Giro Financeiro – DC: aja fora da caixa

  • 19/03/2018

Estamos vivendo na era da inovação e, a tecnologia está ajudando muito, mas na verdade ela é só o canal. A inovação vem de repensarmos serviços e funcionalidades. De pensarmos fora da caixa. E temos exemplos claros disso! Uber, Netflix, Airbnb, mostram que um simples reposicionamento pode proporcionar soluções extremamente vantajosas a todos os envolvidos. E a essência deste pensamento é focarmos nas pessoas e não nos serviços exclusivamente. É uma mudança de modelo de negócios. E é justamente sobre mudar o modelo de negócios das nossas vidas financeiras que vamos tratar neste artigo.

Se o mundo está aderindo cada vez mais a essa nova economia que quebra as barreiras entre o prestador de serviços e seus clientes, por que ainda na nossa vida financeira somos acomodados e continuamos pagando caro pelos serviços financeiros e, muitas vezes, investindo errado e de forma desalinhada aos nossos objetivos?

Temos que buscar soluções inovadoras, sair do lugar comum, do óbvio, e tentar caminhos diferentes. Vejam esses exemplos:
– Contas bancárias: por que pagar tão caro? Podemos negociar com os bancos, tentar isenção ou mesmo migrar para outras instituições que estão nascendo com esse serviço gratuito.
– Linhas de crédito: diversas fintechs já estão em operação, ofertando linhas de crédito mais baratas. Por que continuar pagando juros exorbitantes para as instituições bancárias tradicionais?
– Investimentos: com a web, não podemos mais nos dar ao luxo de investir sem pesquisar e estudar. Temos à mão todas as informações necessárias para escolhermos os mais diversos tipos e formas de investimentos. Desde a adesão às estratégias de robôs até a escolha de especialistas em gestão. Os grandes bancos ainda oferecem (pasmem!) ao segmento “varejo” CDBs que remuneram o investidor com apenas 70% do CDI e fundos de renda fixa com taxas de administração na ordem de 2,5%. Com todas essas novas possibilidades, por que ainda colocamos nosso suado dinheiro em investimentos caros e que comem toda a nossa rentabilidade? Pela simples comodidade?
– Cartões de crédito: salvo exceções, não faz mais sentido pagar a anuidade do cartão de crédito e ainda ter de lidar com a falta de agilidade e facilidade no atendimento. Hoje, temos mais de cinco novas empresas que disponibilizam excelentes serviços em todas as bandeiras tradicionais. Se você ainda paga anuidade, mude e pare de pagar para usar e gastar.
– Seguros: acabou a era de termos de nos adaptar a um seguro. Agora podemos obter um personalizado e aderente às nossas necessidades. Além disso, temos comparadores de valores e coberturas e podemos fazer simulações e contratação completamente online. E melhor, pagando bem menos pelo seguro.

E ainda temos excelentes ferramentas e plataformas de gerenciamento financeiro, de comparação de produtos e serviços, e até podemos comprar e registar em aplicativos cashback para receber algum dinheiro de volta! Aja fora da caixa. Com certeza, vai garantir mais satisfação e respeito ao seu dinheiro.

Deixe seu comentário