Dirigindo no escuro

  • 01/04/2014
Página inicial - uso consciente - Dirigindo no escuro

orçamento doméstico

Orçamento Doméstico: Dirigindo no escuro

.

Recentemente, uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que 80% dos brasileiros não controlam suas finanças.

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,80-dos-brasileiros-nao-controlam-suas-financas,176437,0.htm)

O estudo mostra que, de cada 100 pessoas, 82 não tem a noção exata de quanto recebem, nem de quanto gastam, não fazem um orçamento doméstico adequado. A consequência disso é óbvia: terminar o mês com pouco ou nenhum dinheiro, muitas vezes caindo nos juros altíssimos do cheque especial ou cartão de crédito e acumulando dívidas. Sem falar na sensação de viver apertado até o recebimento do próximo salário.

Outro fato curioso é que normalmente imaginamos que quem ganha pouco precisa controlar o orçamento, enquanto que aqueles com bons salários, por sua vez, não precisam se preocupar. Afinal, ganham bastante dinheiro, correto?

Errado!

Essa percepção é uma ilusão. Para entender, imagine que você está dirigindo seu carro por uma estrada mal iluminada, durante a noite, mas está com os faróis do carro queimados. Você tem uma noção razoável do caminho que está percorrendo. O risco de você sair da estrada ou bater em algo é pequeno, mas pode acontecer.

Agora, considere que está na mesma estrada, com o mesmo carro, mas dessa vez você está em um trecho sem iluminação alguma. Se insistir em continuar dirigindo, é certo que causará algum tipo de acidente.

Mas você não é louco de dirigir no escuro sem o auxílio dos faróis, não é mesmo?

Por isso, convido a uma reflexão: por que conduzimos nossas finanças pessoais de forma parecida? Quando temos uma ideia aproximada de como funciona nosso orçamento, estamos dirigindo na estrada mal iluminada. É perigoso, mas conseguimos ter uma noção do caminho.

Porém, quando conhecemos pouco ou nada sobre nosso orçamento doméstico, estamos dirigindo no escuro. É certo que acontecerá um deslize que pode resultar em desastre. E nesse aspecto, quanto maior for a renda, maiores os riscos. Com mais dinheiro, temos acesso a bens e serviços mais caros, que consomem rapidamente os recursos do orçamento. É o mesmo que ter um carro mais potente e continuar dirigindo no breu, a uma velocidade maior.

Como evitar os acidentes financeiros, então? Simples: enxergue seu orçamento doméstico. Saiba quanto você ganha e para onde vai seu dinheiro. E a única maneira de fazê-lo, é colocando a mão na massa e controlando as receitas e despesas. Dessa forma saberá, com precisão, quanto dinheiro recebe e quais são seus compromissos financeiros, o que tornará suas decisões de consumo e investimentos adequadas à sua realidade. Conserte esses faróis e veja para onde está indo!

.

Orçamento Doméstico: Dirigindo no escuro por Mauri Fernando de Souza – 01.04.2014

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Par Mais Blog - Planilha de controle financeiro - anuncio

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações