Sua conta
  • 30/01/2014

Verão surreal

Início / Vida financeira / Verão surreal

verão surreal

Verão surreal

Quem mora em cidades turísticas é obrigado a conviver com a “inflação de verão”. Tudo começa em dezembro quando as pessoas, ‘ricas’ com seu 13° no bolso, começam a gastar com as festas de fim de ano. Em seguida chega a temporada de férias, com os turistas que vem preparados para gastar o que tem (e as vezes o que não tem).

Mas esse ano as coisas estão extrapolando os limites. Os aumentos foram tantos e tão abusivos que alguns internautas resolveram criar o ‘Surreal’, em uma bem humorada combinação dos preços abusivos com o nome da nossa moeda, o Real. Logo começaram os posts de diversos leitores com fotos de cardápios e serviços com preços ‘surreais’: Salada de frutas por R$ 40,00, porções de calabresa por R$ 60,00 e misto quente a R$ 20,00. Pior é que, ao reclamar dos preços muitas vezes se ouve um sonoro “Não quer pagar? Tem quem pague”!

Lembro de uma reportagem de um tempo atrás em que um turista rasgava -literalmente- uma nota de R$ 20,00 num bar em Jurerê Internacional. Ele dizia que aquela nota não valia nada ali. E o pior é que realmente não valia, pois é bem possível que com aquele valor ele não conseguisse comprar mais do que uma água.

É fato que a renda da população aumentou consideravelmente nos últimos anos, mas ainda está muito, mas muito longe de ser suficiente para pagar por luxos desnecessários. Entretanto, um pouco mais de dinheiro no bolso e uma maior facilidade de obtenção de crédito acabou resultando numa armadilha: gastando as pessoas satisfazem o ego, se sentem incluídas e bem sucedidas.

Mas será que vale a pena pagar pelo aluguel de uma cadeira na praia quase o preço que seria possível comprar uma, apenas pela comodidade de não ter que carregar? Será que existe tanta diferença entre uma cerveja importada e uma nacional que compense a diferença de preço? Será que a picanha é tão fundamental no churrasco de verão ou é possível abrir mão dela nesta época?

Não é a toa que a página que criou o ‘Surreal’ está estimulando as pessoas a levar suas próprias cadeiras, bebidas e comidas pra praia. Quem sabe a ‘farofa’ não volta à moda?

Viva e seja feliz, mas gaste com as coisas que realmente lhe dão prazer.

.

Verão surreal por Alexandre Amorim – 30.01.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×