Sua conta
  • 29/07/2014

Prepare-se para o fim de ano

Início / Vida financeira / Prepare-se para o fim de ano

planejamento financeiro

Planejamento Financeiro: prepare-se para o fim de ano

.

Universo Postalis

Terminar o ano no azul, sem dívidas e com um bom dinheiro guardado é praticamente um sonho, não é? Para se tornar realidade, antes é necessário passar pelo período de festas, presentes e viagens, sem desequilibrar o orçamento. Muitas vezes, o 13º não é suficiente para bater todos esses gastos. Por isso, os especialistas dão dicas de como controlar as finanças e se planejar para o término de 2014 e o começo de 2015.

  

Faça um planejamento financeiro

É preciso controlar o orçamento doméstico. Esse simples, porém árduo, hábito faz toda a diferença, garante o planejador financeiro Jailon Giacomelli, especialista em Planejamento Financeiro, Investimentos e Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas. “Além das despesas ordinárias mensais (alimentação, saúde, moradia, transporte, etc.), liste também as despesas que acontecem eventualmente e coloque uma meta para cada uma delas, inclusive nos meses de novembro e dezembro”, orienta o especialista.

O 13º

Muitos veem como dinheiro extra para as compras, o que é um equívoco. De acordo com os especialistas em educação financeira, o 13º deve ser usado, prioritariamente, para a quitação das dívidas, começando por aquelas com juros mais altos. “Caso não tenha dívidas, a prioridade seguinte é a reserva de segurança para futuras emergências financeiras” afirma Giacomelli. 

Viagens

Antes de tudo, deve-se fazer um estudo para saber o quanto pode ser gasto com a viagem e todos os gastos relacionados, como hospedagem, alimentação e compras. “Esse valor precisa ficar dentro da capacidade de poupança da pessoa. Normalmente, a melhor forma de pagamento é à vista, pois os descontos concedidos são muito atraentes; então, o ideal é poupar antecipadamente os valores necessários e negociar o melhor preço com as agências de viagens e hotéis, entre outros serviços”, Explica a professora de finanças da FGV Neusa Belo.

Festas e presentes

Os custos da festa também precisam ser planejados com antecedência. “Caso seja um encontro com várias famílias, fica mais fácil e barato se as responsabilidades (comida, bebida, decoração, etc) forem divididas. Também é preciso cuidado com a troca de presentes. Se você não pode comprar, improvise ou selecione as pessoas que são prioridades, como as crianças, e, na pior das hipóteses, não de presentes. Quem realmente gosta de você, vai entender”, garante Giacomelli.

Dívidas

É importante buscar alternativas para não virar o ano como inadimplente. “Para quem está na condição de endividamento, a melhor solução é buscar a renegociação junto aos credores, seja para reduzir custos das obrigações atuais, seja para contratar uma operação maior com menor custo, maior prazo e consequentemente, com prestação menor”, diz o economista José Eustáquio de Carvalho,  diretor de Economia comportamental do Instituto Brasileiro de executivos financeiros do Distrito federal (IBEF/DF). Mas essas medidas não eliminam a necessidade de redução de gastos. “Gaste menos com telefone, com energia, troque o lanche da rua pelo lanche de casa, troque a academia pelos exercícios na praça. Ou seja: reduza gastos que atrapalhem o orçamento”, recomenda Neusa.

.

Prepare-se para o fim de ano por Jailon Giacomelli – 29.07.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×