O que é bitcoin e outras criptomoedas: riscos e vantagens de investir

  • 17/07/2017

Bitcoin

Uma febre tem tomado conta do mundo digital: bitcoins e outras criptomoedas têm levado investidores do mundo inteiro a loucura com suas super valorizações e seus mistérios. Porém essa história começou em 2009 e na verdade existe muita coisa envolvida por trás disso. Acompanhe esse artigo e entenda o que é bitcoin e outras criptomoedas.

O que é Bitcoin e outras criptomoedas

Bitcoin é a primeira moeda digital descentralizada, que inovou por permitir que transações financeiras online fossem realizadas diretamente entre pares de pessoas, sem a necessidade de intermediários e nem de um governo para cumprir o papel de regulador.

Tudo começou em 2008, quando foi um publicado de forma independente um artigo científico. O autor é identificado pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto, mas ninguém sabe ao certo a quem este nome se refere, se é a um programador ou a um grupo de programadores.

O que se sabe é que tanto o bitcoin quanto as mais de 900 moedas digitais – as criptomoedas – que existem atualmente estão revolucionando as transações financeiras que ocorrem no mundo digital.

Algumas das características comuns às criptomoedas são:

  • são negociadas online e não existem fisicamente;
  • não são controladas ou reguladas por um Banco Central;
  • os custos de transação são muito menores do que em relação às moedas físicas,  pois as negociações são feitas entre pessoas, sem intermediários;
  • não possuem relações com países específicos, são moedas independentes;
  • podem ser compradas a partir das principais moedas físicas existentes no mundo: dólar, euro real, iene, entre outros.

Os nomes de algumas das principais criptomoedas existentes são: Bitcoin (BTC); Litecoin (LTC); Ethereum (ETH); Ripple (XRP); Monero (XMR); Dash (DASH).

Blockchain: a tecnologia por trás das criptomoedas

Para entender o bitcoin e sua importância é crucial entender a tecnologia por trás das criptomoedas: a Blockchain. Essa tecnologia permite que qualquer transação entre João e José seja validada sem que uma terceira parte valide a transação. Isso só é possível através da Blockchain.

A Blockchain corresponde a um grande livro-razão descentralizado, em que todas transações são registradas. Em função de não haver uma base de dados centralizada é praticamente impossível hackear.

Estima-se que hoje mais de 100 mil empresas no mundo todo utilizam bitcoins como meio de pagamento, importante ressaltar que grande parte delas estão na Ásia, especialmente na China, onde a extrema regulação do governo torna a moeda digital uma forma de se obter liberdade e privacidade.

Vale a pena comprar criptomoedas?

Essa é uma pergunta difícil de se responder, vai depender MUITO do conhecimento e objetivos do investidor. Geralmente os investidores são entusiastas da tecnologia e enxergam as criptomoedas como um novo paradigma.

O sucesso do Bitcoin depende de sua evolução e também da evolução das criptomoedas concorrentes, hoje por exemplo, já existem o Ethereum, Litecoin,  Dash, entre outras criptomoedas com valor de mercado acima de 1 bilhão de dólares.

Onde comprar Bitcoins

Você pode comprar seus bitcoins de empresas do tipo “exchanges”, que são basicamente bolsas, ou diretamente de outras pessoas. Ambos os modelos permitem que você transforme seus reais, dólares, ou euros  em bitcoins.

Exchanges são basicamente sites onde usuários se cadastram para vender e comprar bitcoins ou outras criptomoedas. Algumas exchanges trabalham exclusivamente com bitcoin, enquanto outras negociam diversas moedas digitais.

Você pode utilizar exchanges brasileiras ou estrangeiras, tudo vai depender da melhor relação custo-benefício e que tipos de criptomoedas além do bitcoin você vai querer comprar. Também é possível comprar bitcoins direto de casas de câmbio especializadas em Bitcoin, porém o custo é mais caro, mas existem facilidades como usar o cartão de crédito.

Caso o investidor queira, é possível comprar frações de bitcoins (e também de boa parte das outras criptomoedas). Ou seja, não necessariamente é preciso comprar uma bitcoin inteira, que pode custar caro para quem quer apenas dar o primeiro passo, aplicando um baixo valor apenas para começar a acompanhar o mercado.

Cuidados com segurança

Tome muito cuidado em suas operações, existem milhares golpes e fraudes acontecendo, é crucial saber proteger suas contas, por isso escolha senhas fortes com diversas tipografias, escolha uma senha diferente para cada site. Se possível ative autenticação dupla em tudo. Tenha um bom antivírus atualizado. Nunca entre em sites suspeitos e verifique se o site que você está acessando possui conexão criptografada HTTPS.

Riscos de investir em criptomoedas

Existem os riscos operacionais relacionados à escolha de boas empresas para compra e “guarda” dos bitcoins. Também existem os riscos de segurança, e acima de tudo os riscos inerentes ao mercado, principalmente tendo em vista que esse é um novo mundo que pode mudar muita coisa na forma como as pessoas transacionam bens e direitos.

Ainda em relação ao risco de mercado, os fatores que impactam na volatilidade dos preços das criptomoedas não são claros nem previsíveis, principalmente por se tratarem de moedas “sem país”.

Vale a pena investir?

O investimento em bitcoin ou outras criptomoedas somente é recomendado para investidores com grande apetite pelo risco. Ainda mais nesse momento que o bitcoin passa por uma fase de grande incerteza, tendo em vista a possibilidade de um Hard Folk (duplicação da rede bitcoin). Neste contexto os impactos ainda são imensuráveis, o que traz muita incerteza em relação ao futuro da moeda digital.

Enquanto alguns especialistas argumentam que pode haver uma valorização do bitcoin após o Hard Folk, outros mais céticos acreditam que pode haver uma desvalorização sem precedentes. Até mesmo as exchanges estão tomando precauções em relação ao Hard Folk  para proteger os investidores.

Lembrando que, dada a volatilidade dessas moedas, qualquer queda pode representar uma perda imensa. Caso opte por comprar, tenha em mente que no último mês a Ethereum teve uma queda de quase 60% – e isso é completamente normal.

Conclusão: investir em bitcoin e outras criptomoedas

Mostramos neste artigo o que é bitcoin e outras criptomoedas, onde comprar, os riscos e aspectos sobre a segurança das moedas digitais. Este é um mercado que tem crescido muito e cada vez mais comentado.

Um dado interessante é que a procura por palavras relacionadas a bitcoin e criptomoedas no Google tiveram um aumento de aproximadamente 200% em maio de 2017 em relação aos meses anteriores.  Neste mesmo mês a moeda apresentou valorização de 98%!

Por isso, de um lado a volatilidade elevada das criptomoedas e a falta de previsibilidade exigem que os investidores estejam alertas e, caso decidam por entrar neste mercado, não entrem com uma alta exposição em relação a todo o patrimônio pessoal ou familiar. Por outro lado, as facilidades proporcionadas pelas criptomoedas, como o fato de não precisar de intermediários para as transações de moedas e de não estar vinculada às regulações e fiscalizações de nenhum país tendem a revolucionar a forma como as transações financeiras são feitas em todo o mundo.

Resumo
O que é bitcoin e outras criptomoedas: riscos e vantagens de investir
Nome do artigo
O que é bitcoin e outras criptomoedas: riscos e vantagens de investir
Descrição
Entenda o que é bitcoin e as criptomoedas Ethereum, Litecoin e Dash. Sua tecnologia, onde adquirir e que cuidados deve ter.
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe seu comentário

  1. Interessantíssimo o artigo. Completo e direto ao ponto. Como sugestão, diria para abrir um parêntese no texto para comentar que, por sua discrição e difícil rastreamento, estas moedas, principalmente a Bitcoin, estão sendo apropriadas por esquemas ponzi (piramidal) a fim de atrair pessoas em busca de investimentos altamente lucrativos, no que, na verdade, é um golpe/crime financeiro. Vi isto acontecendo na prática: um amigo me apresentou uma “fórmula para ganhar dinheiro fácil”, sem produzir nada, só investindo em Bitcoins, quando na verdade ele não percebe estar dentro de algo que se utiliza desta moeda para fins escusos. No mais, um tríplice e fraterno abraço a vocês.

      • Par Mais
      • 20/07/2017
      Responder

      Isaque Correa, que bom que gostou do artigo e obrigado pela contribuição. Realmente precisamos estar atentos às promessas de ganhos fáceis.