Sua conta
  • 15/01/2016

3 lições de finanças que aprendemos com David Bowie

Início / Vida financeira / 3 lições de finanças que aprendemos com David Bowie

img-3 lições de finanças que aprendemos com David Bowie

O que a vida de um famoso cantor pop pode ensinar sobre finanças?

Todos sabem que o cantor David Bowie (1947-2016) tornou-se um ícone devido as suas inovações no mundo da música pop/rock.
No entanto, o que poucos conhecem são suas inovações no mundo das finanças e no empreendedorismo, sendo inclusive chamado de “empreendedor do século 21” pelo “The New York Times”, em 2002.

Depois de já possuir uma carreira consolidada e diversos álbuns de sucesso, na metade da década de 1990, David Bowie – incentivado por seu gestor financeiro – foi o primeiro cantor a emitir títulos lastreados nos direitos autorais das vendas de seus discos.

O cantor captou 55 milhões de dólares na emissão dos “Bowie Bonds” em 1997, prometendo uma taxa de 7,9% ao ano de remuneração. Os bônus possuíam em média 10 anos para o vencimento e toda a série foi comprada pela Prudential Insurance Co.
of America. Na época, um título de 10 anos do tesouro americano estava pagando cerca de 6,37% ao ano!

Esta remuneração viria do recebimento futuro dos direitos autorais e royalties referente aos seus 25 álbuns já produzidos, totalizando 287 canções.

 

Veja a seguir as 3 lições de finanças que aprendemos com David Bowie

1. Preocupe-se com seu dinheiro, independente da sua área de atuação

Cada um possui uma especialidade, uma área em que trabalha e sabe executar suas tarefas com destreza. No entanto, uma necessidade comum para todos é ter que gerir seus recursos financeiros conquistados ao longo dos anos de trabalho.

David Bowie é um exemplo de um cantor que foi além dos shows e do desenvolvimento de suas músicas. Bowie não vendeu seus títulos por estar passando por dificuldades financeiras, mas sim por que ele previa uma grande mudança na maneira como o mundo consumia e vendia música, afirma o “The Atlantic”.

 

2. Pense diferente dos demais

No mercado financeiro existem diversas opções de investimentos. A dica é sair do convencional e pensar além. No Brasil, aplicações na caderneta de poupança são muito comuns, por exemplo. Contudo, a dica é utilizar o exemplo de Bowie como um incentivo para pensar além do convencional e buscar opções melhores de investimento para cada situação e objetivo.

 

3. De um problema, crie uma oportunidade

Quando Bowie emitiu os títulos ele usou isso como estratégia para manter o controle total da sua música. Até a venda dos títulos, Bowie dividia os direitos autorais de suas músicas com seu ex-empresário. Com a venda dos títulos e o recebimento dos 55 milhões de dólares, Bowie conseguiu comprar a parte do seu ex-empresário e ter total controle sobre sua música.
No mercado financeiro, que está em constante mudança, não é diferente. Se alguns investimentos não atendem o seu perfil ou seus objetivos, certamente é possível encontrar opções que atendam!

 


Par Mais – 15.01.2016

A Par Mais Empoderamento Financeiro tem um propósito claro: fazer com que as pessoas mudem sua relação com o dinheiro para alcançar a liberdade e serem mais felizes. Os especialistas da Par Mais desenvolveram um método que visa tornar qualquer pessoa capacitada a ter o controle das suas finanças. Conheça os nossos serviços. Clique aqui.

 

Deixe seu comentário

Comentário(s): 2

       
×