Sua conta

Você já deve ter visto algum anúncio de corretora oferecendo taxa zero.

As corretoras são empresas como qualquer outra e são feitas para dar lucro. E o lucro tem que vim de algum lugar.

Uma corretora que promete taxa zero, além de não ter receita, vai ter um grande prejuízo, porque ela tem diversos custos, inclusive das operações que ela faz.

Então, de onde que vem a receita das corretoras?

Corretoras fazem da mesma forma que os bancos faziam antigamente, - e se falava tão mal.

O ganho das corretoras vem da intermediação. Mesmo não sendo claro, a intermediação dos bancos todo mundo sabe o que é. O banco capta dinheiro por uma taxa, que é a taxa dos investimentos, e ele empresta por outra, que é a taxa de cheque especial, de empréstimos e tudo mais, que é mais alta, ou seja, tem um spread grande.

As corretoras, por outro lado, são remuneradas da seguinte forma:

 - Pelo comissionamento
 - Pelo rebate dos fundos
 - Pela corretagem da compra e venda de ações (que tem uma corretagem fixa)
 - Por spread - que é a diferença de preço entre o que ela paga no mercado e o que ela vende para os clientes, que é o caso dos títulos públicos e privados, tipo as NTNs, LTNs, títulos do governo, debênture, CRI, CRA, LCI, entre outros.

A parte ruim desse modelo de negócios das corretoras é que ninguém tem a menor ideia de como é a remuneração delas. Não é transparente, ou seja, ninguém fica sabendo e então eles espalham que é tudo taxa zero.

Provavelmente, a taxa zero que eles falam é taxa de algum fundo ou algo assim. Neste caso, não tem como não ter custo, porque existem todos os custos de operação. Então, quando eles dizem que um fundo tem taxa zero, eles estão ganhando dinheiro na corretagem, nos rebates, no que eles compram e vendem dentro dos fundos, e tudo mais.

Como sempre reforçamos: Não existe almoço grátis. Não tem filantropia no mercado financeiro.

×