Sua conta
  • 20/09/2011

A alta da inflação e o investimento em tesouro direto

Início / Investimentos / A alta da inflação e o investimento em tesouro direto

tesouro direto

Investimento em tesouro direto

.

Os investidores do Tesouro Direto – sistema de compra e venda de títulos públicos pela Internet – miraram nas expectativas de inflação futura acima da meta ao dar maior preferência, em agosto, aos papéis públicos atrelados ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial. As compras de Notas do Tesouro Nacional – série B (NTNs-B) e de NTNs-B Principal representaram 46,2% da demanda total em agosto, de R$ 315,35 milhões em títulos.

De acordo com relatório do Tesouro Nacional, divulgado ontem à noite, os títulos remunerados por índices de preços já respondem pelo maior volume de vendas no estoque, alcançando 59,9% dos R$ 6,49 bilhões.

Em segundo lugar em agosto, apareceram os papéis prefixados, como as Letras do Tesouro Nacional (LTNs) e Notas do Tesouro Nacional – série F (NTNs-F), com participação de 36,8% do total das vendas. Enquanto isso, os títulos indexados à taxa básica de juros (Selic) – as Letras Financeiras do Tesouro Nacional (LFTs) – ficaram com 17% das vendas no mês passado.

O estoque total do Tesouro Direto, de R$ 6,49 bilhões, registrou um aumento de 4,1% em relação a julho e de 63,5% na comparação com agosto de 2010.

Já o universo de investidores pessoas físicas cadastrados no Tesouro Direito atingiu 258.968, crescimento de 29,1% em doze meses terminados em agosto. No mês, foram integrados ao sistema 6.239 participantes.

O Tesouro Direto aceita aplicações de pessoas físicas a partir de aproximadamente R$ 200, com a intermediação de um banco custodiante. Segundo o governo, os pequenos investidores são maioria, detendo 59,1% da carteira, com investimentos até R$ 5 mil. O valor médio por operação, em agosto, ficou em R$ 14.438. É bom lembrar que o programa oferece liquidez semanal, com os investidores podendo vender os papéis toda quarta-feira.

Trechos do artigo ”Com inflação em alta, aplicador prefere NTN-B?” retirado do Jornal Valor Econômico. 

.

A alta da inflação e o investimento em tesouro direto por Equipe Par Mias – 20.09.2011

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×