Sua conta
  • 24/02/2016

Erros mais comuns de se investir em fundos

Início / Investimentos / Erros mais comuns de se investir em fundos

erros mais comuns de se investir em fundos

 

Amigo Leitor! Este é o segundo artigo da série sobre Fundos de Investimentos para o seu empoderamento financeiro. Os especialistas da Par Mais apontam quais os erros mais comuns de se investir em fundos. Com informação qualificada você terá mais segurança para iniciar seus investimentos em fundos. Caso você não tenha lido o primeiro artigo desta série, clique o link logo abaixo deste texto. Boa leitura!

Veja agora os erros mais comuns de se investir em fundos:

Dentro do universo das possibilidades do mercado financeiro, os fundos de investimento são uma maneira interessante de usufruir de certas vantagens na gestão de seus investimentos. É preciso, porém, ter em mente o que buscar na hora da escolha e saber quais questões você precisará responder para se situar nessas inúmeras possibilidades. Mas, para isso, vamos rever quais benefícios eles podem nos trazer.

Uma das muitas vantagens dessa modalidade é a diversificação que você pode alcançar com pouco capital. Muitos ativos interessantes possuem valores mínimos para se investir, o que compromete o poder de diversificação do investidor. Um CDB de um banco médio com um bom rendimento, por exemplo, pode exigir um investimento mínimo de R$ 30.000,00 ou R$ 50.000,00, o que prejudicaria a alocação para um investidor com digamos R$100.000,00 em aplicações, pois seria investido 30% ou 50% de seu portfolio em apenas um ativo financeiro.

Nesse sentido, muitos fundos possuem baixos valores para aplicações iniciais, facilitando o acesso do investidor ao poder de diversificação de todo o fundo, que pode ser até na ordem dos bilhões de reais. Além disso, fundos de investimento podem ser uma importante opção para investidores com necessidade de liquidez, visto que a maior parte deles permite resgate de suas cotas em curtos períodos de tempo, geralmente entre 1 e 30 dias.

Outro importante detalhe dos fundos é a capacidade de controlar as classes de ativos e os riscos aos quais seus investimentos estarão sujeitos. E, dentro de cada classe, você pode usufruir, mesmo sem ter muito conhecimento de mercado, da especialização técnica dos gestores em troca de taxas de performance.

Por exemplo: se você quer apenas se proteger das oscilações do câmbio, pode investir em fundos cambiais. Se acredita que as futuras políticas monetárias utilizarão de expansão de crédito, pode investir em fundos de renda fixa. Ou então, se acredita que o mercado de crédito não está oferecendo boas taxas, mas que as empresas do país irão se desenvolver, pode investir em algum fundo de ações, incluindo fundos que invistam apenas em determinados setores produtivos. Mais ainda, se acredita que algum crescimento demográfico recente pode levar a uma procura muito maior por imóveis, pode escolher algum fundo que invista direta ou indiretamente em imóveis.

Por último ainda existem os fundos multimercados, que possuem ampla flexibilidade e podem investir em qualquer das estratégias acima descritas. Nessa modalidade você dá a liberdade para que a equipe de gestão escolha a melhor opção dentre as possibilidades colocadas pelas circunstâncias econômicas.

Portanto, conhecendo o seu perfil de risco, necessidades de liquidez e capacidade financeira, você pode utilizar os fundos como um aliado para a construção de uma carteira de investimentos e não cometer os erros mais comuns de se investir em fundos.

Acompanhe nossa série de artigos sobre Fundos de Investimentos. Vários assuntos serão abordados para que você, se empodere financeiramente e tenha consciência que as suas escolhas sejam as melhores para você.


Leia também:

Artigo 1 – Série Fundos de Investimentos – Empoderamento Financeiro:

O que são fundos de investimento? Leia e comece a ficar empoderado financeiramente.

As novas regras para os fundos de investimentos

Conheça os fundos de investimento 

Bate-papo com Fernando Ganme da Capital Fundos

 

Par Mais – 24.02.2016

A Par Mais Empoderamento Financeiro tem um propósito claro: fazer com que as pessoas mudem sua relação com o dinheiro para alcançar a liberdade e serem mais felizes. Os especialistas da Par Mais desenvolveram um método que visa tornar qualquer pessoa capacitada a ter o controle das suas finanças. Conheça os nossos serviços. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×