um crescimento gradativo e sustentável”.

A sócia da consultoria financeira para empresas, Par Mais Planejamento Financeiro, Flávia dos Anjos, lembra a importância de estar bem preparado para um rigoroso processo seletivo que envolve auditoria técnica e uma sabatina: “O empreendedor precisa estar pronto para vender bem a organização e defender o seu valor”.

Ela orienta ter clareza sobre quanto capital vai precisar, em que projetos pretende aplicar e qual é o retorno esperado. Pelo ponto de vista do investidor estrangeiro, os pontos positivos das empresas de TI são a alta margem de lucro, o baixo uso de mão de obra e os custos fixos reduzidos. Por outro lado, muitas delas oferecem o risco de não terem ativos, o que torna difícil provar que o projeto vai dar certo.

Há bons motivos para investir em tecnologia no nosso país, diz Jorge Sukarie, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Software (Abes), que congrega 1,5 mil associados em 21 Estados: “O Brasil é o sétimo mercado do mundo em TI e deve subir para quinto lugar até 2020; é o quarto em venda de computadores, só perdendo para Estados Unidos, Japão e China; e tem mais de 105 milhões de usuários de internet”.

A tendência de aumento do uso de dispositivos móveis e vestíveis faz crescer a demanda por novos aplicativos. Na avaliação dele, isso abre uma boa frente de oportunidades para empresas de pequeno e médio porte em áreas como educação, construção civil e saúde.

A Pixeon, especializada em diagnóstico médico por imagem digital, foi a primeira empresa da América Latina do segmento em saúde a ser investida pela Intel Capital, divisão de investimentos estratégicos da multinacional de tecnologia Intel.

Com o primeiro aporte, em 2011, foi possível realizar a expansão comercial. No ano seguinte, o mesmo fundo fez nova rodada de investimento e anunciou-se a fusão de operações com a Medical Systems. Com sedes em Florianópolis e São José dos Campos (SP), a nova empresa tem uma carteira de 1.200 clientes em todos os estados do Brasil, além de Argentina e Chile. Em outubro de 2013, a Pixeon recebeu R$ 30 milhões do fundo Riverwood Capital, com a perspectiva da injeção de outros R$ 20 milhões em três anos.

Os novos recursos estão sendo aplicados em P&D, capilarização comercial, aquisições e expansão internacional, explica o CEO Roberto Ribeiro da Cruz. “Estamos montando um time altamente especializado em computação em nuvem, que já tem 25 profissionais e deve chegar a 40 até o final do ano”, afirma.

No início do mês, a Pixeon lançou uma plataforma na internet que permite o agendamento e entrega de exames via web, conectando todos os participantes da cadeia de saúde. Este ano, planeja dar início às operações na Colômbia e, para abril de 2015, lançar um sistema de gestão de clínicas de imagens médicas. “A ideia é crescer muito”, resume o empresário. “Estamos conversando com algumas empresas e sondando o mercado, com foco em expansão.”

 

Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/3597958/bom-plano-de-negocios-ajuda-na-captacao-de-recursos#ixzz368KFgr6U

.

Consultoria Financeira por Dauro Veras – 30.06.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×