Sua conta
  • 15/10/2019

6 minutos – 5º lote da restituição do IR é pago nesta terça; saiba como fazer o dinheiro render

Início / Na Mídia / Jornais / Revistas / TV / 6 minutos – 5º lote da restituição do IR é pago nesta terça; saiba como fazer o dinheiro render

Black Friday chegando, ano acabando e dívidas persistentes. A falta de dinheiro parece uma constante, mas, além do 13º salário, você ainda tem a restituição do Imposto que Renda, que tem novo lote liberado nesta terça-feira (15).

Vamos fazer esse dinheiro render e trabalhar a seu favor? O 6 Minutos conversou com Jailon Giacomelli, da consultoria de finanças pessoais Par Mais, e levantou as principais dicas para você ou pagar as dívidas ou fazer bons investimentos.

Time dos endividados: Se você é do time dos que têm dívida do cartão de crédito ou do cheque especial, não titubeie. Destine o dinheiro para quitar parte dos débitos. “Nenhum investimento, por melhor que seja, vai cobrir os juros cobrados do rotativo do cartão ou do cheque especial”, afirma Giacomelli

Time nem dívida nem poupança: Se você não tem nem dívida nem dinheiro guardado, hora de começar a juntar recursos e montar a sua reserva de emergência. Qualquer que seja o valor devolvido pela restituição, aplique na poupança, em títulos do Tesouro Selic ou fundos com liquidez diária.

O ideal é acumular entre três e seis vezes a sua despesa mensal. Se você gasta R$ 3 mil por mês, a meta é juntar pelo menos R$ 9 mil. É natural começar aos poucos, então não postergue a aplicação de R$ 150, R$ 200, que sejam. Vá acumulando primeiro na poupança, de pouco em pouco.

Giacomelli sugere que o equivalente à despesa de um mês fique na poupança e o restante esteja alocado em aplicações mais rentáveis, como títulos do Tesouro Selic ou fundos de pouco risco, mais bem exemplificados por aqueles que tenham títulos de renda fixa na sua carteira.

Time resolvido e poupador. Onde investir? O primeiro passo é saber o que você quer fazer com o dinheiro.

  • Quer comprar algo na Black Friday? Deixe em um fundo que renda pelo menos o mesmo que a taxa Selic e tenha o dinheiro em mãos para pagar à vista e, claro, barganhar um desconto.
  • Quer viajar de férias daqui a dois meses? Ache uma aplicação mais rentável que a poupança, assim terá mais dinheiro do que hoje quando você de fato precisar dele. Nesse caso, os fundos de investimento, por exemplo, não são as melhores opções porque sacar o dinheiro antes de seis meses de aplicação impõe a cobrança maior de imposto.
  • Quer viajar daqui a três anos, pagar um curso ou ter R$ 1 milhão daqui 20 anos? É melhor se conhecer e conversar com um especialista para tentar entender qual a melhor aplicação. O 6 Minutos adianta que poupança ou só renda fixa, nesse caso, estão longe de serem as melhores opções.
  • O que eu preciso saber sobre a restituição? Não é um dinheiro de graça, e sim uma devolução de parte dos impostos que você pagou. Encare o dinheiro como um direito e tome posse dele.

Giacomelli conta que em alguns casos a restituição corresponde a um 14º salário ou metade de uma renda mensal. Mas, mesmo assim, a maior parte das pessoas esquece que a restituição vai chegar e o valor acaba passando despercebido. “Depois o pessoal até se lembra, mas o dinheiro entra no fluxo e vai para gasto corrente, em vez de ser otimizado.”

Confira a matéria na íntegra: https://6minutos.com.br/minhas-financas/5o-lote-da-restituicao-do-ir-e-pago-nesta-terca-saiba-como-fazer-o-dinheiro-render/

Deixe seu comentário

Comentário(s): 0

×