2º trabalho de Hércules: Analisando 7 categorias de despesas

  • 02/02/2017

12 trabalhos financeiros desafio 2

O desafio “Meus 12 trabalhos financeiros” é uma analogia aos 12 trabalhos de Hércules, em que teremos uma tarefa por mês para você melhorar sua relação com o dinheiro. Afinal, sabemos que lidar com as finanças, muitas vezes, pode ser algo extremamente assustador e que nos exige uma força sobre-humana.

O 2º desafio de Hércules – Matar a Hidra de Lerna

Em Argos, a região de Lerna, vivia Hidra, uma enorme serpente com cinco cabeças, que quando uma era morta, duas cresciam em seu lugar. Para piorar, uma de suas cabeças era imortal. Com sua maligna presença, o lago, antes fértil, se transformou em pútrido e enevoado pântano. Por ordem de Euristeu, Hércules devia viajar até Lerna e matar o monstro, livrando Argos deste flagelo.

Hércules, ciente da enorme dificuldade da tarefa, mas totalmente indisposto a desistir, tomou suas armas, vestiu a pele do Leão de Neméia, sua couraça impenetrável e agora, inseparável, e seguiu viagem para Argos. Para saber mais, clique aqui

Assim como Hércules temos que vencer um novo desafio: analisar as 7 principais categorias de despesas mensais. Nossa melhor arma é a planilha de rendas e despesas que passamos a utilizar no primeiro desafio.

Para não desanimar ou desistir e ter a mesma força do nosso herói, Hércules, leia abaixo sobre cada categoria e veja que não adianta só listar ou anotar nossas despesas. É fundamental analisar, estudar, entender e depois ajustar à nossa realidade cada categoria de despesa.

Como a hidra de Lerna que, quando uma cabeça morre, nasce mais duas, nossas despesas quando mal administradas acabam sufocando nossas vidas. Temos que ser corajosos, encarar de frente esse problema e organizar o nosso orçamento. Vamos lá!

Conheça as 7 categorias de despesas mais relevantes em nossas vidas

1 – CASA

O que torna este item tão expressivo, são principalmente os gastos com financiamento/aluguel, condomínio, bem como o pagamento de empregados domésticos. A maioria dos nossos clientes esquecem os custos empregatícios dos auxiliares domésticos (INSS, FGTS, férias) e os custos agregados (alimentação, transporte).

O ideal é calcularmos todos os custos, como o das férias, incluindo, quando for necessário, o empregado “extra” que vai suprir as férias, e dividir por 12 meses. Assim, por exemplo, o custo mensal do auxiliar doméstico deixa de ser, por exemplo, R$ 1,5 mil e passa a ser algo como R$ 2,3 mil. Esse valor faz diferença não é?

As compras de “itens” para casa e manutenção também são esquecidas e negligenciadas. Então, você deve estimar um custo anual e deixá-lo previsto na sua reserva de segurança.

2 – ALIMENTAÇÃO

Gastos com supermercado, feira e açougue são os destaques para essa categoria. O brasileiro desperdiça muito neste item! Milhões de reais são perdidos com alimentos vencidos ou mal aproveitados. Tenha muita atenção na escolha de cada item. Ir às compras com todos os produtos listados auxilia muito e evita compras de produtos desnecessários ou adquiridos por impulso. É um ótimo hábito!

Evite também ir ao supermercado com as crianças, com fome, muito cansado ou com pressa, pois na correria acabamos cedendo à tentação e comprando sem nem ao menos ver o preço de cada produto. Estipule uma meta mensal de gastos e tente seguir à risca!

3 – ROUPA & ESTÉTICA

Destaque para a compra de roupas e acessórios, além de gastos com salão de beleza e outros tratamentos estéticos.

Este item merece muita atenção! Existem milhares de “segredos” e “dicas”, mas o melhor mesmo é você definir um valor mensal e sempre pagar à vista! Evite parcelar suas compras de roupas. Se o valor passar do limite mensal e precisar parcelar, tenha em mente que enquanto estiver pagando a parcela não poderá realizar outras compras. O mesmo se aplica para as despesas com salão de beleza e estética!

4 – LAZER

Despesas com restaurantes, bares, shows e pequenas viagens costumam ser os itens mais significativos para a categoria “lazer”.

Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito – SPC Brasil, no ano de 2015, revelou que o lazer é a categoria de consumo com mais gastos mensais, maior até mesmo que as categorias “roupas e estética” e “saúde”.

O estudo foi realizado com 620 pessoas maiores de 18 anos, de todas as 27 capitais brasileiras. Isso comprova que o brasileiro adora se divertir e em primeiro lugar aparecem as viagens de fim de semana. Em segundo lugar surgem as saídas para boates/casas noturnas, seguidas pelas idas a restaurantes e bares. Então, todo o cuidado é pouco.

Mais uma vez aconselhamos a determinar uma verba mensal, tentar “deixar em casa dormindo o seu cartão de crédito”. E se o bolso apertar, trazer os amigos para casa e compartilharem uma pizza!

5 – SAÚDE

Consultas e exames, planos e seguro de vida/saúde representam grandes gastos no orçamento familiar. Uma despesa inevitável, mas que deve ser cuidadosamente pensada. Na atual crise econômica muitas famílias tiveram que abrir mão do seu plano/seguro saúde. Se isso aconteceu com você, é fundamental iniciar uma reserva de segurança para que, caso precise, tenha os recursos necessários. Se você possui um plano/seguro saúde confira se está adequado ao seu orçamento e as suas necessidades.

6 – TRANSPORTE

Destaque para despesas com combustível, seguro do automóvel, IPVA e multas. Muitas famílias se perdem nesta categoria! Não levam em conta o custo do seguro, do combustível, dos estacionamentos, dos “flanelinhas”, do aluguel de garagem, e acabam por gastar muito mais do que podem.

A melhor tática é anotar cada gasto e ver se você está utilizando o seu automóvel da melhor forma. Se for o caso, vale a pena analisar a viabilidade de outro meio de transporte que seja mais econômico. Elaboramos um e-book “Carro: um amor que custa caro”, que descreve detalhadamente quanto custa um carro na vida da gente. Vale você dar uma olhada.

7 – EVENTUAIS

Esse tipo de despesa costuma comprometer os objetivos financeiros de muitas famílias. São valores significativos que ocorrem ocasionalmente, como a compra de veículos, grandes viagens, festas de aniversário e casamento, etc.

O problema e a grande cilada é que apesar dos gastos eventuais acontecerem todos os anos, a maioria das pessoas esquece e não projeta esses gastos!  Você deve relacionar todas as despesas possíveis e prever uma reserva. Se sua grande viagem acontece a cada dois ou três anos, deve também calcular e começar imediatamente a guardar e investir o que vai precisar gastar.

Missão

Primeiro calcule o percentual de gastos mensais dessas 7 categorias.
Depois relacione cada gasto e veja se o que você calculou bate com o que você relacionou.

Observamos, aqui na Par Mais que, em média, as famílias que não fazem controle financeiro gastam de 30% a 120% a mais do que acham que gastam e, quando começam a anotar, podemos ver o susto que levam quando veem a realidade tal como é! Por isso, recomendamos que você cumpra a sua missão!

Participe do desafio, envie seu relato!

Quer concorrer a um ano de consultoria financeira e de investimentos gratuita em 2018? Conte pra gente como está sendo suas experiências nesses 2 primeiros trabalhos. Para ajudá-lo separamos um excelente artigo

“O que é educação financeira pessoal? Ela pode mudar a sua vida!”

Conte pra gente como foi a sua experiência na missão de analisar as sete categorias de despesas mais importantes no nosso dia a dia.  Faça um comentário com a sua história aqui nesse post, ou então deixe o seu relato na nossa fanpage.
Se você tiver alguma dúvida ou precisar de ajuda nessa tarefa, nossos especialistas estão prontos para te atender. Clique aqui e fale conosco.
Confira o regulamento completo aqui.

Resumo
2º TRABALHO DE HÉRCULES: ANALISANDO 7 CATEGORIAS DE DESPESAS
Nome do artigo
2º TRABALHO DE HÉRCULES: ANALISANDO 7 CATEGORIAS DE DESPESAS
Descrição
12 trabalhos de Hércules | Meus 12 trabalhos financeiros. Desafio 2: analisando sete categorias de despesas
Autor
Nome do editor
Par Mais

Deixe um comentário