Alimentação fora de casa: 6 dicas para gastar menos

  • 14/10/2016
Página inicial - uso consciente - Alimentação fora de casa: 6 dicas para gastar menos
alimentação fora de casa

Hoje, os brasileiros gastam muito com alimentação fora de casa. Em média R$600,00/mês. Isso, levando em conta apenas 1 refeição por dia. Porém, na maioria dos casos, não percebemos que simples mudanças de hábito podem impactar positivamente nessa conta.

Reunimos neste artigo, algumas dicas para você gastar menos com alimentação fora de casa, e ter uma vida mais saudável financeiramente.

Alimentação fora de casa, quanto eu gasto?

Você já parou para pensar em quanto gasta com alimentação fora de casa? Já colocou na ponta do lápis quanto custa, o almoço, o lanchinho da tarde e o cafezinho? Se não, deveria. Porque a surpresa pode ser grande e alguns ajustes podem fazer muita diferença.

Que tal começar baixando a nossa planilha de controle financeiro?

Mas, devo cortar gastos com alimentação?

Não, de jeito algum! Devemos sim priorizar nossas refeições, mas fazer as escolhas certas. Podemos reduzir os gastos com alimentação fora de casa de várias maneiras, pois eles consomem grande parte do orçamento mensal.

Uma pesquisa feita pela ASSERT – Associação das empresas de refeição e alimentação convênio para o trabalhador – mostra que o preço médio de uma refeição em 2016 é de R$ 27,00 podendo variar de acordo com a região. Veja como esse dado é um valor bem significativo, levando em conta que você precise almoçar fora 5 vezes na semana.

MÉDIA NACIONAL
Comercial/ Prato Feito R$ 24,29
Executivo R$ 41,17
Auto Serviço/ Quilo R$ 25,38
À la carte R$ 56,77

Com a crise e a inflação em alta, refletir sobre seus hábitos de consumo é sempre bom, pois costumes que antes eram corriqueiros merecem maior atenção neste momento. Comece vendo como dizer adeus aos velhos hábitos em relação ao seu dinheiro, vale a pena a leitura!

6 dicas para gastar menos com alimentação fora de casa

1. Reduza sobremesas e bebidas

Você sabia que ir aos restaurantes, e evitar sobremesas e bebidas, conseguimos economizar pelo menos R$2.500,00 ao ano? Além disso, a alimentação fica bem mais saudável.

2. Repense o lanche

De maneira alguma estamos dizendo para abrir mão do lanche da manhã ou da tarde. Apenas a readequação dessa refeição já traz grandes impactos financeiros. Procure trazer da casa para o trabalho alguma fruta, iogurte, sanduíche, biscoitos ou que o que você preferir. Você vai ver que no fim das contas, sai bem mais barato incluir alguns itens na lista de supermercado do que gastar todos os dias na cantina do trabalho com lanches caros.

3. Cafezinho

Calma, se abrir mão do cafezinho não é uma opção, tudo bem. Apenas procure trazer esse companheiro de trabalho para mais perto de você. Ou seja, sempre que possível, procure tomar seu café em casa ou no escritório ao invés de tomar o famoso “pingado” na rua.

4. Benefícios

Fique atento a convênios com restaurantes, pacotes com desconto para vários almoços, cartões de fidelidade, ou qualquer opção que lhe traga maior economia deve ser avaliada.

5. Procure pagar à vista

Sempre leve dinheiro e procure pagar à vista. Pagar com cartões de crédito nos levam àqueles pequenos deslizes, como: “um docinho, só hoje, não vai me fazer mal, vou passar no cartão mesmo…” Errado, no final do mês o montante pode ser assustador.

6. Conheça o entorno

Tirar um tempo para conhecer melhor as redondezas do seu trabalho também pode ser uma ótima forma de economizar com alimentação fora de casa. Afinal, sempre vai ter uma opção mais barata do que a gente está acostumado. Procure conversar com seus colegas de trabalho e ver dicas de opções boas e baratas para almoçar.

Clique e faça o teste e descubra como anda o grau da sua saúde financeira

Considerações

Ter uma boa alimentação e cuidar do nosso bolso é fundamental. Afinal nossa saúde física e mental deve caminhar lado a lado com nossa saúde financeira. Se uma coisa anda bem, as demais também devem estar. Por isso, gastar menos com alimentação fora de casa, e prestar atenção aos pequenos detalhes do nosso dia a dia, pode fazer toda diferença no final do mês. Assim, você curte os melhores momentos da vida com mais tranquilidade.

Quer saber mais sobre empoderamento financeiro? Converse com nossos especialistas

Par Mais – 14.10.2016

A Par Mais Empoderamento Financeiro tem um propósito claro: fazer com que as pessoas mudem sua relação com o dinheiro para alcançar a liberdade e serem mais felizes. Os especialistas da Par Mais desenvolveram um método que visa tornar qualquer pessoa capacitada a ter o controle das suas finanças. Conheça os nossos serviços. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 2

       
  1. Incluir levar refeição de casa. Onde trabalho (grande empresa) tem um refeitório anexo ao restaurante para esse fim.

Últimas publicações