O que é CRI e CRA – Certificado de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio?

  • 07/07/2017

O que é CRI e CRA

Este artigo mostra o que é CRI e CRA, os Certificado de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio. São investimentos de renda fixa que estão cada vez mais acessíveis ao investidor. Veja a seguir os conceitos, rentabilidade, tributação e risco ao qual o investidor está exposto ao aplicar nestes produtos.

O que é CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliários?

O Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) é um título de crédito nominativo, de livre negociação, lastreado em créditos imobiliários e constitui promessa de pagamento em dinheiro (Art. 6, da Lei 9.514/97). Em outras palavras, o CRI é um investimento de renda fixa com lastro em fluxos de pagamentos de aquisição de imóveis ou de aluguéis. Os bens imóveis atrelados a um CRI ficam como garantia da operação por meio da alienação fiduciária.

O que é CRA – Certificado de Recebíveis do Agronegócio?

O Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) é um título privado, emitido por companhias securitizadoras, vinculado a direitos creditórios de operações de financiamento de atividades do agronegócio. Como garantia para o investidor, na operação de um CRA pode ter alienação da terra ou o penhor da produção.

Formalmente, “o Certificado de Recebíveis do Agronegócio – CRA é um título de crédito nominativo, de livre negociação, representativo de promessa de pagamento em dinheiro e constitui título executivo extrajudicial”. (Art. 36, da Lei 11.076/04).

Rentabilidade CRI e CRA

O Certificado de Recebíveis Imobiliários e também do Agronegócio são investimentos de renda fixa. Poderão, portanto, ter uma das seguintes formas de remuneração:

  • pós-fixados: a rentabilidade é um percentual do CDI;
  • prefixados: a rentabilidade é fixa na data em que é feito o investimento;
  • inflação: a rentabilidade é uma taxa fixa, mais um indicador de inflação, que normalmente é o IPCA ou o IGP-M.

É importante considerar ainda que, por serem investimentos isentos de IR, como será detalhado em seguida, é preciso ter atenção na hora de comparar a rentabilidade de um CRI ou CRA com a de um CDB ou fundo de investimento, por exemplo. Veja: considerando investimentos pós-fixados no CDI, um CDB pode pagar um percentual bruto maior que o CRI ou CRA, mas do CDB ainda será descontada a alíquota de IR, o que afeta totalmente a comparação entre os produtos.

Tributação e garantias do CRI e CRA

CRI e CRA são dois investimentos isentos da tributação de IR e também de IOF. São produtos com características similares às LCI e LCA. Uma desvantagem do Certificado de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio é que não possuem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), diferente das LCI e LCA.

Por sua vez, os CRI e CRA possuem a garantia de um empreendimento, seja ele imobiliário (no caso da CRI) ou do agronegócio (no caso da CRA).

Risco CRI e CRA

O Certificado de Recebíveis Imobiliários e também do Agronegócio (CRI e CRA) estão expostos ao risco de crédito, que implica na possibilidade do credor não conseguir cumprir suas obrigações com o investidor. Esse risco é amenizado pelo fato desses investimentos possuírem a garantia de empreendimentos físicos.

Outro risco ao qual o investimento em CRI e CRA é exposto é o risco de liquidez. Normalmente os prazos para permanecer com o investimento são relativamente longos – como 3 ou 4 anos. Durante esse período o investidor não consegue resgatar seu dinheiro, ficando restrito apenas a operações no mercado secundário, o que pode ser inacessível para investidores que não contam com nenhum tipo de assessoria. Em troca aos riscos do investimento, existem CRI e CRA com boas rentabilidades em relação a outros investimentos de renda fixa.

Conclusão: o que é CRI e CRA?

Antigamente restritos apenas a investidores qualificados, os CRI e CRA hoje são investimentos que estão cada vez mais acessíveis. O investidor consegue incluir estes ativos em sua carteira pelo intermédio de uma corretora de valores, que faz a distribuição sempre que possua alguma opção disponível.

Este artigo mostrou o que é CRI e CRA e também que o investidor precisa estar atento às características destes ativos. Apesar de possuírem isenção de IR e IOF e serem ativos de renda fixa, nem sempre estarão alinhados para fazer parte da carteira de todos os investidores. Alguns dos pontos para que o investidor preste atenção são: o prazo em que é preciso permanecer com o CRI ou CRA em carteira; e o fato do investidor estar emprestando dinheiro para uma empresa.

Por isso, a recomendação antes de entrar neste tipo de investimento é procurar por especialistas em investimentos. Conheça o serviço da Par Mais “Meus Investimentos”.

Resumo
O que é CRI e CRA – Certificado de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio?
Nome do artigo
O que é CRI e CRA – Certificado de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio?
Descrição
Os Certificados de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio são investimentos de renda fixa cada vez mais acessíveis. Confira o que é CRI e CRA.
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe um comentário