Qual a melhor forma de fazer câmbio?

  • 04/12/2019
Página inicial - uso consciente - Qual a melhor forma de fazer câmbio?
Qual a melhor forma de fazer câmbio?

Ao se preparar para uma viagem, uma das grandes dúvidas é quando e como fazer o câmbio dos seus reais pela moeda estrangeira do país que você vai visitar. Antes de tomar uma decisão é bom conhecer todas as opções para verificar qual melhor se adequa à sua situação específica. Leia aqui, as principais opções.

Transferência internacional

Caso você tenha uma conta bancária no país para o qual vai viajar, uma das opções mais atrativas pode ser a transferência internacional, com a utilização de um site especializado nesse tipo de serviço.

A transferência dessa maneira costuma usar a cotação comercial do dólar, que tende a ser mais vantajosa do que a cotação do “Dólar Turismo”. Outro ponto relevante é que nesse tipo de operação incide apenas o IOF de 1,10%

Mesmo não tendo uma conta no país para o qual você viajar, existem serviços de remessa internacional de dinheiro que funcionam de maneira bem semelhante. A principal diferença é que o intermediário dessa remessa não é um banco, mas sim em uma empresa especializada em transferência internacional de remessas. Para coletar a sua remessa nesse tipo de empresa você precisará fornecer o seu documento e uma senha definida ao realizar a operação no Brasil.

Fizemos ainda uma breve pesquisa com alguns dos principais prestadores desse serviço de transferência internacional para verificar quantos dólares seriam obtidos fazendo o câmbio de aproximadamente R$1.000,00 em 03/12/2019.

É importante destacar que o “Dólar comercial” nessa data estava em US$4,205 e o “Dólar turismo” estava em US$4,37. Confira o resultado dessa pesquisa abaixo:

Empresa R$ US$ Câmbio efetivo
TransferWise 1.000,00 230,76 4,3335
PayPal 1.000,00 221,23 4,5202
Remessa Online 1.000,00 232,49 4,3013
Western Union 1.000,00 228,55 4,3754
Cotação 996,67 231,96 4,2967

Dinheiro em espécie

Uma das opções mais comuns ao viajar ainda é a compra do papel moeda em espécie. Sobre esse tipo de câmbio incide também o IOF de 1,10%. Caso você viaje para os Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Japão ou algum país europeu, pode fazer sentido fazer o câmbio no Brasil.

Já no caso de países mais exóticos, talvez valha mais a pena fazer a troca da moeda no próprio país. Busque sempre pesquisar o câmbio em diferentes casas de câmbio e, de preferência, não o faça no aeroporto ou em algum lugar turístico pois nesses lugares o câmbio costuma ser mais depreciado.

Sites como o Melhor Câmbio e BeeCâmbio permitem pesquisar múltiplas casas de câmbio ao mesmo tempo com o objetivo de obter a melhor cotação possível.

Veja abaixo essa mesma pesquisa realizada com algumas casas de câmbio para troca de dinheiro em espécie:

Empresa R$ US$ Câmbio efetivo
Confidence 1.016,47 230,00 4,4194
Cotação 1.012,67 230,00 4,4029

Cartão pré-pago

Outra opção que também é muito utilizada é o cartão pré-pago.

Com ele você tem a praticidade de não precisar levar o dinheiro vivo e de ser utilizável como um cartão de crédito normal, só que com o cartão pré-pago (como já diz o nome) você já tem uma quantia pré-definida. Além disso, você tem um controle maior sobre o câmbio do que no caso dos cartões de crédito internacionais, já que o câmbio é definido na data que você fechar o câmbio.

Essa praticidade, no entanto, tem um custo que não é baixo.

A incidência de IOF sobre para cartões pré-pagos é de 6,38%, muito superior do que o valor para transferências internacionais ou para troca de dinheiro em espécie.

Veja abaixo a pesquisa com a cotação para aquisição de dólares em um cartão pré-pago na mesma data

Empresa R$ US$ Câmbio efetivo
Confidence 1.000,00 213,95 4,6740
Cotação 1.067,26 229,00 4,6605

Cartão de Crédito

Por fim, outra opção amplamente usada ao viajar no exterior é o pagamento por meio de cartão de crédito. Ele também tem a praticidade de não precisar levar o dinheiro em espécie e, para alguns serviços específicos, essa é o único método de pagamento aceito.

Apesar disso, essa tende a ser a opção menos vantajosa principalmente porque a cotação utilizada pelos cartões de crédito tende a ser bastante alta, já que ela não é negociável como nas opções anteriores. Além disso tudo, sobre esse meio de pagamento também incide o IOF de 6,38%.

Conclusão

No geral, a opção mais eficiente de realização do câmbio tende a ser a transferência para uma conta própria no exterior, no entanto nem todas as pessoas tem essa opção à sua disposição. O envio de remessas e a troca do dinheiro em espécie são as próximas opções mais atrativas, tendo em vista o câmbio negociável e a incidência do IOF. No geral, as opções por cartões pré-pagos e cartões de crédito tendem a ser as menos competitivas.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 3

       
    1. Chen, bom dia!
      A Par Mais é uma empresa de finanças pessoais e investimentos. Temos como missão, empoderar nossos leitores através da publicação de artigos, coletâneas, apps, ferramentas etc
      Em relação ao câmbio, não trabalhamos nesse segmento e o artigo é somente uma forma de informar sobre o assunto.
      Se o seu interesse é finanças pessoais e/ou investimentos será uma honra para o nosso Time atendê-lo.
      Basta agendar no link melhor dia e horário
      https://www.parmais.com.br/agendamento.html
      Desejamos um ótimo final de semana para você e sua família!

  1. Faltou vocês simularem a compra de moeda e a remessa na Exchangenow.net essa está com taxas bem competitivas frente as demais.

Últimas publicações