Metrópoles – Cartão Caixa Simples: 95% do limite pode virar crédito, até a negativados

  • 03/09/2020
Página inicial - Na Mídia - Metrópoles – Cartão Caixa Simples: 95% do limite pode virar crédito, até a negativados

A Caixa Econômica Federal alterou nessa quarta-feira (2/9) o limite máximo de comprometimento do cartão de crédito Caixa Simples (consignado).

Para novas contratações, o limite é de até 32 vezes a reserva da margem consignável, que corresponde a 5% do valor da renda mensal do benefício.

No entanto, não poderá ultrapassar o novo teto de 1,6 vez (160%) o valor do benefício – antes, o limite era de 1,4 vez (140%), segundo a Caixa.

Por ser consignado, o Caixa Simples se difere do cartão de crédito convencional por ter parte (5%) do valor da fatura descontada automaticamente no benefício.

Além disso, 95% do limite de crédito pode virar crédito em conta.

Dessa maneira, se a pessoa recebe um salário mínimo (R$ 1.045), terá direito até R$ 1.672, não mais a R$ 1.463, como tinha anteriormente.

Houve ainda uma redução na taxa de juros de 2,80% ao mês para 2,70% ao mês.

O Caixa Simples é uma modalidade destinada a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com menos de 75 anos.

Sobre esse valor, incorre a cobrança de juros rotativos + IOF contabilizados do dia do crédito em conta ao dia do pagamento da fatura.

Para isso, basta solicitar no momento da contratação. A opção está disponível desde o lançamento do cartão Caixa Simples, em maio do ano passado.

Como usar

A planejadora financeira Annalisa Dal Zotto, sócia da ParMais, explica que o cartão Caixa Simples ainda tem uma taxa de juros alta, apesar da redução.

“A taxa de juros a 2,7% ao mês é muito alta. Isso dá cerca de 37,7% ao ano, o que é caro para caramba, considerando que a taxa Selic está em 2% ao ano”, conta.

Dal Zotto ressalta ser preciso analisar outras opções antes, como o próprio empréstimo consignado. Segundo ela, o Caixa Simples pode ser usado, de maneira consciente, para pagar outras dívidas com taxas de juros maiores.

“Se está precisando de dinheiro, o empréstimo consignado é melhor do que o cartão. Taxa de 2,7% ao mês não é grande vantagem, mas pode ser se não vai mais poder pagar a fatura do cartão”, exemplifica.

A planejadora diz que, para isso, é preciso sair do círculo vicioso e entrar no círculo virtuoso.

“O que a pessoa tem que fazer? Tem que montar uma planilha de controle financeiro para pagar as parcelas e realmente conseguir sair”, complementa a especialista.

Como contratar

O cartão de crédito Caixa Simples está disponível para contratação nas agências de todo o Brasil, aos aposentados e pensionistas do INSS com menos de 75 anos .

“O cliente deve realizar a contratação na unidade federativa em que mantém seu benefício, possuir margem consignável disponível e autorizar a reserva de 5% da margem consignável para averbação do contrato”, explica a Caixa.

Ainda de acordo com a Caixa Econômica Federal, é necessário apresentar RG, CPF, comprovante de residência e extrato de benefício. A fatura vence todo dia 7 de cada mês.

Além disso, o banco informou que não é impeditivo para a contratação do cartão, a existência de restrições cadastrais registradas no SPC ou no Serasa.

Confira a matéria na íntegra: https://www.metropoles.com/brasil/economia-br/cartao-caixa-simples-95-do-limite-pode-virar-credito-ate-a-negativados

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações