Sua conta
  • 27/10/2014

Finanças pessoais e o ICC

Início / Vida financeira / Finanças pessoais e o ICC

finanças pessoais

Confiança do consumidor cai por apreensão com finanças pessoais

 

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), recuou 1,5% em outubro. O medo pelo futuro do mercado de trabalho e a alta da inflação são fatores que desencadeiam esse cenário de queda. Esse medo se reflete no consumo, que também caiu no período.

Mas se você precisar cortar gastos, sabe por onde começar?

Técnicas de finanças pessoais e controle financeiro, como anotações em planilhas, aplicativos ou até mesmo em caderninhos fazem com que tenhamos total conhecimento do destino do nosso dinheiro e em tempos de mudanças essa prática faz toda a diferença.

Dessa forma, adaptamos nossas finanças à realidade econômica do momento e se tiverem que ser feitos alguns cortes saberemos o tipo de despesa que podemos “passar a tesoura”, além de abrir a possibilidade de fazermos uma reflexão sobre como nos relacionamos com as finanças, tanto em tempos bons quanto nebulosos.

Confira o artigo publicado no Jornal Valor Econômico no dia 24/10,  que destaca esse assunto:

http://www.valor.com.br/brasil/3748078/confianca-do-consumidor-caiu-por-apreensao-com-financas-pessoais

 .

Finanças pessoais e o ICC por Equipe Par Mais – 27.10.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

 

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×