Indústria da preguiça

  • 16/09/2013
Página inicial - capital - Indústria da preguiça

Indústria da preguiça

A indústria da preguiça

.

A última revista Exame trouxe uma série de reportagens sobre investimentos. Uma delas, chamada ‘Industria da Preguiça’ chama atenção para um problema que costumamos ver corriqueiramente: o brasileiro não sabe investir seu dinheiro!

Existem diversos motivos para isso. Primeiro estávamos acostumados a altas taxas de juros da economia, que proporcionavam polpudos lucros até mesmo nos investimentos mais conservadores. Segundo, o brasileiro tem um comportamento que mistura desconfiança e soberba, desconfiando de quem indica investimentos e achando que tem condições de encontrar a melhor opção de investimentos sozinho.

Considerando que quase a totalidade dos brasileiros investem o seu dinheiro no próprio banco de relacionamento, é bem possível que essa desconfiança tenha se originado das incansáveis tentativas dos gerentes de em vender produtos para bater suas metas no banco, tais como títulos de capitalização, seguros e previdência, e que nem sempre são adequados aos clientes. Isso sem falar nas altas taxas, na venda casada de produtos e etc.

Nos EUA, assim como na maior parte das economias desenvolvidas, investimento é assunto para empresas especializadas. São empresas em que seu objetivo principal é fazer o dinheiro dos clientes render e, muitas vezes, sua remuneração é diretamente ligada à performance das carteiras.

Costumamos dizer que não existe investimento bom ou ruim e sim o mais adequado ao perfil de risco e objetivos do investidor. Note que, nesse conceito, o melhor investimento pode não ser o que ofereça a melhor rentabilidade, mas o que vai levar o investidor a conquistar seus objetivos de forma confortável.

.

Como alcançar o sucesso com um bom planejamento financeiro por Alexandre Amorim – 16.09.2013

A Par Mais Planejamento Financeiro tem um propósito claro: trabalhamos para auxiliar cada um de nossos clientes a construir sua tranquilidade financeira. Atuamos na área de planejamento financeiro pessoal, family office, gestão patrimonial, consultoria financeira para empresas e consultoria de investimentos.

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

Últimas publicações