Sua conta
  • 12/09/2014

Como investir? Dúvida do leitor

Início / Investimentos / Como investir? Dúvida do leitor

como investir

Quero trocar de carro e apartamento e me aposentar com renda de R$ 5 mil; Como investir?

.

Leitor pergunta:

Tenho atualmente investimentos no valor de aproximadamente R$ 320 mil, sendo 37% em LTNs com vencimento entre 2015 e 2018, 4% em NTNB 2020, 8% em NTNB 2024, 4% em NTNB 2035, 14% na poupança, 7% em fundos de renda variável, 2% em fundos multimercado e 24% em VGBL. Tenho 36 anos, minha esposa 32 e ainda não temos filhos. Temos um apartamento próprio e carro com 7 anos de uso, que comprei 0 km. Nós dois temos planos de previdência do tipo Benefício Definido, o que já nos garante um certo conforto para o futuro. Descontando as despesas do dia-a-dia, o investimento com cursos e os gastos com lazer e viagens, conseguimos poupar R$ 40 mil por ano.

Nossos planos para o futuro são os seguintes:

– No prazo de um ano trocar de carro, pagando uma diferença de até R$ 30 mil entre o valor do novo e o do meu usado, que vale R$ 20 mil.

– No prazo de até dois anos ter um filho.

– No prazo de até dez anos trocar o nosso apartamento por um maior. Hoje estimamos que essa troca custaria R$ 350 mil.

– Aposentar quando minha esposa completar os 55 anos, ou seja, no ano de 2036, com uma aposentadoria complementar (perpétua) de pelo menos R$ 5 mil, além do que o nosso plano de benefício definido pagará.

Os nossos investimentos estão alinhados aos nossos objetivos?

Qual seria a melhor configuração de uma carteira de investimentos para um perfil de risco baixo a moderado dados os nossos objetivos e dado o momento de possível mudança no cenário político e econômico brasileiro.

,

Jailon responde:

Prezado leitor. Primeiramente parabéns pela bela capacidade de poupança e pela sua carteira de investimentos financeiros! Como vocês possuem objetivos com valores e prazos bem definidos, podemos separar as aplicações em 3 grupos:

 .

Reservas imediatas:

• Segurança: reserve o equivalente a 6 meses de suas despesas como reserva de segurança. Supondo que gastem R$ 10.000,00 mensais, apliquem R$ 60.000,00 em um investimento seguro e com liquidez imediata (que possa ser resgatado a qualquer momento).

Sugestão: aplicar R$ 60.000,00 em títulos públicos do tipo LFT (Letra Financeira do Tesouro) e manter R$ 10.000,00 na Caderneta de Poupança para facilitar a operação de resgate imediato;

 .

• Troca de carro: além da reserva de segurança, utilize R$ 30.000,00 que estão aplicados nas LTNs 2015 para troca do carro;

Sugestão: manter nas LTNs de 2015 até o vencimento e usar os recursos para trocar de carro.

 .

• Filho: quando seu filho nascer, aumente a reserva de segurança com base no aumento das despesas mensais.

Sugestão: Aplique o valor juntamente com os demais investimentos da reserva.

 .

• Troca do APT em 2024 (10 anos): para a troca do apartamento, considerei uma aplicação inicial de R$ 100.000,00 e ainda aportes mensais de R$ 1.500,00 (R$ 18.000,00 / ano) de hoje até 2024. Estas aplicações devem ter o perfil moderado/arrojado e buscar um taxa real de pelo menos 4% ao ano.

Sugestão: mantenha sua aplicação na NTN-B 2024, aplique mais R$ 75.000,00 em NTN-B Principal com vencimento em 2024 (atualmente taxa real de 5,75%). Os aportes mensais, aplique também em NTN-B Principal 2024 enquanto a rentabilidade líquida de IR estiver acima de 4% ao ano, depois disso busque fundos multimercados com objetivos de ganho e histórico de rentabilidade de acordo com a necessidade.

.

• Aposentadoria em 2036 (23 anos): considerando um cenário futuro de taxa real de 2% ao ano, para obter renda perpétua de R$ 5.000,00 mensais é necessário aplicar o equivalente a R$ 3.000.000,00 em valores de hoje. Para atingir este objetivo suponhamos que vocês apliquem R$ 100.000,00 da carteira atual. Além disso, teriam capacidade de poupar:

– De 2014 a 2024: R$ 22.000,00/ano (além dos R$ 18.000,00/ano explicados acima).

– De 2025 a 2036: R$ 30.000,00/ano (não terão mais a poupança do APT, mas estou supondo que a capacidade de poupança diminuirá no futuro).

 Neste cenário seria necessário aplicar os recursos a uma taxa real de 10,5% ao ano, o que torna a aplicação bastante agressiva e totalmente fora do seu perfil de investidor.

Alternativa: sugiro que vocês modifiquem o objetivo para renda vitalícia (ao invés de perpétua). Nesse caso seria preciso acumular R$ 1.800.000,00 até 2036, o que exigiria uma taxa real de 7% ao ano (mantendo as demais considerações de aporte inicial e poupança acima).

.

Consideração importante: para conquistar este objetivo seria necessário uma carteira de investimento com mais risco que seu perfil de investidor permite.

Caso você se sinta confortável com isso e tenha acompanhamento de um Planejador Financeiro profissional periodicamente, sugiro que monte uma carteira inicialmente com os seguintes produtos:

  • 30% – títulos públicos NTN-B Principal 2035. Outra opção é comprar NTN-B 2050, a fim de garantir a taxa real praticada atualmente, neste caso reinvista os cupons semestralmente. Isso irá reduzir sua necessidade de poupança no longo prazo.
  • 40% – fundos multimercado com perfil arrojado, que busquem ganhos reais acima de 7,5% ao ano
  • 30% – fundos de ações de bons gestores Obs.: é importante ajustar a carteira conforme momentos de mercado.

Alternativa: vocês poderiam postergar a meta de aposentadoria por mais 5 anos, ou seja, aos 60 anos de sua esposa. Isso permitiria que, mantendo as demais características, vocês aplicassem em uma carteira com objetivo de taxa real de 4% ao ano, o que estaria adequado ao seu perfil de investidor.

 .

Considerações:

• Seria preciso ter mais informações para uma recomendação consistente, efetuando um planejamento financeiro adequado;

• As sugestões de carteira estão baseadas no cenário atual, para uma alocação eficiente seria indicado fazer a revisão periódica das estratégias;

• Considere “taxa real” a taxa de rentabilidade já descontada a inflação e os impostos;

• Alguns valores foram arredondados no texto para dar mais fluidez à leitura.

 

 Fonte: InfoMoney

 

Como investir? Dúvida do leitor por Jailon Giacomelli – 12.09.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×